Ainda é possível participar da JMJ Cracóvia 2016?

Publicado em 19 de fevereiro de 2016 Por 3 Comentários

9393111887_f0e08f47fb_z

Um guia para os brasileiros que ainda tem esperança – PARTE 1

Saiba como economizar nas passagens aéreas!

 

Faltam cerca de cinco meses para que peregrinos e voluntários do mundo inteiro cheguem a Cracóvia para participar da Jornada Mundial da Juventude, de 26 a 31 de julho.  Mas a crise econômica tem assustado muita gente, em especial, os brasileiros e demais hermanos latino-americanos, que ainda vibram na alegria de ter celebrado com o Papa Francisco a JMJ no Rio de Janeiro, em 2013. Mas será que ainda dá tempo para planejar a viagem (com muita economia) para participar da JMJ Cracóvia?

Para responder a pergunta dos jovens peregrinos que desejam ir à JMJ, mas não sabem se é possível, vamos começar uma série de artigos com informações úteis para você que decidiu ir à Cracóvia. Pedimos ajuda para os voluntários brasileiros que já estão por lá trabalhando no Comitê Organizador Local. O Brasil é o país com maior número de voluntários que estão a serviço da JMJ 2016 -fora a Polônia, claro.

 

À procura por pacotes

Desde agosto de 2013, multiplicaram-se pacotes de peregrinação para a JMJ 2016 por todo o Brasil. Quem começou a economizar cedo e se uniu a caravanas, conseguiu pegar descontos e a grande vantagem do pagamento facilitado junto à agências. Mas, por causa da crise, muitos pacotes de peregrinação para a JMJ estão por um fio, com líderes de caravana procurando novos peregrinos para evitar o cancelamento da viagem. Por isso, a melhor opção para o peregrino inexperiente e que nunca fez uma viagem internacional é entrar em um desses grupos. O melhor (e mais seguro) caminho é procurar informações sobre possíveis grupos perto de você no Setor Juventude ou expressão juvenil da sua diocese.

Passagens aéreas: o grande desafio

Organizar a própria viagem pode fazer o custo total ser menor do que ir com agência de viagem que, com dias adicionais em locais na zona do Euro na União Europeia, pode fazer o pacote ficar bem salgado. Mesmo assim, o principal desafio para quem deseja ir por conta própria é a (temível) compra das passagens aéreas. Cracóvia não é um destino tão popular, por isso vôos do Brasil não são muito acessíveis. São Paulo e Rio de Janeiro são os pontos de partida com o maior número de vôos. Mesmo assim, uma breve pesquisa revela que a média de preços fica em torno de R$ 7 mil (para o período de 24 de julho a 1 de agosto).

A jornalista Fabíola Goulart é voluntária da JMJ desde setembro e aponta um caminho para economizar na hora de procurar as passagens para Europa: “Cracóvia é um destino mais caro mesmo, por isso uma alternativa pode ser comprar bilhetes para destinos próximos como Varsóvia, Berlim, Frankfurt, Praga, Viena e Budapeste. Ir para esses destinos pode fazer o peregrino economizar até três mil reais! Mas exige disposição para enfrentar longas horas em ônibus e trem, o que não deve atrapalhar o peregrino com maior pique.”

Para os que não estão acostumados a viagens para a Europa e não sabem por onde começar a pesquisar, dois sites podem ajudar muito o planejamento. O buscador Skyscanner oferece pesquisa rápida de passagens e consegue encontrar bons descontos, além de ser possível criar alertas para acompanhar os preços, enviados por e-mail cada vez que ele sobe ou fica mais barato.

Já para a segunda parte da viagem, da cidade de destino até Cracóvia, o site Rome2Rio promete te ajudar a procurar a melhor opção entre ônibus, trem, avião e até carro compartilhado. Tudo com as informações do tempo de viagem, média de valores e link para o site da empresa a fazer a reserva da passagem.

Fabíola fez a pesquisa. Abaixo, dá alguns valores e instruções a partir dessas dicas. A pesquisa foi feita no dois sites que mencionamos acima, na manhã do dia 18 de fevereiro, para o período de 24 de julho (domingo) a 2 de agosto (terça-feira) e focou nos resultados até R$5.500.


Varsóvia*:

Vôo de São Paulo –  cerca de R$ 5.200
Vôo de Belo Horizonte – cerca de R$ 5.500

Como chegar a Cracóvia: A opção com melhor custo-benefício é o trem. A viagem na segunda classe custa cerca de 50 zł (zlotys, a moeda local) e leva cerca de 2h30min. Outra opção é o Polski Bus, que custa entre 30 zł e 50 zł, mas a viagem tem duração média de 5 horas.

*Valores calculados para a volta ao Brasil na segunda-feira, dia 1 de agosto, pela proximidade a Cracóvia.


Berlim:

Vôo de São Paulo – cerca de R$3.400
Vôo do Rio de Janeiro – cerca de R$3.500
Vôo de Brasília – cerca de R$4.000

Como chegar a Cracóvia: Aqui também é o trem a melhor opção. A viagem de cerca de 10 horas sai entre 146 zł e 176 zł, porém não é direto (Linhas Intercity e Eurocity). Você pode ver mais informações de preços, horários e conexões no site da Bahn. O ônibus leva quase o mesmo tempo de viagem, mas tem mais opções com variação de preço. Pela Europaplatz a viagem pode ficar entre 290 zł e 410 zł (65€ e 90€), enquanto que pela Agat pode variar entre 200 zł e 300 zł.


Frankfurt:

Vôo de São Paulo – cerca de R$ 3.700
Vôo de Brasília – cerca de R$4.000
Vôo de Salvador – cerca de R$ 4.400
Vôo de Recife – cerca de R$ 4.500

Como chegar a Cracóvia: Aqui há várias opções, mas o ônibus é a mais barata. Há duas opções seguras: o ônibus da Autokar Polska, cujo preço varia de 210 zł a 280 zł, com viagem de cerca de 18 horas; e através da Eurolines, com opção de 250 zł e viagem de 15 horas. O trem demora um pouco menos, 14 horas, mas tem quase o valor de outra passagem de avião entre Frankfurt e Cracóvia: entre 1.218 zł e 1 658 zł.


Viena
:

Vôo de São Paulo – cerca de R$3.400
Vôo de Brasília – cerca de R$4.200
Vôo de Salvador – cerca de R$ 4.400
Vôo do Rio de Janeiro – cerca de R$5.000

Como chegar a Cracóvia: De Viena, o tempo de viagem é quase o mesmo entre trem e ônibus, cerca de 8 horas. De ônibus, com a linha Sindbad, a passagem fica entre 85 zł e 160 zł e é feito sem troca de carro. De trem, há uma troca de trem em Katowice, e tudo fica entre 120 zł e 160 zł.


Praga
:

Vôo de Recife – cerca de R$5.000
Vôo de São Paulo – cerca de R$4.500

Como chegar a Cracóvia: Há uma linha de ônibus direto, por 140 zł, pela empresa tcheca Trans Tempo, com duração de cerca de 9 horas. Uma alternativa é fazer a viagem de trem até a cidade tcheca de Bohumin, próximo à fronteira com a Polônia, e de lá seguir de ônibus para Cracóvia. A viagem dura pouco mais de 7 horas e custa entre 100 zł e 140 zł.

Budapeste:
Vôo de São Paulo – cerca  de R$3.900
Vôo de Fortaleza – cerca de R$4.500
Vôo de Brasília – cerca de R$4.000

Como chegar a Cracóvia: Em Budapeste há várias linhas de ônibus que fazem o trajeto até Cracóvia, como Eurolines, Orange Ways e Sindbad, com preços que variam entre 90 zł e 170 zł (20€ e 40€), com duração em média de 8 horas.

Ainda com dúvidas? Deixe nos comentários!

PS: É bom ficar de olho, porque os preços podem mudar. Tudo que mostramos acima é baseado em pesquisas, e não em acordos ou contratos feitos com as empresas.

 

Fonte: PartiuCracovia.com.br

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais