Relato da JMJ Madri por ganhadora de concurso cultural

Publicado em 20 de agosto de 2012 Por Seja o primeiro a comentar!

Não costumo ser muito sentimental e essas coisas, mas não pude deixar de reparar que hoje faz um ano que graças a Deus e aos Jovens Conectados eu comecei se não a maior, uma das maiores e melhores aventuras/experiências da minha vida. Foi tudo muito rápido até chegar lá, uma surpresa muito grande e muito boa, e claro, inesquecível. Há um ano atrás eu estava partindo para uma Jornada que, mal sabia eu, mudaria minha vida de forma significativa e que me encheria de fé, motivação, perseverança, esperança e uma força nova pra viver, talvez não ‘nova’ pra falar a verdade, mas uma renovação, um impulso pra fazer algo de diferente e inspirado por tudo que passei durante a Jornada Mundial da Juventude 2011 em Madrid.

Fiz amigos incríveis, conheci pessoas maravilhosas, que passaram umas alguns dias, outras alguns segundos, mas que deixaram de alguma forma uma marca em mim e eu sou muito feliz por ter tido a oportunidade de conhecer todos eles. Cada um de um canto do Brasil com a sua realidade, seu grupo, seus valores, mas unidos pelo mesmo motivo, por Deus e pela fé, buscando não só uma ‘aventura’, mas principalmente um crescimento pessoal e profundo. Amigos, não esqueço de nenhum de vocês! Sou muito feliz por ter conhecido vocês! Aprendi muita coisa nessa JMJ tanto a partir de experiências muito boas, maravilhooosas e ricas, quanto de momentos mais complicados e decisões não tão inteligentes da minha parte (o que faz parte da vida de qualquer pessoa) e acredito que ela tenha dado muitos frutos e vai continuar a dar, assim como a JMJ Rio 2013 dará, com certeza. A Jornada Mundial da Juventude de Madri, como dizia seu tema, fez com que minha fé ficasse mais firme e fortalecida, enraizada principalmente num momento em que ela estava fraquejando.

Ver como nossa Igreja Católica Apostólica Romana é enorme, se expressa de várias formas, mas a unidade é absurda, por mais diferentes que as culturas de todos os povos lá participantes fossem completamente diferentes, existia uma unidade que reunia todos e fazia com que todos pudessem se entender, mesmo em línguas diferentes, sem conflitos, brigas, preconceitos, tudo na mais perfeita paz e harmonia. Ver milhões de jovens reunidos por esse mesmo motivo é uma experiência única e incrível, é a juventude católica, atuante, presente, querendo mudar o mundo, transformá-lo num lugar melhor e firmes e enraizados na fé.

Eu poderia escrever eternamente por aqui, e agradeço todos os dias por ter tido essa oportunidade e peço para que muitas pessoas possam ter essa experiência e se sentir como eu me senti, essa felicidade plena, o sentimento de união na diversidade e de amor ao próximo a todo momento, onde você vê Deus no olhar de cada peregrino que passa por você ou interage. Se eu pudesse pedir pra voltar no tempo, com certeza a JMJ 2011 seria uma das minhas primeiras opções, mas o momento agora é de refletir sobre o passado e fazer o futuro! Peço para que a JMJ Rio 2013 consiga proporcionar isso para muitas pessoas ainda e que traga muitos frutos. Nos vemos em julho de 2013 aqui no Rio de Janeiro!

Mariana Carvalho

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais