10 frases do Papa Francisco sobre esporte

Publicado em 13 de junho de 2018 Por Seja o primeiro a comentar!

AP Photo/ Gregorio Borgia

Como muitos já sabem, o Papa Francisco é apaixonado por futebol, sendo até um torcedor de carteirinha (literalmente) do clube San Lorenzo, da capital argentina Buenos Aires. Em diversos momentos, o Santo Padre expressou a importância de todos os esportes para a sociedade, exortando atletas e torcedores a promoverem através dos esportes uma saudável disputa. Com o início da Copa do Mundo de Futebol na Rússia, selecionamos algumas palavras do Papa Francisco, em diversas ocasiões, sobre esporte.

Carteirinha de sócio do time de futebol San Lorenzo de Almagro pertencente ao então cardeal Jorge Maria Bergoglio

1) ”Com o esporte é possível construir a cultura do encontro entre todos, por um mundo de paz. Sonho com o esporte como a prática da dignidade humana transformada em um veículo de fraternidade”. Vídeo-mensagem para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, 2016

2) ”Quando as pessoas lutam para criar uma sociedade mais justa e transparente, estão colaborando com a obra de Deus. No esporte, como na vida, é importante lutar pelo resultado. Mas, jogar bem e com lealdade é ainda mais importante”. Conferência Global sobre Fé e Esporte – “Esporte a Serviço da Humanidade”, 5 de outubro de 2016

3) “O esporte é uma atividade humana de grande valor, capaz de enriquecer a vida das pessoas, do qual podem fruir e alegrar homens e mulheres de várias nações, etnias e pertença religiosa”. Conferência Global sobre Fé e Esporte – “Esporte a Serviço da Humanidade”, 5 de outubro de 2016

4) “O esporte sempre tem grandes histórias para contar sobre pessoas que, graças a ele, saíram da condição de marginalidade e pobreza, das feridas e dos infortúnios. Estas histórias nos mostram como a determinação e o caráter de alguns pode ser motivo de inspiração e de encorajamento para tantas pessoas, em todos os aspectos de suas vidas”. Discurso aos participantes do Torneio “Unified Footbal” e do fórum promovido pela “ Special Olympics”, 13 de outubro de 2017

5) “O jogo deve refletir sobre valores universais que o futebol e o esporte de maneira geral podem favorecer: a lealdade, a partilha, a acolhida, o diálogo, a confiança no outro. Trata-se de valores que igualam as pessoas indiferente de raça, cultura e credo religioso”. Encontro com os jogadores da Partida inter-religiosa pela Paz, 1º de setembro de 2014

6) “Seria triste para o esporte e para a humanidade, se as pessoas não conseguissem mais confiar na verdade dos resultados esportivos, ou se o cinismo e o desencanto prevalecessem sobre o entusiasmo e a participação alegre e desprendida”. Conferência Global sobre Fé e Esporte – “Esporte a Serviço da Humanidade”.  5 de outubro de 2016

7) “Quando o esporte é considerado somente em termos econômicos e, consequentemente, em busca da vitória a qualquer custo, corre-se o risco de reduzir os atletas a um mero produto comercial para obtenção de lucro”. Encontro com a delegação de líderes olímpicos, 23 de outubro de 2013

8) “Penso em muitos meninos e meninos que vivem à margem da sociedade. Conhecemos o entusiasmo das crianças que brincam com uma bola vazia ou feita de trapos nos subúrbios de algumas grandes cidades ou nas ruas de pequenos povoados. Quero encorajar todos – instituições, sociedades esportivas, realidades educativas e sociais, comunidades religiosas – a trabalhar juntos a fim de que estas crianças possam ter acesso ao esporte em condições dignas, especialmente as que foram excluídas por causa da pobreza”. Conferência Global sobre Fé e Esporte – “Esporte a Serviço da Humanidade”, 5 de outubro de 2016

9) ”O esporte é uma das linguagens universais que supera as diferenças culturais, sociais, religiosas e físicas, e consegue unir as pessoas, tornando-as partícipes do mesmo jogo e protagonistas, juntas, de vitórias e derrotas”.  Discurso aos participantes do Torneio “Unified Footbal” e do fórum promovido pela “ Special Olympics”, 13 de outubro de 2017

10) “Na Itália, como também no meu país, na Argentina, corre-se o risco de falar sempre do futebol e de abandonar os outros esportes. Porém, cada disciplina esportiva tem um valor em si, não só físico ou social, mas também moral, enquanto que oferece a possibilidade às pessoas, especialmente aos jovens e moças, de crescer no equilíbrio, no auto-controle, no sacrifício e na lealdade para com os outros”. Discurso aos dirigentes e atletas da Sociedade Esportiva Lazio, 7 de maio de 2015

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais