Experiência do Jovens Conectados é destaque em encontro da Pascom

(Pascom Regional Sul 1 – São Paulo)

A experiência do Jovens Conectados nas redes sociais foi um dos temas abordados nos seminários temáticos do 6º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação, realizado de 19 a 22 de julho em Aparecida/SP. O convite foi feito pela Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB, responsável pelo encontro. Com o tema “Comunicação e Igreja”, o evento reuniu cerca de 500 agentes da Pascom, jornalistas, assessores de imprensa de dioceses e pesquisadores.

Durante os quatro dias de encontro, os participaram puderam acompanhar conferências sobre o caminho da comunicação na Igreja, incluindo os diversos documentos e o Concílio Ecumênico Vaticano II, reflexões sobre a prática pastoral da comunicação na América Latina, perspectivas sobre a comunicação católica no Brasil, Assessoria de Imprensa na Igreja e orientações pastorais sobre o período eleitoral.

Durante as tardes da sexta e sábado, os participantes acompanharam seminários temáticos conforme o interesse de cada um. Os temas foram a educomunicação, fotografia religiosa, implantação da Pastoral da Comunicação, a pastoral em tempo de redes sociais e planejamento de comunicação.

No mesmo seminário que contou com a participação dos membros do Jovens Conectados, os agentes acompanharam uma reflexão com o Dr. Moisés Sbardelotto sobre inculturação na era digital, e uma sobre a presença dos padres nas redes sociais com Pe. Andrey Nicioli, da Arquidiocese de Pouso Alegre. Aproximadamente cem participantes se inscreveram para o seminário em cada um dos dias.

Na apresentação da experiência do Jovens Conectados, os presentes puderam compreender mais sobre a história do projeto, desde o início com o site em 2010, como uma forma de dinamizar e proporcionar à juventude católica, a partir da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB, uma maior comunhão entre as diversas expressões juvenis que temos no país. Especificamente sobre o trabalho nas redes sociais, os membros da equipe compartilharam 12 pontos do trabalho: integração, uso de hastags, identidade, produção de material original e próprio, colaboração, datas e acontecimento de destaque, cobertura de eventos, postagens fixas diárias, origem do tráfego das redes sociais para o site, uso de novas plataformas, interatividade e atualização.

Com diversos exemplos práticos da dinâmica de conteúdo das redes sociais, os participantes ainda acompanharam uma análise das métricas da página do projeto no Facebook, com destaque para o lançamento do hino oficial em língua portuguesa da Jornada Mundial da Juventude do Panamá, que ocorre em 2019.

 

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email