Retrospectiva Pastoral Juvenil 2019 – O ano da Juventude, pois, Cristo Vive!

Publicado em 30 de dezembro de 2019 Por Seja o primeiro a comentar!

O ano de 2020 se aproxima, no coração muita gratidão a Deus pelo ano de 2019 e à você que esteve conosco compartilhando toda a vida que brotou em sua diocese, arquidiocese, regional e nas diversas juventudes dos Movimentos, Novas Comunidades, Congregações, PJ’s, e nos grupos paroquiais.

Hoje é dia de retrospectiva! Vamos recordar alguns dos momentos mais importantes da Pastoral Juvenil no Brasil, momentos em que estivemos conectados com a Igreja e com tantas experiências de vidas doadas ao Reino de Deus.

Para nós, fazer essa retrospectiva é revisitar a Christus Vivit, «Cristo vive: é Ele a nossa esperança e a mais bela juventude deste mundo! Tudo o que toca torna-se jovem, fica novo, enche-se de vida[…]». 

Quantos rostos, quanta alegria encontramos por aqui!

Começamos o ano muito bem! De 22  a 27 de JANEIRO, aconteceu no Panamá a XXXIII Jornada Mundial da Juventude,  que teve como tema: “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra (Lc 1, 38)”. A jornada contou com a presença de muitos jovens indígenas brasileiros e o recorde de participação de jovens cubanos. «Maria, não temas, pois achaste graça diante de Deus» (Lc 1, 30).  O Santo Padre recordou aos jovens, na sua Mensagem, o percurso mariano proposto para a caminhada até ao encontro do Panamá, procurando “a intercessão de Maria, a jovem de Nazaré, que Deus escolheu como Mãe do seu Filho”. Para conferir tudo o que rolou sobre a JMJ no Panamá, clique aqui.

FEVEREIRO

Aproveitando a animação e inspirações da JMJ 2019 – Panamá, em fevereiro lançamos o subsídio da Jornada Diocesana da Juventude 2019, nele encontramos uma forte sintonia com o Projeto IDE. Só para recordar, a Jornada Diocesana da Juventude (JDJ) é tradicionalmente celebrada nas igrejas locais no Domingo de Ramos ou durante o tempo pascal. Seu principal objetivo é “fazer a pessoa de Jesus o centro da fé e da vida de cada jovem, para que Ele possa ser seu ponto de referência constante e também inspiração para cada iniciativa e compromisso para a educação das novas gerações”. Saiba como a JDJ foi celebrada pelas dioceses do Brasil.

MARÇO

‘Vive Cristo, esperanza nuestra’ são as primeiras palavras do texto original em espanhol da Exortação Apostólica pós-sinodal em forma de ‘Carta aos Jovens’. A Christus Vivit  foi uma forma do Papa traduzir sua intenção de confiar à Virgem Maria o documento que sela o trabalho do Sínodo dos Bispos realizado no Vaticano de 3 a 28 de outubro de 2018 sobre o tema: “Os Jovens, a fé e o discernimento vocacional”. O documento foi assinado em 25 de março, Solenidade da Anunciação do Senhor, durante sua visita ao Santuário Mariano de Loreto, na Itália.

«Cristo vive: é Ele a nossa esperança e a mais bela juventude deste mundo! Tudo o que toca torna-se jovem, fica novo, enche-se de vida. Por isso as primeiras palavras, que quero dirigir a cada jovem cristão, são estas: Ele vive e quer-te vivo!». 

Você ainda não teve tempo de ler o documento? Não se preocupe, o ano ainda não acabou, e você terá o ano de 2020 todo para se debruçar e ler a Exortação Apostólica pós-sinodal “Christus vivit” (Texto integral) de Francisco, para te ajudar a Comissão Episcopal para a Juventude e a nossa equipe prepararam algumas matérias especiais para aprofundar a reflexão, confira aqui.

Neste mês, ainda aconteceu a reunião com os 18 bispos referenciais da juventude e os padres articuladores nos regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), eles estiveram reunidos no Centro Cultural Missionário, em Brasília- DF, para um momento de avaliação e encerramento do quadriênio dos trabalhos da Pastoral Juvenil. Além disso, o encontro  foi um momento para encaminhamentos das ações pastorais em andamento no âmbito da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude (CEPJ) da CNBB. Também como resultado desse encontro, foram definidos novos bispos referenciais para alguns regionais, saiba quem são eles clicando aqui.

