Benjamin Constant, no Alto Solimões, recebe Símbolos da JMJ

Publicado em 17 de setembro de 2012 Por Seja o primeiro a comentar!

326236_503491759679684_2041645769_o

A Cruz e o Ícone chegaram no porto da cidade de Benjamin Constant por volta das 10h, depois de passar pelo encontro dos rios Javari e Solimões. Um grande número de fieis acompanhou o trajeto pelas águas – padre Zenildo Lima da Silva, Secretário Executivo do Regional Norte 1 – contou ser essa a primeira vez que eles percorrem grandes distâncias em barcos. O padre disse que ficou encantado com a resposta do povo do Alto Solimões ao acolher os Símbolos.

Ao chegar ao porto de Benjamin Constant, a Cruz e o Ícone foram conduzidos em veículos preparados para transportá-los até Atalaia do Norte e depois retornarem. A Defesa Civil e alguns fiéis acompanharam todo o trajeto sem desanimar, apesar das distâncias e do forte calor. Os Símbolos visitaram todas as comunidades da Paróquia Imaculada Conceição. Em cada uma, os fieis apresentaram danças, cantos e orações. E padre Zenildo, junto com Padre Frei Paulo Xavier, pároco, abençoaram as cruzes que foram erigidas em frente às igrejas e capelas como forma de marcar essa data tão importante da passagem dos símbolos pela cidade.

O hospital e a delegacia da cidade também foram estações de parada da carreata da Cruz e do Ícone, com momentos de oração pelos que sofrem e também pelos que se dedicam ao serviço público nas funções da saúde e da segurança – pessoas que se tornaram “lugares de encontro com Jesus”, como afirmou padre Zenildo, citando a passagem do Evangelho de São Mateus que diz “estive doente e na prisão, e me visitaste.”

Após o percurso pelas comunidades, a Cruz Peregrina e o Ícone foram conduzidos pelos jovens desde a escola Imaculada Conceição até a Igreja Matriz. Lá chegando, padre frei Paulo Xavier acolheu os fiéis da carreata e animou o povo com suas palavras, enfatizando a importância da presença dos Símbolos para a fé, bem como também o padre Zenildo, que contou sua experiência no acompanhamento da Cruz e do Ícone pelo interior do Amazonas e as dificuldades encontradas para que chegassem até o Alto Solimões. Em seguida, todos os fieis foram convidados pelo pároco a venerar a Cruz, sinal de nossa salvação. No período da noite realizou-se o Bote Fé, evento cultural com os grupos de jovens da paróquia, que apresentaram danças, músicas e teatro. Encerrando a passagem dos símbolos por Benjamin Constant e motivando para a Jornada Mundial da Juventude em 2013 no Rio de Janeiro.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais