Missão Jovem Amazônica da CNBB 2015 acontece em Palmas, no Tocantins

Publicado em 11 de dezembro de 2015 Por Seja o primeiro a comentar!

Missão jovema

De 5 a 13 de dezembro, acontece em Palmas, no Tocantins, em plena floresta Amazônica, a Missão Jovem 2015 da CNBB. A iniciativa repete a sequência de trabalhos missionários realizados em 2014, na Missão que foi realizada em Manaus, totalmente ligada à Rota 300, que celebra com a juventude brasileira os 300 anos de aparição de Nossa Senhora Aparecida, no rio Paraíba. Bernardo Menezes, da Diocese de Rio Grande, e João Francisco Bóllico, da Diocese de Cruz Alta, são os jovens que representam o Rio Grande do Sul na Missão.

Nesta nova identidade missionária, os jovens são convidados a estarem próximos das realidades que refletem o cuidado com a vida, como as tribos indígenas, Fazenda da Esperança, realidades urbanas e rurais, onde parte dos missionários se encontra.

Ao chegarem a Palmas, no sábado (05), cerca de 30 missionários representantes de regionais da CNBB de todas as regiões brasileiras foram instruídos, em assembleia, na comunidade católica Semente do Verbo, a vivenciar a partilha com a tribo Xerente (uma das mais de 100 tribos amazônicas e suas aldeias), Fazenda da Esperança (que acolhe jovens de diferentes realidades de vulnerabilidade social em contato com a Amazônia), lugares de atenção urbana e evangelização em regiões rurais e de assentamento.

Uma variedade de sotaques e costumes é demonstrada, na partilha entre gaúchos, mineiros, capixabas, paranaenses, paulistanos, cariocas, pernambucanos, goianos, baianos, mato-grossenses, paraibanos, paraenses, tocantinenses, amazonenses, piauienses e potiguares, onde uma celebração de conhecimento, missionariedade e amor entre os povos são vivenciados.Missao amazonia

De acordo o Assessor Nacional da Juventude da CNBB, Pe. Toninho, presente na Missão, esse é o momento de estarmos indo “mar a dentro, em parceira com a Arquidiocese de Palmas, na V Caravana Missionária”. Pe. Toninho ressaltou também o comprometimento dos missionários brasileiros em partilhar vivências fora de suas realidades.

Dom Pedro Guimarães, arcebispo de Palmas, ao receber os missionários de forma calorosa, ressaltou o compromisso de Palmas e de certa forma de todo o Estado de Tocantins e Amazônia para com os missionários, para que todos se sentissem em casa.

Dom Pedro, no domingo (06), celebrou a missa de integração entre os povos e de envio missionário na paróquia do município de Lajeado/TO, de onde os missionários partiram definitivamente em missão. Neste momento os missionários se encontram nas localidades convivendo, aprendendo, compartilhando misericórdia, conhecendo costumes e evangelizando um novo tempo de luz e vida, vida em abundância.

Por João Bóllico, estudante de Jornalismo e voluntário do Eaí?Tchê.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais