Coração de Jesus: fonte de vida para a juventude

Coração de Jesus: fonte de vida para a juventude

A Igreja celebra nesta sexta-feira, 11 de junho, o Sagrado Coração de Jesus. A Solenidade é uma oportunidade de contemplar a fonte de vida que brota da Cruz e aprender as virtudes da mansidão e da humildade. A Festa do Coração de Jesus é celebrada todos os anos na sexta-feira da semana seguinte a Corpus Christi, encerrando um conjunto de festas móveis com datas definidas a partir da Páscoa, como a Ascensão, Pentecostes, Santíssima Trindade e Corpus Christi.

A Solenidade passou a ser celebrada a partir de um pedido do próprio Jesus, revelado a Santa Margarida Maria Alacoque, como forma de contemplar o Coração que “tanto ama a humanidade”. Amor suficiente para ser fonte de inúmeros carismas, movimentos e congregações religiosas dentro da Igreja.

Na Christus Vivit, o Papa Francisco assim se refere ao Coração de Jesus:

O Espírito Santo enche o coração de Cristo ressuscitado e de lá, como duma fonte, derrama-Se na tua vida. E quando O recebes, o Espírito Santo faz-te entrar cada vez mais no coração de Cristo, para que te enchas sempre mais com o seu amor, a sua luz e a sua força” (CV 130).

 

 

Movimento Eucarístico Jovem – MEJ

Uma das expressões que bebe da fonte do Coração de Jesus é o Movimento Eucarístico Jovem (MEJ), ramificação juvenil do Apostolado da Oração que busca ensinar a juventude a ter uma relação amorosa e amiga com Jesus.

A jovem Juliete Barbosa, da Arquidiocese de Aracaju, participa do Movimento há aproximadamente 8 anos, atuando no grupo de sua comunidade e colaborando na representação do estado de Sergipe na equipe de articulação nacional. “Encantados com a espiritualidade e a devoção ao Sagrado Coração, procuramos estar ligados ao estilo de Jesus, vivendo de forma verdadeira em todos os lugares a generosidade que recebemos Dele, colocando o amor em todas as ações, vivendo conforme o Evangelho, no respeito a Eucaristia, na missão da Igreja de Cristo, e certamente ligados às necessidades do mundo”, explica.

Do estado do Paraná, o jovem Leo Geovane Pereira de Meira, da Diocese de Guarapuava, conta que, dentro do MEJ, a espiritualidade é vivenciada a partir de uma profunda amizade com Jesus. “O discípulo amado, São João, tinha uma intimidade tão profunda com o Mestre que teve liberdade para repousar em seu coração durante a Ceia. É esta amizade que nós temos como inspiração para nossa vivência da espiritualidade do Coração de Jesus dentro do Movimento”, conta. “Ligados ao Coração de Jesus, nós nos sentimos convidados a viver em seu estilo: simples, desapegado e, sobretudo, disponível para a missão da Igreja e da sociedade. O Coração de Jesus nos impele a nos colocar em doação”.

Para o Pe. Eliomar Ribeiro, SJ, Diretor Nacional da Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração) e MEJ, as virtudes da mansidão e da humildade são as maiores lições que os jovens podem aprender do Coração de Jesus.

“Os jovens do MEJ têm como fundamento o tripé Eucaristia, Missão e Palavra de Deus. Então a devoção ao Coração de Jesus, como também no Apostolado da Oração, vem como aprender de Jesus a ser manso e humilde de coração, como Ele nos pede no Evangelho. É isso que a juventude pode aprender: a mansidão, a humildade, olhar o mundo com os olhos de Jesus, e servir o mundo com os braços, com as mãos e com o Coração de Jesus”.

 

Por Pedro Colatusso, da Redação Jovens Conectados

 

Leia também: Três corações para a salvação do Mundo!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email