“Prêmio Papa João Paulo II” será entregue a jovens irlandeses

Publicado em 4 de fevereiro de 2020 Por Seja o primeiro a comentar!

O prêmio convida a “pensar além de si mesmo e das próprias necessidades”, convida a chegar até o próximo, partindo do conhecimento profundo “da pessoa de Jesus e dos seus ensinamentos”, afirma o arcebispo Diarmuid Martin.

 

O Papa polonês num de seus encontros com os jovens – Sala Paulo VI em 28/03/1986. (Vatican News)

Nesta terça-feira (4), na Igreja de São Paulo que fica em Arran Quay, em Dublin, será entregue o Prêmio Papa João Paulo II, promovido pelo Escritório para a Evangelização e o Ecumenismo da Arquidiocese local. O reconhecimento será entregue a jovens de idade entre 16 e 18 anos, que se destacaram em ajudar outros jovens a melhorar o desenvolvimento espiritual, físico, emotivo e social através da participação em atividades escolásticas, paroquiais e comunitárias.

Prêmio Papa João Paulo II
O prêmio, intitulado ao Papa polonês, permite aos jovens ter maior conhecimento em mérito ao ensino e ao papel da Igreja católica no mundo e de se empenhar com Cristo de maneira profunda. Segundo o arcebispo Diarmuid Martin, “a Igreja da Arquidiocese de Dublin precisa e acolhe a contribuição dos jovens e deve se enriquecer quanto mais acolher o idealismo e a generosidade que caracterizam as jovens gerações”.

O reconhecimento oferece a oportunidade de aprender a servir e a desenvolver as capacidades de um líder cristão, convida a “pensar além de si mesmo e das próprias necessidades”, convida a chegar até o próximo, partindo do conhecimento profundo “da pessoa de Jesus e dos seus ensinamentos”; convida a utilizar o próprio talento “com entusiasmo e energia em benefício de todos”.

O exemplo polonês de fé
Esse prêmio, prossegue o arcebispo, é dedicado à memória de São João Paulo II que demonstrou grande amor e confiança nas jovens gerações. O Papa polonês se aproximou a elas constantemente com a sua fé e o seu entusiasmo, mesmo quando idoso, para propor a mensagem de compromisso com Jesus Cristo. Como aconteceu no ano de 2000, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, em Roma, quando se dirigiu a mais de 1 milhão de jovens e disse: “se forem aquilo que devem ser, vocês vão incendiar o mundo!”.

Por: Vatican News.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais