Observatório Internacional da Juventude se reúne pela primeira vez

Os membros do chamado “Observatório Internacional da Juventude” se reuniram pela primeira vez em uma reunião online, no sábado, 16 de maio, com a presença do Cardeal Kevin Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, