Segue-Me realiza seu I Congresso Nacional em Brasília

Publicado em 6 de abril de 2015 Por Seja o primeiro a comentar!

unnamed (5)

Lançado Documento de unificação do Movimento no Brasil com apoio da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude

Cerca de 300 jovens, de 20 dioceses, pertencentes ao Movimento Segue-me, nascido no Brasil em 1979, participaram do I Congresso Nacional, realizado no último fim de semana 27, 28 e 29 de março, no Centro Murialdo, em Brasília-DF. O Movimento passa por um momento histórico, após seis anos de trabalho do Conselho Nacional Provisório de Unificação do Segue-me (CNPUS).

O Documento Nacional do Segue-me (DNS), traz mudanças na estrutura dos encontros realizados pelo Movimento nas paróquias de todo o país. O encontro tinha como objetivo unificar e realizar o mesmo Segue-me em todo o país. Os congressistas têm, agora, a missão de compartilhar informações e ensinamentos com os outros jovens do núcleo que participam nas dioceses.

O coordenador arquidiocesano do movimento na capital federal, Edson Alves, falou das expectativas, “espero que os jovens e casais tenham maturidade para a nova fase, que entendam o verdadeiro sentido das mudanças. Será preciso readaptar, em função de uma nova realidade, para termos novos frutos”.

Padre Carlos Sávio Ribeiro, assessor nacional da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude (CEPJ – CNBB), que juntamente com dom Eduardo Pinheiro, presidente da CEPJ contribuíram com o DNS também falou que espera, após o congresso, uma maior unidade no movimento. “Com a unidade do Segue-me a juventude só tem a ganhar”. O prefácio do DNS foi escrito por ambos.

Durante os três dias do congresso, jovens e casais de 21 dioceses de vários estados e do Distrito Federal participaram de missas, palestras, encenações, um “programa de auditório” e de uma mesa-redonda, onde seguidores de regiões diferentes falaram da realidade do Segue-me em suas paróquias. Também foi uma oportunidade para os jovens conversarem e trocarem ideias.

Para Emilly Marques da paróquia Divino Pai Eterno, em Anápolis (GO), “o Segue-me foi uma forma de trazer o jovem para a paróquia e, animou a juventude. Hoje, os jovens estão mais ativos, ajudam na catequese e nas missas”, festeja.

Durante o encontro também foram reservados momentos para estudo e reflexão do doc.85 – Evangelização da Juventude e estudo 103 – Pastoral Juvenil – identidade e perspectivas. Valesca Montenegro representante dos Movimentos e integrante da Coordenação Nacional da Pastoral Juvenil, falou da importância dos Movimentos estarem inseridos nas realidades locais da Igreja, no setor diocesano de juventude e agradeceu pela amizade e apoio do Segue-me em iniciativas em âmbito Nacional para jovens.

Muita gente trabalhou no Congresso, cerca de 200 pessoas, entre elas, Marina Paiva, da paróquia Imaculada Conceição, de Sobradinho (DF), ela passou três dias limpando banheiros, arrumando refeitórios e “dando uma geral” no local do evento, com a equipe da Faxina. “Aprendi que devo dar mais valor ainda à limpeza. Gosto de organização e trabalhar na Faxina me fez perceber que eu tenho que dar mais atenção e fazer a minha parte e tentar ajudar como puder. Vi, também, que fizemos uma grande diferença no Congresso. Que apesar de sermos ‘Faxina’, também proporcionamos um local de conforto para os congressistas”, afirmou Marina.

O I Congresso Nacional do Segue-me também contou com shows das Bandas Dom e Missão Sagrada Face. O novo documento não deve ser implantado imediatamente, pois é necessário que o DNS chegue aos conselhos e paróquias que realizam o encontro. O congresso foi encerrado com uma missa em ação de graças na Catedral Metropolitana e passeio dos congressistas nos pontos turísticos de Brasília.

Por: Segue-me Brasil e Valesca Montenegro

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais