Papa Francisco irá receber carta dos participantes do Encontro Nacional de Jovens dos Movimentos e Novas Comunidades

Publicado em 27 de julho de 2015 Por Seja o primeiro a comentar!
Cinco jovens escreveram a carta durante o ENJMC representando as mais de 40 expressões reunidas no evento.

Cinco jovens escreveram a carta durante o ENJMC representando as mais de 40 expressões reunidas no evento.

Umas das atitudes concretas do II Encontro Nacional de Jovens dos Movimentos e Novas Comunidades (ENJMC), realizado de 14 a 19 de julho em Belém (PA), foi a elaboração de uma carta a ser dirigida ao Papa Francisco, bispos e jovens de todo Brasil, em nome da juventude dessas expressões.

No texto, os jovens relatam a experiência vivida nos dias de ENJMC e, por representarem milhares de outros jovens do país, afirmam que acreditam numa transformação com base na comunhão de carismas: “Convidados a sair para anunciar a vida de Jesus Cristo, nós entendemos ser possível intensificar uma revolução pelo amor e pela unidade, mesmo na diversidade”. Os participantes do encontro eram cerca de 300 líderes de mais de 44 expressões eclesiais da Igreja no Brasil.

Os representantes recordam ainda as palavras do Santo Padre durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), realizada no Rio de Janeiro, em 2013, e contam sobre a experiência missionária realizada na cidade de Belém, na qual foram até realidades de exclusão social e existencial. “Saímos ao encontro dos nossos irmãos que estavam nas ruas, nas feiras, nos bares, nas ilhas, nos abrigos, nas comunidades, nos barcos, nos ônibus. As realidades que encontramos nos levam a um estado permanente de missão”, destacam ao mencionar que, mesmo diante do sofrimento, encontraram um povo devoto e acolhedor.

Por fim, os jovens seguem o gesto de Francisco e também pedem orações, além de agradecerem ao Pontífice por sempre acreditar na juventude e ver nela o presente e o futuro da Igreja.

O documento será encaminhado pela Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB ao Vaticano e foi redigido por cinco jovens de diferentes regiões e expressões do país: Maurício Alves de Lucena, da Comunidade Obra Nova do Coração de Maria (Campina Grande/PB); Rodrigo Santos, da Comunidade Novo Ardor (Brasília/DF); Wander Andrade, da Obra Lumen (Fortaleza/CE); João Danilo Monsó, do Movimento Renascer (Astorga/PR); e Matheus Santos Barbosa, do Movimento de Schoenstatt (São Bernardo do Campo/SP).

>> Leia aqui a íntegra da carta dos jovens ao Papa Francisco.

 

A unidade em poesia

Inspirado pelas belezas naturais da região amazônica e a unidade vivenciada no ENJMC, o jovem Rodrigo Santos, da Comunidade Novo Ardor, escreveu um poema para presentear os jovens participantes do encontro e demonstrar, com poesia, ao Santo Padre um pouco de como foi a experiência do evento em Belém. Segue o texto:

Deus é o Mar
(Rodrigo Santos )

Uma multidão de rios,
que desaguam no mar.
Em dado momentos
encontram e os seus
muitos caminhos se
tornam um só.

O curso anterior é
convergido, unido,
as águas ganham
mais força, sabores
mistos.

Não importa de onde
venham, todos eles
se encontram
De origem comum, de
cursos diferentes,
convergem para o
mesmo fim.

Deus é o gênesis,
fim último, Verbo
encarnado, Espírito
enviado, o mar
que une em si todos
os rios.

Por Gracielle Reis

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais