Razões para celebrar a Jornada Diocesana da Juventude – baixe o subsídio 2019

Razões para celebrar a Jornada Diocesana da Juventude – baixe o subsídio 2019

Estamos nos aproximando de um dos momentos mais expressivos de nossa Igreja. Não é possível absorver a riqueza da Celebração da Páscoa, se não vincularmos o mistério da celebração ao tempo da Quaresma, principalmente pelo caminho de conversão que devemos percorrer. E é justamente esse caminho que a Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude (CEPJ) da CNBB orienta, e deseja que o início dessa caminhada seja um momento diocesano, iniciando no Domingo de Ramos e que leve o jovem a acolher Jesus, com sua mensagem.

O primeiro passo é entender o que é uma JDJ, para isso a Comissão organiza um subsídio com dicas e orientações, além de roteiros celebrativos como sugestão. Pensando nisso, elencamos algumas razões para que a JDJ seja celebrada de forma plena e com muita alegria!

As Jornadas Mundiais da Juventude, desde 2017 destacam a Virgem Maria e suas virtudes. Para 2019, a 33ª Jornada Diocesana Mundial da Juventude tem como tema: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua Palavra”. (Lc 1,38).

1. Maria, nossa Mãe e modelo

No fim da Missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude do Panamá, em janeiro deste ano, o Papa Francisco ficou aos pés da imagem de Santa Maria La Antigua e, diante de milhares de pessoas, protagonizou um dos momentos mais emocionantes do encontro: a oração de entrega dos jovens do mundo todo à Maria, veja um trecho:

“Santa Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, confio ao teu Imaculado Coração os jovens de todo o mundo para que, impulsionados pelo Espírito Santo, queiram ser como tu, louvor da Santíssima Trindade hoje e sempre… Ao finalizar esta Jornada Mundial, eu imploro tua proteção sobre todos eles e sobre todos nós, de modo que todos eles e nós possamos ser autênticos discípulos e missionários para que o reino da justiça e da paz que teu filho inaugurou com a primeira vindas e expanda por toda a terra. Amém”. 

2. JDJ e seu objetivo central

A Jornada Diocesana da Juventude (JDJ) é tradicionalmente celebrada nas igrejas locais no Domingo de Ramos ou durante o tempo pascal. Seu principal objetivo é “fazer a pessoa de Jesus o centro da fé e da vida de cada jovem, para que Ele possa ser seu ponto de referência constante e também inspiração para cada iniciativa e compromisso para a educação das novas gerações”.

Importante ressaltar: As JDJ acontecem ANUALMENTE em nível diocesano e a cada três anos são celebradas também em um encontro mundial com o Papa, as já conhecidas Jornadas Mundiais da Juventude, que tem o mesmo tema da JDJ.

 “Nela (a JDJ), os jovens são convidados a acolher Jesus e sua mensagem, assim como o povo de Jerusalém o acolheu com ramos nas mãos, montado em um jumentinho. O ideal é que seja realizada neste dia, desde que não fira a participação dos jovens nas celebrações da Semana Santa em suas comunidades paroquiais. Se isto ocorrer, pode-se celebrar na tarde do dia anterior, ou em outra data apropriada, a fim de que a maioria dos jovens possa participar”, diz o subsídio.

3. Unidade com a Igreja

As JDJ são uma atividade realizada no mundo todo, uma espécie de JMJ que acontece em cada Igreja Particular e surgiu também no ano de 1985 com a criação da Jornada Mundial da Juventude – este ano foi proclamado pela ONU como Ano internacional da Juventude. Para pe. Toninho Ramos, assessor Nacional da CEPJ, quando realizamos a JDJ entramos em sintonia com o mundo inteiro, “isso nos faz ser Igreja universal, diferente do DNJ – Dia Nacional da Juventude que se realiza somente no Brasil”.

A JDJ é o rosto da Igreja Jovem, e deve ser preparada pela força viva da Juventude em cada Diocese. “O processo de construção coletiva é fundamental, especialmente com a presença efetiva e comunhão dos movimentos, pastorais, novas comunidades, congregações e grupos jovens paroquiais que trabalham com jovens. Deve acontecer com envolvimento dos grupos de base e, o quanto possível, com os grupos de crisma”.

4.  Quem convoca e qual o tema das JDJs?

A convocação é feita pelo Santo Padre o Papa que sempre propõe uma temática específica aos jovens e encaminha uma carta para que meditem e aprofundem seu encontro com Jesus Cristo e o comprometimento com seu Evangelho. No Brasil, ela acontece no período em que a Igreja celebra a Campanha da Fraternidade, e, quando possível, deve ser realizada em consonância com as reflexões levantadas pelo Episcopado Brasileiro para a quaresma de cada ano.

5. Tríduo Mariano

Nesse ano de 2019 celebramos o final do tríduo iniciado em 2017 pelo Papa Francisco, que propôs aos jovens a vivência de três temas marianos:

XXXII Jornada Mundial da Juventude 2017

“O poderoso fez para mim coisas grandiosas” (Lc 1,49)

XXXIII Jornada Mundial da Juventude 2018

“Não tenhas medo, maria! Encontraste graça junto a Deus”.  (Lc 1,30)

XXXIV Jornada Mundial da Juventude 2019

“Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua Palavra”. (Lc 1,38)

6. Caminho espiritual

Também nesses três anos o Papa propõe um caminho espiritual com uma forte conotação Mariana. Os jovens estão sempre a caminhar, por isso, esses três temas querem ajudar os jovens. Os caminhos propostos são:

  1. Caminhar olhando para o passado (2017)
  2. Caminhar olhando para o presente (2018)
  3. Caminhar olhando para o futuro (2019)

Os três pontos orientam os jovens a fazer memória do passado, ter coragem no presente e ter/ser esperança para o futuro. Esse caminho deve ser animado pelas três virtudes teologais: Fé, Caridade e Esperança.

7. A JDJ 2019 se relaciona com o Projeto Ide da Pastoral Juvenil

Durante os anos de 2018 a 2020, a juventude brasileira é chamada a preparar-se para viver o IDE, que se fundamenta a partir de cinco eixos: MISSÃO, CAPACITAÇÃO, ESTRUTURA DE ACOMPANHAMENTO, ECOLOGIA e POLÍTICAS PÚBLICAS. Durante esse caminho tivemos dois momentos fortes – o Sínodo dos Bispos em Roma sobre “Os jovens, a Fé e o discernimento Vocacional” – e também a JMJ no Panamá realizada em janeiro de 2019. Esses momentos vêm fortalecer a nossa vivência do PROJETO IDE.

Após todas essas razões, somos  mais que convidados a nos unirmos ao caminho que o Papa propõe enquanto Igreja católica universal e ao mesmo tempo atentos ao Plano Trienal da Pastoral Juvenil no Brasil com o projeto IDE, então não perca tempo e descubra tudo que o Subsídio da JDJ 2019 pode lhe oferecer. O subsídio está pronto poderá ser acessado por aqui: Jornada Diocesana da Juventude 2019

 Por Valesca Montenegro, redação Jovens Conectados

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email