Aos de perto e aos de longe: feliz dia do amigo!

Aos de perto e aos de longe: feliz dia do amigo!

Quem já recebeu mensagens como essa: “A vida se torna mais leve quando temos alguém para chamar de amigo”? Ou já ouviu essa: “Amigo é uma benção que vem do coração de Deus”?

A gente sabe que você já mandou aquela arte cheia de brilho muitas vezes, afinal uma data como hoje, o Dia Internacional do Amigo, precisa ser lembrada. Mas durante a pandemia, quando aglomerações e festas estão proibidas, como fazer? Como reunir nosso grupo de jovens para rezar, ou mesmo aquele bate papo cheio de animação?

Muita gente tem se aproveitado da tecnologia nesse momento, e é o que tem feito o grupo que criou o @intercessores00h depois de terem se conhecido online em um fã clube. Daiane, Priscila, Wellington, Dani e Vanessa ainda não se conhecem pessoalmente, mas as partilhas diárias se tornaram fundamentais para essa amizade.

“Nos conhecemos através de um grupo de whatsapp de um fã clube da banda Rosa de Saron. A partir daí criamos um grupo no discord para jogar e bater papo e, em meio aos jogos e brincadeiras, surgiu o desejo e a necessidade de nos reunirmos em oração para intercedermos pela vida uns dos outros. De início era apenas aos fins de semana, mas os encontros passaram a se realizar todos os dias para rezarmos algumas novenas. Podemos dizer que as bênçãos e o agir de Deus vem sendo constante e muito presente em nossas vidas quando nos reunimos e fazemos as nossas partilhas de vida depois de nossas orações”, conta Daiane.

“Manter a amizade a distância está sendo um desafio pois, apesar de não nos conhecermos pessoalmente, o vínculo criado através dessas reuniões diárias tornaram-se muito fortes e reais em nosso dia-a-dia, e hoje podemos dizer que formamos uma verdadeira família em Cristo”.

Um outro grupo, também composto por pessoas de Estados diferentes, também encontrou uma forma de manter a amizade à distância e rezar o santo terço sempre que possível. Felipe é do Rio de Janeiro, Thays é de Minas Gerais, Karina Paula é de São Paulo, e Raquel é do Rio Grande do Sul.

Primeiro eu conheci a Karina a partir de uma postagem numa rede social. A Raquel chegou logo após o Cantaê, um concurso que a banda fez. Mas, a situação que começamos a amizade não foi falando sobre música e sim sobre amendoim. Sim, o petisco. Somos dois apaixonados por amendoim e logo nos conectamos com esse assunto tão pouco comum, mas que deu certo, né?! Tudo foi se fortalecendo entre nós 3, até o ponto em que jogávamos alguns games online juntos. Ficávamos horas jogando conversa fora por ligação, juntamente com uma outra amiga, Thays, que por sinal é a pessoa mais sensata desse quarteto. Um dia, a Karina chegou até a mim e disse que queria rezar o terço todos os dias na quaresma e como já tínhamos o hábito de ficar conversando, por que não rezar juntos? Todos os dias da quaresma estávamos lá, rezando o terço. Tal coisa que fazemos até os dias atuais, não com a mesma frequência, mas pelo menos quinzenalmente estamos rezando juntos”, nos conta Felipe.

“A amizade, a cada dia que passa fica mais fortalecida. Nós nos amamos, nos respeitamos e nos desentendemos como todos os bons amigos fazem, mas o mais importante é que cada um aceita o outro da maneira que é. Ninguém tenta mudar ninguém. A gente se ama com todos os defeitos que vieram de fábrica. Pelo menos pra mim, Felipe, é a elas, mais a Thays, a quem eu recorro quando estou triste, quando estou feliz, quando estou melancólico, quando conquisto ou perco algo. São ótimos ombros, assim como são ótimos ouvidos e eu amo tê-las em minha vida. E a distância só impede o abraço amigo, de resto, nós conseguimos”.

Para Karina a proximidade e o carinho foram fortalecendo a amizade ainda que milhares de quilômetros os separem fisicamente. “Quando percebemos já éramos ‘migos’ como costumamos falar. Na Quaresma de 2021, decidi que o meu propósito seria rezar o terço todos os dias e compartilhei com a Raquel e Felps numa noite em que conversávamos, então o Felipe sugeriu que fizéssemos juntos e foi um período maravilhoso. Nossa amizade começou a distância, cada um de um lado do Brasil, mas algo que sempre dissemos é que sempre nos sentimos muito perto um do outro, por conta desse contato e carinho que foi se criando”.

Raquel conta que a amizade surgiu de forma bem engraçada. “Conforme foi passando o tempo, fomos partilhado coisas das nossas vidas, tanto histórias quanto novidades do cotidiano. Fomos, realmente, fazendo parte da vida uns dos outros. A amizade quando é leve, cultivada da melhor forma e ancorada em um Amor maior, não se torna difícil de manter. Nós conversamos através do WhatsApp, assistimos filmes e séries juntos (via discord), partilhamos nossas dificuldades e alegrias, conquistas e perdas, comemoramos datas importantes, fazemos vídeo chamada e etc. Buscamos estar presentes, mesmo distantes fisicamente, pois não é apenas o fator da proximidade física que une as pessoas, é a vontade de ser e estar presente na vida do outro de forma real, verdadeira e sempre sustentada pelo amor”.

Já Thays entrega que nesse grupo o que não falta é assunto. “Fui parar no ‘grupão da vibe’ onde fiz amizade com o Felps e a Karina. Tínhamos o hábito de jogar “stop” online e posteriormente, começamos a jogar “among us”. Depois disso continuamos com o discord e reunimos por lá sempre para rezarmos o terço, assistir de bbb a miss universo, haja assunto! São todos amigos muito queridos que surgiram virtualmente no meio de uma pandemia e com certeza a nossa amizade durará pra sempre”.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email