ABRIL

No dia 27 de abril, a Juventude brasileira peregrinou para a Casa da Mãe Aparecida e deu um grande exemplo de unidade. Com o tema “Maria: Paixão pela vida e pelo Senhor da vida”, o evento reuniu os jovens para momentos de espiritualidade, formação e confraternização, proporcionando um grande encontro das diversas expressões juvenis que vivem e levam o amor de Cristo pelo Brasil. Para Pe. Antônio Ramos do Prado, sdb, assessor externo da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, a romaria é um importante momento de unidade para a juventude. “A cada ano temos uma temática ligada à Maria ou a um tema em destaque para a Igreja no momento. A romaria tem também uma identidade de formação de lideranças, catequese, testemunhos, missa, conferência, caminhada e um evento à noite com música”, contou. Saiba mais.

Essa Romaria ficou ainda mais especial, pois, aconteceu o CONECTA,  Encontro Nacional  dos Grupos de Jovens Paroquiais. “Dentre tantos motivos que temos para a realização deste momento especial, queremos tornar ainda mais visível a força da evangelização dos Grupos Jovens Paroquiais que desenvolvem um trabalho importante na evangelização da juventude no Brasil, além do fortalecimento da unidade das expressões que nos faz ser cada vez mais Igreja”, declarou na ocasião Dom Vilsom Basso, o então presidente da Comissão Episcopal Pastoral da Juventude, da CNBB, na carta convite para o Evento.

Centenas de jovens vindos de diferentes lugares do país puderam acompanhar uma formação sobre os grupos de jovens paroquiais.  No encontro, foi apresentada a identidade, aquilo que caracteriza os grupos paroquiais, e a estrutura que une eles à diocese e à Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB. “É necessário que os grupos estejam, em primeiro lugar, alinhados com a própria diocese e com o Plano Diocesano de Pastoral. A partir desta realidade, os grupos paroquiais necessitam de um padre referencial e acompanhamento”, explicou Pe. Antônio. Quer saber mais sobre o CONECTA? Clique aqui

MAIO

A Juventude foi tema de um Meeting Point durante a 57ª Assembleia Geral da CNBB, que aconteceu entre os dias 1º a 10 de maio  no Centro de Eventos do Santuário Nacional de Aparecida (SP).

O primeiro Meeting Point (modalidade de abordagem de temas importantes não contemplados na programação oficial) da Assembleia da CNBB contou com a presença do bispo coadjutor de Nova Iguaçu (RJ), dom Gilson Andrade e Silva, integrante do clero que participou do Sínodo dos Bispos para a Juventude. Com informações e novidades a respeito do documento “Christus Vivit”, resultado das conclusões daquele Sínodo, dom Gilson ressaltou que, a pedido do Papa Francisco, é necessário ouvir os jovens com “escuta empática”, ou seja, a Igreja precisa fazê-lo a partir dos jovens, sem ideias pré-concebidas nem rótulos, e se colocar ao lado deles.

Este ano, a AG tinha a tarefa central de atualizar as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora (DGAE) da Igreja no Brasil para o quadriênio 2019 a 2023. Após intenso processo de debate e acréscimos dos bispos, foram aprovadas, entre elas, a opção pastoral pelos jovens,  no número 119: “A Igreja faz opção preferencial pelos jovens,” o número 195: “Considerar o investimento de tempo, energia e recursos com os jovens uma prioridade pastoral histórica.”

Dom Vilson Basso, Bispo de Imperatriz (MA), Presidente da CEPJ na época, destacou que o parágrafo 119  também está presente no documento final do Sínodo, e diz que “no momento em que escolheu ocupar-se dos jovens neste Sínodo, a Igreja no seu conjunto fez uma opção muito concreta: considera esta missão uma prioridade pastoral decisiva”.

JUNHO

Aconteceu em Roma, de 18 a 22 de junho de 2019, um Fórum Internacional da Juventude. O Fórum foi um espaço de discernimento comunitário, mantendo o estilo missionário sinodal promovido pelo Sínodo (cf. Documento Final, n. 119-124). Foram convidados a participar do Fórum Jovens delegados das Conferências Episcopais e dos principais movimentos e comunidades eclesiais com grande difusão internacional. Alguns jovens Auditores do último Sínodo (que eram conhecidos como “jovens sinodais”) puderam estar presentes para transmitir sua experiência, além de contar com a presença de alguns especialistas em pastoral juvenil a nível internacional. O principal objetivo era acolher os impulsos do Sínodo a nível internacional, especialmente a partir do Documento Final do Sínodo dos Bispos.

O encontro foi pensado como uma forma muito concreta para cumprir um dos pedidos dos Padres Sinodais: “que será fortalecida a atividade do Departamento jovem do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida também mediante a criação de um corpo representativo de jovens a nível internacional.” (n 123).

Seis jovens brasileiros estiveram presentes na 11ª edição do Fórum Internacional dos Jovens, entre eles Lucas Galhardo (Pastoral Juvenil do Brasil).  A vivência e as reflexões do Fórum Internacional dos Jovens, foram para o Lucas Galhardo novas oportunidades para relembrar o protagonismo juvenil na evangelização e a corresponsabilidade dos jovens para com a Igreja. “Nós também somos Igreja, e não somos o futuro da Igreja, somos o agora da Igreja!”, afirmou Lucas. Saiba mais

O mês de junho também foi dedicado à despedidas. Com gratidão nos despedimos de Dom Vilsom e Dom Vilar,  que foram grandes pastores para nós e agora seguem outros caminhos fora da Comissão para a Juventude, veja o agradecimento aqui.

JULHO

Logo no início de julho tivemos a apresentação oficial da nova composição da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB, eleita da Assembleia Geral dos Bispos. Para o próximo quadriênio (2019-2023), a comissão é presidida por Dom Nelson Francelino Ferreira, bispo da Diocese de Valença, com Dom Antônio de Assis, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belém (MA) e Dom Amilton Manoel, bispo auxiliar da Arquidiocese de Curitiba (PR) como bispos referencias. Trouxemos aqui no site uma matéria especial apresentando cada um dos bispos com uma pequena biografia. Clique aqui para ler.

AGOSTO

O mês dedicado às vocações contou com um série especial neste ano. “Nossa Vocação” trouxe a cada semana testemunhos sobre diversas vocações, sejam religiosas e leigas. O objetivo foi estimular nos jovens o discernimento para o chamado de Deus. O mês foi um tempo favorável para refletir sobre tantos chamados fecundos na Igreja. Confira as postagens.

Agosto ainda contou com a reunião anual da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude e Equipe de Comunicação em Brasília (DF), momento fecundo de reflexão e planejamento dos trabalhos da Pastoral Juvenil e do projeto Jovens Conectados. Com participação dos representantes das diversas expressões juvenis que compõem a comissão e os jovens comunicadores, a reunião foi conduzida pelo presidente Dom Nelson Francelino Ferreira e pelo assessor Pe. Toninho. Entre as diversas atividades, os jovens refletiram sobre o Sínodo da Amazônia, sobre o trabalho desenvolvido com a Exortação Christus Vivit e demandas como textos dos subsídios e gravação da série especial para o Mês da Bíblia. Clique aqui.

SETEMBRO

Uma série de vídeos celebrou o Mês da Bíblia nas redes sociais e site do Jovens Conectados. Com o nome “Jovens, eu vos escrevi”, inspirado na primeira carta de São João e embasado pelo subsídio da CNBB para o mês, a série contou com a participação dos jovens representantes das expressões juvenis da comissão. Toda terça-feira, um novo vídeo era compartilhado. Saiba mais.

A 15ª edição do Encontro Nacional de Responsáveis Diocesanos de Juventude (ENRDJ) reuniu mais de 200 representantes de todo o Brasil nos dias 6 e 7 de setembro em Brasília (DF). Os participantes refletiram importantes assuntos ligados à juventude: a exortação apostólica Christus Vivit, a prevenção ao suicídio e encaminhamentos dos regionais e da Pastoral Juvenil. No encontro, tivemos também o lançamento oficial da identidade visual da Missão Jovem na Amazônia 2019. Clique aqui para saber mais sobre o encontro e aqui para a identidade visual.

OUTUBRO

O mês de outubro é com certeza o da juventude para os jovens do Brasil por conta da celebração do Dia Nacional da Juventude, o DNJ, e aconteceu no dia 27 de outubro, contudo as diversas dioceses do país escolheram a melhor data conforme a realidade de cada igreja particular. Momento de comunhão e testemunho do Cristo Vivo entre os jovens, o DNJ teve como tema “Juventude e Políticas Públicas: uma história nos chama à civilização do amor” e lema “Eu vim para que todos tenham vida” (Jo 10,10), em comunhão com a Campanha da Fraternidade: “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela Justiça” (Is 1,27). Clique aqui para saber como foi o DNJ pelo Brasil.

Outubro foi tempo de Sínodo da Amazônia para a Igreja. O encontro com o Papa Francisco no Vaticano foi abordado em diversas reportagens em nosso site, com enfoque especial para a juventude que vive na área amazônica. Confira aqui.

Simples como um clique. Tivemos também em outubro a abertura das inscrições para o curso de pós-graduação em Pastoral Juvenil e em Acompanhamento de adolescentes e jovens. Os cursos têm por objetivo oferecer a especialização formar e auxiliar os trabalhos já desenvolvidos por assessores e educadores de adolescentes e jovens, para que possam assessorar e acompanhar jovens e/ou grupos de jovens, como também, promover pesquisas sistemáticas e práticas de trabalhos educativo-pastorais, direcionados ao processo de crescimento e amadurecimento humano, espiritual e social dos adolescentes e jovens.

NOVEMBRO

Com o tema “Os jovens:  somos terra sagrada e o agora de Deus”, aconteceu de 18 a 23 de novembro o XX Encontro Latino-Americano de Responsáveis Nacionais da Pastoral Juvenil, o  ELARNPJ, em Lima, no Peru. Dom Nelson Francelino, Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude esteve no encontro representando a Pastoral Juvenil do Brasil, que contou também com o jovem Lucas Galhardo, do Movimento de Schoenstatt, ex-integrante da Coordenação de Pastoral Juvenil Nacional, jovem sinodal, secretário para o Cone Sul. O encontro fortaleceu ainda mais a articulação da Pastoral Juvenil em todo o continente à luz da exortação Christus Vivit. Clique aqui para conferir as matérias sobre o encontro.

Foi em novembro também que a comissão teve a alegria de anunciar oficialmente os seus dois assessores. Além da continuidade do trabalho do Pe. Toninho, agora assessor externo, foi anunciada a Irmã Valéria Andrade Leal, membro do Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus, como assessora interna da comissão, responsável por assessora e acompanhar as expressões juvenis até 2022. Saiba mais.

Com o objetivo de conhecer melhor os jovens pelo Brasil, a Comissão Episcopal lançou em novembro um novo cadastro das expressões eclesiais que atuam na evangelização e formação dos jovens. Toda a identidade da ação de lançamento do novo cadastro teve como lema “Mostre sua cara!”. Clique aqui para saber mais.

Ainda em novembro a Juventude do mundo todo ganhou um presente! Um dos frutos do Sínodo foi a criação do Observatório Internacional dos Jovens, (novo organismo consultivo, criado pelo Dicastério para os Leigos, a família e a vida) e para nós Jovens Conectados o presente é ainda maior, pois o jovem Lucas Ricardo, da Fazenda da Esperança, único representante brasileiro no Observatório, também é fruto da Pastoral Juvenil e dos Jovens Conectados que foram instrumentos importantes para a sua descoberta vocacional, confira sua história aqui.

DEZEMBRO

De 15 a 22 de dezembro, jovens de todo o país partiram para a Missão Jovem na Amazônia 2019, realizada no chamado “Bico do Papagaio”, Diocese de Tocantinópolis (TO). O lema deste ano foi “Não há fronteiras, não há limites: envia-nos!”. Foram dias intensos de atividade com visita às casas de famílias, aldeias indígenas e muitas outras ações de evangelização. Esta foi a quarta edição da missão, que nasceu inspirada pelas palavras do Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013, “Ide, sem medo, para servir. Seguindo estas três palavras, vocês experimentarão que quem evangeliza é evangelizado, quem transmite a alegria da fé, recebe mais alegria”. Confira como foi a experiências dos jovens.

Quantas coisas vivemos juntos este ano! Um imenso OBRIGADA à você por estar conosco! Esperamos te encontrar aqui novamente nesse novo ano.

Um feliz 2020! 

Com carinho, em nome de toda a nossa equipe,

Adilson Jorge e Valesca Montenegro, redação Jovens Conectados

 

 

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais