Tudo que eu senti: o Bom Ladrão, sinal de conversão e confiança

Tudo que eu senti: o Bom Ladrão, sinal de conversão e confiança

Hoje, no terceiro episódio da Série “Tudo que eu senti” (TQS), vemos um sinal de esperança e conversão no exemplo do Bom Ladrão. Um homem que tocado pelo silêncio de Cristo, sentiu-se verdadeiramente amado e nos últimos instantes de sua vida sentiu a misericórdia infinita de Deus.

Ao lembrar desta passagem, o Papa Francisco disse, “o bom ladrão recorda a atitude fundamental que abre à confiança em Deus: a consciência da sua onipotência e da sua infinita bondade” e isto “ajuda a dar espaço a Deus e a confiar em sua misericórdia”.

Neste dia, ao nos aproximarmos da cruz em veneração que possamos refletir, onde eu deposito a minha confiança? Me sinto verdadeiramente amado por Deus? Que cada um/uma de nós possa sentir, assim como o Bom Ladrão o Amor de Deus que invade os nossos corações… Ainda é tempo, que em nossa pequenez possamos repetir o pedido: “Jesus, lembra-Te de mim quando estiveres no Teu reino!”

Por Valesca Montenegro, redação Jovens Conectados

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email