Estudante, missionário e Conectado: saiba mais sobre o representante brasileiro no Observatório Internacional dos Jovens!

Publicado em 29 de novembro de 2019 Por Seja o primeiro a comentar!

Único representante brasileiro no Observatório Internacional dos Jovens, Lucas Ricardo fala sobre a importância do Jovens Conectados e da Pastoral Juvenil para a sua descoberta vocacional.

O representante brasileiro no “Observatório” Internacional dos Jovens (novo organismo consultivo, criado pelo Dicastério para os Leigos, a família e a vida no último domingo, 24 – Solenidade de Cristo Rei) é estudante, membro da Família da Esperança e Conectado! Lucas Ricardo Marçal Ramos, de 23 anos, descobriu seu caminho vocacional através do site Jovens Conectados e desde então, tem colaborado com este projeto e com outros serviços da Pastoral Juvenil do Brasil.

“Em 2015, estudando para um concurso, encontrei no site dos Jovens Conectados uma notícia: ‘Fazenda da Esperança lança projeto de voluntariado’. Fiquei ‘super’ empolgado quando assisti o vídeo institucional do Projeto Espalhando Esperança. Era como se tivesse encontrado o que eu estava buscando”, disse Lucas, que afirma ser grato à Pastoral Juvenil por sua diversidade de trabalhos e serviços. “Desde então, tenho me envolvido em várias atividades relacionadas a juventude sempre com o sincero desejo de “dar de graça aquilo que recebi de graça” por parte de Deus e da comunidade que me acolheu. Sou muito grato pela nossa Pastoral Juvenil possuir tantos meios de comunicação com os jovens”, concluiu.

Lucas (à esquerda) foi um dos jovens escolhidos pela Pastoral Juvenil do Brasil, para conduzir a Cruz na Via Sacra da JMJ 2019 (Foto: Jovens Conectados).

Lucas, que foi voluntário na Argentina durante quatro meses e depois tornou-se o responsável pelo projeto “Espalhando Esperança”, no Brasil diz compreender os desafios em articular uma pastoral em um país tão grande como o nosso e tão rico em diversidade. “De todo modo, temos bastante material e uma equipe com disponibilidade para colaborar nas diversas atividades das expressões juvenis” afirmou.

Uma escolha surpreendente!

“Há um mês atrás recebi uma carta vinda de Roma, em nome do Cardeal Kevin Farrell. Ele dizia que eu estava sendo nomeado para participar de um organismo internacional de jovens. Fiquei surpreso e até mesmo sem reação. Esta é uma iniciativa inédita na Igreja Católica, é fruto do Sínodo dos Jovens e do Fórum Internacional da Juventude no qual eu estive presente em Roma em junho deste ano”, falou Lucas que vê no “Observatório” dos jovens “um desejo pessoal do Papa Francisco em colocar em prática a exortação apostólica Christus Vivit”.

Para Lucas, o perfil dos nossos jovens deve ser o de alguém que sempre acredita! “Diariamente vejo a luta dos jovens da Fazenda da Esperança para se recuperar dos vícios e reencontrar o sentido da própria história. Esta será uma das minhas principais contribuições neste novo trabalho: diante de tanta indignação da nossa juventude, sobretudo do Brasil e de toda América Latina, quero junto deles ter a coragem de no momento presente acreditar que é possível edificar a Civilização do Amor”, declarou.

 Por Maurício Lucena, da redação do Jovens Conectados.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais