Observatório Juventudes lança carta de apoio à aprovação imediata do Estatuto da Juventude

Publicado em 3 de abril de 2013 Por Seja o primeiro a comentar!

O Observatório Juventudes da PUCRS lançou, no dia 27 de março, uma carta de apoio à aprovação imediata do Estatuto da Juventude. A primeira versão do estatuto foi lançada em 2004 e passou por diversas instâncias governamentais e da sociedade civil ao longo desses nove anos. O mesmo servirá como uma espécie de Carta de Direitos, que contribuirá para nortear as Políticas Públicas de Juventudes em todo o território nacional.

O estatuto foi aprovado na Câmara Federal em 2011 e agora tramitará na Comissão de Assuntos Sociais e no Plenário do Senado Nacional (previsto para o dia 10 de abril). Entidades ligadas a segmentos juvenis estão realizando em diversas cidades a “Jornada de lutas da juventude brasileira” e esperam a participação de um expressivo número de jovens em Brasília para acompanhar a apreciação e votação no senado.

Para o coordenador do Observatório, José Jair Ribeiro (Zeca), “a aprovação do Estatuto da Juventude é um passo muito importante para olhar as juventudes como sujeito de direitos e não mais como problema; como portadora de uma pauta de políticas públicas próprias e não mais a mercê de decisões somente partidárias. Enfim, é um marco decisório para todas as juventudes do Brasil”.

O Ir. Dionísio Roberto Rodrigues, coordenador da Pastoral da Província Marista do Rio Grande do Sul, enfatiza que a Instituição Marista nasceu num contexto sócio-político conturbado, caracterizado pelo abandono da infância e da juventude e que teve em Marcelino Champagnat a inspiração para a fundação uma obra voltada para atender estas necessidades.

Destaca ainda que a defesa dos direitos das juventudes está em consonância com as diretrizes do XXI Capítulo Geral dos Irmãos Maristas que nos convida a “ver o mundo com os olhos das crianças e jovens pobres” e a “converter-nos” em peritos e defensores dos direitos das crianças e jovens pobres de maneira valente e profética, nos espaços onde são definidas as políticas públicas” (Carta do XXI Capítulo Geral, Apelo C, p. 14-15).

A mobilização em torno da aprovação do Estatuto da Juventude é um compromisso que todos os educadores maristas são convidados a participarem, de modo especial neste ano de 2013, em que os jovens são tema da Campanha da Fraternidade e o foco da Jornada Mundial da Juventude.

É possível acompanhar os próximos passos para a aprovação do Estatuto da Juventude através do site do Conselho Nacional de Juventude – CONJUVE.

Por Observatório Juventudes PUC-RS

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais