Símbolos da JMJ na Diocese de Barra do Piraí-Volta Redonda

Publicado em 14 de maio de 2013 Por 1 Comentário


De 21 a 28 de abril, os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), a Cruz e o ícone de Nossa Senhora, estiveram em peregrinação na Diocese de Barra do Piraí-Volta Redonda, no Estado do Rio de Janeiro. Depois de iniciar a peregrinação em Itatiaia, os símbolos passaram pelas cidades de Resende, Quatis, Porto Real, Barra Mansa e Rio Claro.

No dia 27 de abril, cerca de 30 mil pessoas participaram do Bote Fé, em Volta Redonda. Os símbolos foram acolhidos na Comunidade Eclesial de Base (CEB) Nossa Senhora da Conceição, no bairro Conforto, com muita vibração. Em caminhada até a Praça Juarez Antunes, foram lembradas as cruzes da juventude, com o desemprego e o martírio dos jovens trabalhadores: William, Barroso e Valmir, em frente ao Memorial 9 de Novembro.

A peregrinação foi até a Casa de Custódia Dr. Franz de Castro, onde os encarcerados puderam tocar nos símbolos, e também junto aos enfermos do Hospital São João Batista. Na Praça Sávio Gama, milhares de jovens caminharam três quilômetros com os símbolos até ao Pavilhão da Ilha São João, onde Dom Francisco Biasin presidiu a Eucaristia. Na homilia, Dom Biasin destacou o chamado missionário de cada cristão para renovar a Igreja e a humanidade.

“Não podemos descrever a alegria que estamos sentindo. Algo de novo está acontecendo em nossa diocese. Agradeço a todos que trabalharam para que esta semana fosse de renovação espiritual, em especial, os presbíteros e as comunidades eclesiais. Tenho certeza de que a partir de agora todos nós estamos animados para acolher e trabalhar pela juventude”, disse. Após a missa, houve show com o padre Fábio de Melo, que lançou seu novo CD, “Estou aqui”.

Depois do show, houve carreata até a comunidade São Francisco, que teve a realização de Via-Sacra até a comunidade São Sebastião, com vigília eucarística.

Piraí

Nos dia 25 e 26 de abril, os símbolos peregrinaram pela cidade de Barra do Piraí, sendo inicialmente recebidos por jovens do Setor Santanésia, em frente à Casa da Juventude. A peregrinação seguiu pelo centro da cidade, passando pela Santa Casa, Ciep e bairro Química, e foi aguardada com alegria por estudantes no Setor Santa Teresinha.

Com a animação dos padres Antônio Alves de Melo e Miguel da Silva, houve carreata até a Catedral de Santana, onde foi rezado o Ofício Divino das Comunidades, que teve a participação do padre Paulo Quiquita.

Na parte da tarde, a carreata percorreu vários bairros, visitando colégios e obras sociais. No Colégio Estadual Nilo Peçanha, houve momentos de oração, danças e a explicação dos símbolos.

No Morro do Gama, bairro Boa Sorte, a Cruz e o ícone de Nossa Senhora chamaram a atenção dos moradores. A peregrinação contou com a participação de professores e estudantes do Colégio Medianeira, onde foram realizados momentos de oração. A peregrinação terminou na Igreja de São Benedito, com missa presidida pelo bispo diocesano Dom Francisco Biasin, encerrando com vigília.

Volta Redonda
No dia 27 de abril, cerca de 30 mil pessoas participaram do Bote Fé, em Volta Redonda. Os símbolos foram acolhidos na Comunidade Eclesial de Base (CEB) Nossa Senhora da Conceição, no bairro Conforto, com muita vibração. Em caminhada até a Praça Juarez Antunes, foram lembradas as cruzes da juventude, com o desemprego e o martírio dos jovens trabalhadores: William, Barroso e Valmir, em frente ao Memorial 9 de Novembro.

A peregrinação foi até a Casa de Custódia Dr. Franz de Castro, onde os encarcerados puderam tocar nos símbolos, e também junto aos enfermos do Hospital São João Batista.

Na Praça Sávio Gama, milhares de jovens caminharam três quilômetros com os símbolos até ao Pavilhão da Ilha São João, onde Dom Francisco Biasin presidiu a Eucaristia.

Na homilia, Dom Biasin destacou o chamado missionário de cada cristão para renovar a Igreja e a humanidade. “Não podemos descrever a alegria que estamos sentindo. Algo de novo está acontecendo em nossa diocese. Agradeço a todos que trabalharam para que esta semana fosse de renovação espiritual, em especial, os presbíteros e as comunidades eclesiais. Tenho certeza de que a partir de agora todos nós estamos animados para acolher e trabalhar pela juventude”, disse. Após a missa, houve show com o padre Fábio de Melo, que lançou seu novo CD, “Estou aqui”.

Depois do show, houve carreata até a comunidade São Francisco, que teve a realização de Via-Sacra até a comunidade São Sebastião, com vigília eucarística.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais