JMJ: Papa exorta jovens a prosseguirem caminho rumo a Cracóvia

Publicado em 29 de março de 2015 Por Seja o primeiro a comentar!

 

Foto: Rádio Vaticano.

Foto: Rádio Vaticano.

Ao final da Missa, neste Domingo de Ramos, 29, o Papa Francisco saudou os jovens por ocasião da XXX Jornada Mundial da Juventude (JMJ), celebrada em nível diocesano, neste ano de 2015:

“Queridos jovens, eu os exorto a prosseguirem seu caminho seja nas dioceses, seja na peregrinação através dos continentes, que os levará no próximo ano a Cracóvia, pátria de São João Paulo II, iniciador das Jornadas Mundiais da Juventude.”

O Pontífice destacou que o tema desta Jornada, “Felizes os puros de coração, porque verão a Deus”, está em sintonia com o Ano Santo da Misericórdia, que será celebrado em 2016.

O Santo Padre incentivou ainda os jovens dizendo: “Deixem-se cumular pela ternura do Pai, para difundi-la aos demais”.

No Brasil, a JMJ quando celebrada em nível diocesana também é conhecida, no Brasil, como Jornada Diocesana da Juventude (JDJ) ou Jornada Arquidiocesana da Juventude (JAJ).

Foto: Rádio Vaticano.

Foto: Rádio Vaticano.

Celebração do Domingo de Ramos

Fiéis de várias partes da Itália e do mundo estiveram, na manhã deste domingo, 29, na Praça São Pedro, para a festiva celebração do Domingo de Ramos. A data também comemora o Dia Mundial da Juventude, nas dioceses, e por isso, um grande número de estava hoje também na Missa presidida pelo Papa Francisco.

Em sua homilia, o Papa Francisco sublinhou que, no centro de celebração deste domingo, está a palavra da Carta aos Filipenses: “A humilhação de si mesmo, a humilhação de Jesus”.

Uma humiliação que revela, de acordo com o Pontífice, o estilo de Deus e que deve ser também o estilo do cristão: a humildade. “Um estilo que nunca acaba de nos surpreender, pois nunca nos habituamos à ideia de um Deus humilde”, afirmou.

Ao explicar que Deus se humilha para caminhar com o seu povo, o Pontífice ressaltou que, nesta Semana Santa, que nos leva à Páscoa, os fiéis irão também percorrer este caminho da humilhação de Jesus e, só assim, esta semana será “Santa” para cada um.

O Papa frisou que, ao passar por este caminho, os cristãos passarão por momentos que caracterizam o percurso de Jesus durante a Semana Santa, até à sua morte na cruz.

“Este é o caminho de Deus, o caminho da humildade. É o caminho de Jesus, não há outro. E não existe humildade sem humilhação”, destacou.

Francisco recordou ainda exemplos de humildade e silêncio de tantos homens e mulheres que, sem procurar exposições, serviram a outros, como familiares doentes, anciãos abandonados, inválidos, sem-abrigo etc.

Convidou também os fiéis a lembrarem aqueles que sofrem perseguição pela sua adesão a Cristo, chegando até mesmo ao martírio:   “São tantos! Não renegam Jesus  e suportam com dignidade insultos e ultrajes. Seguem-No pelo seu caminho. Podemos falar de uma ‘nuvem’ de testemunhas”.

O Papa terminou sua homilia convidando todos a mergulharem nesta Semana Santa com um profundo amor ao Senhor, na certeza de que será o amor a guiar e dar força a cada pessoa.

No encerramento, o Santo Padre confiou à Nossa Senhora as vítimas do desastre aéreo da companhia alemã e recordou, de modo particular, o grupo de jovens estudantes que nele perdeu a vida.

Com informações da Rádio Vaticano

Saiba mais
Tudo sobre a JDJ no Brasil
Íntegra da Homilia do Papa Francisco, no Domingo de Ramos

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais