Lembra o que o Papa Bento disse a você no Pacaembu?

Publicado em 11 de maio de 2017 Por Seja o primeiro a comentar!

Você pode não se recordar, mas o Papa Bento XVI durante a passagem pelo Brasil deixou uma mensagem muito latente para a juventude. Depois de 10 anos, as palavras do Santo Padre no Pacaembu, no encontro com 40 mil jovens de todo o país, ainda se fazem atuais. Talvez você não fosse jovem ainda naquela época ou não lembra ao certo o que foi dito pelo Papa. Então, recordamos alguns dos trechos desse momento singular para a juventude no Brasil.

:: Clique e confira o discurso na íntegra

Na ocasião também aconteceu a Canonização do Frei Galvão – primeiro santo nascido no Brasil – às 9h30 do dia 11 de maio, na base aérea do Campo de Marte, em São Paulo.

Foto: Sérgio Andrade/Governo do Estado de São Paulo

Nas primeiras palavras, Bento já começou a conquistar os jovens. Ele disse que havia desejado ardentemente encontrar-se com a juventude na primeira viagem à América Latina. “Ontem pela tarde, ao sobrevoar o território brasileiro, pensava já neste nosso encontro no Estádio do Pacaembu, com o desejo de dar um grande abraço bem brasileiro a todos vós”. Depois dessas palavras, não tinha como não amar o Santo Padre.

Foto: Sérgio Andrade/Governo do Estado de São Paulo

Mas ele não disse só isso, não! Ele fez o apelo aos jovens para que não desperdiçassem a juventude e que não tentassem fugir dela. E pediu para que vivamos intensamente, nos consagrando aos elevados ideais da fé e da solidariedade humana.

“Vós, jovens, não sois apenas o futuro da Igreja e da humanidade, como uma espécie de fuga do presente. Pelo contrário: vós sois o presente jovem da Igreja e da humanidade. Sois seu rosto jovem. A Igreja precisa de vós, como jovens, para manifestar ao mundo o rosto de Jesus Cristo, que se desenha na comunidade cristã. Sem o rosto jovem a Igreja se apresentaria desfigurada”.

Por último, ele nos lembrou de que Cristo nos chama para sermos santos e que Ele quer andar conosco, para animar com nosso espírito os passos do Brasil neste início do terceiro milênio da era cristã. Ele encerrou pedindo que Senhora Aparecida nos conduzisse, com seu auxílio materno e nos acompanhasse ao longo da vida.

Uma década depois, vemos o quão atual são as palavras de Bento. E, depois dessas palavras fica o questionamento: O que estamos fazendo para ser essa juventude que o Santo Padre tanto almejou?

Por: Jovens de Maria – A12

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais