Regressa a “Grande Missão” nas praças de todo o mundo durante o tempo de Páscoa

Publicado em 7 de abril de 2018 Por Seja o primeiro a comentar!

No próximo domingo, terá início pelo sexto ano consecutivo a “Grande Missão nas praças”. Cada domingo do tempo pascal, as comunidades do Caminho Neocatecumenal em todo o mundo celebrarão cinco encontros nos quais se darão respostas à perguntas como: “quem é Deus para você?”, “que experiências você tem, na sua vida, que Deus existe?”, “para que você vive?”, “o que é a Igreja?”.

A “Grande Missão” se realizará em 10.000 praças em 135 nações do mundo. Em Roma, serão 100 praças e no Brasil, serão em 700 praças, em mais de 260 cidades, onde acontecerão diversas catequeses que pretendem ajudar as pessoas a ter um encontro com Jesus Cristo através da escuta da Boa Notícia: o querigma.

Depois de cantar Salmos e dançar, como é característico do Caminho Neocatecumenal neste tipo de encontro, em cada catequese se ouvirá um testemunho de uma pessoa das comunidades que dará sua experiência.

No primeiro encontro se falará sobre “Quem é Deus para você?” e “que experiências você tem, na sua vida, que Deus existe?”.
No segundo domingo é a vez de perguntar “quem é você e para que você vive?”. No terceiro encontro, será anunciado o querigma, a resposta de Deus à situação existencial de pecado e de morte.

No quarto encontro, se falará sobre o Querigma nas Escrituras, uma chamada à conversão com a possibilidade do Sacramento da Reconciliação, com confissões individuais. O quinto e último encontro tratará sobre a Igreja e a comunidade cristã.

Durante estes anos em que se realizou esta ‘Grande Missão’, muitas conversões e mudanças aconteceram na vida das pessoas. Em diversas ocasiões, o Papa Francisco propôs uma “Igreja em saída” para ir “às periferias”.

Na audiência geral de quarta-feira, 28 de março, o Pontífice afirmou precisamente que “o caminho rumo à missão, ao anúncio” de que “Cristo ressuscitou!” é “o centro da nossa fé e da nossa esperança, é o núcleo, é o anúncio, é o querigma que evangeliza continuamente a Igreja e que ela, por sua vez, é convidada a evangelizar”.

Por Caminho NeoCatecumenal Press 

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais