E aí Tchê comemora 4 anos de missão

Publicado em 7 de janeiro de 2016 Por Seja o primeiro a comentar!

O Eai?Tchê comemora seus quatro anos de lançamento do logotipo nessa semana. Desde o início das atividades do Serviço de Evangelização da Juventude do Regional Sul 3 da CNBB, em 2010, até a escolha do seu nome e símbolo no dia 6 de dezembro de 2012, um longo caminho de reflexão e articulação foi trilhado, para que representasse a diversidade de grupos, pastorais, movimentos e carismas dos jovens de todo o Rio Grande do Sul.

tche

A partir da criação do nome e do logotipo, foram criados o site eaitche.com.br e os perfis nas redes sociais. O site nasceu com o objetivo de ser o ponto de encontro da juventude católica gaúcha, como forma de expressar toda a sua riqueza, diversidade e beleza. Hoje, o Eai?Tchê está presente no Facebook, Twitter, Flickr e Instagram.

De acordo com a coordenadora do Serviço, Irmã Zenilde Fontes, o Eai?Tchê nasceu para fazer chegar a mensagem para os jovens em todo o Estado. “Queremos alcançar jovens que estão nos grupos, que participam das missas e também aqueles que não estão nos grupos, chegar ao jovem que não é praticante e que não é cristão”, disse.

A inserção nas redes sociais também contribui para a articulação entre as Dioceses, pela informação. “É um espaço de formação e informação e, por meio delas, articular”, ressalta Ir. Zenilde.

Por meio destes canais, são divulgadas as notícias sobre como a juventude vive a sua fé, com textos, fotos, vídeos e depoimentos, além de mensagens e notícias sobre a Igreja Católica. Os conteúdos são enviados pelos comunicadores, assessores e articuladores que atuam nos Setores de Juventude das 18 Arqui/Dioceses do Estado.

Diego Barcelos, um dos criadores da marca, explica que ela surgiu da ideia de chamar a atenção dos jovens pelo “e aí?” e usar o “Tchê” como referência gaúcha. “A ideia era mostrar que somos jovens, por isso o clips, por isso a cruz dentro do clips, remetendo à Igreja. Todos esses elementos fazem parte da vida da juventude católica”, destacou.

Barcelos conta que foi usada uma fonte que demonstra caminho, riscos preenchidos dentro. A intenção era de que a marca representasse isso também: os caminhos que são trilhados, esse preenchimento que é feito com cada jovem na sua comunidade, no seu lugar, fazendo essa Igreja que é a Igreja Católica do Rio Grande do Sul.

Para Luana Padilha, que também participou do processo, frisa que a partir desse lançamento, outros passos primordiais na evangelização da juventude gaúcha foram dados, como lançamento do portal.  “Percebemos que mais do que tudo o Eai?Tchê estava estampado das camisetas da gurizada de nossos grupos. E por mais clichê que possa parecer, pra mim, a alegria do portal ainda mora em cada encontro com jovens de grupo de jovens, até nas pequenas cidades, pequenos bairros, encontrando nesse projeto um motivo para bem viver a sua juventude”, comemora.

Por Comunicação E Aí Tchê

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais