Cuidado com o próximo é destaque da 12ª Via-Sacra Jovem na Arquidiocese de Juiz de Fora/MG

Cuidado com o próximo é destaque da 12ª Via-Sacra Jovem na Arquidiocese de Juiz de Fora/MG

Na manhã do dia 28 de fevereiro, a Catedral Metropolitana de Juiz de Fora sediou, pela primeira vez, a Santa Missa da Via-Sacra Jovem. A celebração, tradicionalmente realizada na Matriz Nossa Senhora de Fátima, na Cidade Alta, no Segundo Domingo da Quaresma, foi transferida de lugar em razão da pandemia da Covid-19, que impossibilitou a realização da caminhada em direção ao Morro do Cristo.

A Eucaristia foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora/ MG, Dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada pelo Assessor da Pastoral Juvenil, Padre Luiz Roberto Magalhães Leite (Padre Zucka), pelo Vigário Geral da Arquidiocese, Monsenhor Luiz Carlos de Paula, e pelo Administrador Paroquial da Catedral, Padre José de Anchieta Moura Lima. O Diácono Antônio Valentino da Silva Neto serviu ao altar.

A Missa contou com a participação de dezenas de jovens de nossa Igreja Particular. Alguns deles foram responsáveis por carregar a Cruz que foi trazida da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de 2013, entronizada na Catedral no início da celebração. “São milhares de jovens que estão agora conectados conosco na Catedral de Juiz de Fora, representados pelo grupo que aqui está e que ergue agora a Cruz de Cristo. A Cruz vazia, porque Cristo ressuscitou. A Cruz, símbolo da nossa fé, da fé dos nossos jovens”, disse Dom Gil. Outros levaram consigo uma das 15 cruzes que representam as estações da Via-Sacra.

O Arcebispo elogiou a iniciativa da juventude de realizar o evento, mesmo que de forma diferente. “Se a gente não pode fazer da forma que a gente deseja, vamos fazer da forma possível. Os jovens foram muito brilhantes nesse sentido, de se reunirem virtualmente, programarem, sob a coordenação do Padre Zucka, esse dia da Via-Sacra”.

Padre Zucka, por sua vez, ressaltou que o cuidado com o outro foi a maior preocupação para a programação deste ano. “Hoje, a nossa liturgia aqui na Catedral recorda esses jovens que, ao mesmo tempo vivenciam as dificuldades e nos ensinam, junto com Jesus Cristo, a superar esse momento difícil para todos”.

Essa preocupação com o próximo foi justamente o tema da 12ª edição da Via-Sacra, sugestão apresentada pela jovem Aline Ramos Gaspar. “Promover o cuidado é promover aquilo que Jesus Cristo fez ao assumir as nossas dores, os nossos pecados, e se entregar à morte de Cruz. Fazer a Via-Sacra online, fazer esses momentos com distanciamento é um cuidado a exemplo de Cristo; aquilo que Ele fez por nós, devemos fazer aos nossos irmãos”. A coordenadora da Comunidade dos Jovens Missionários Continentais (JMC) e colaboradora da Pastoral Juvenil ainda comenta a Via-Sacra do Cuidado, realizada semanalmente, às sextas-feiras, através das redes sociais. “É algo dialogado, falando de cada tema importante dentro daquilo que Jesus passou na Via-Crucis, e que nos indica que nós devemos fazer com o outro também: o cuidar do caído, o olhar para o outro, para o ferido. Rever os amigos nessas transmissões online é uma forma de matar a saudade dessas pessoas que estão nos representando”, afirmou.

As meditações da 12ª Via-Sacra da Juventude podem ser acompanhadas através do Facebook da Pastoral Juvenil de Juiz de Fora/MG.

Por: Assessoria de Comunicação/Imprensa Arquidiocese de Juiz de Fora/ MG.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email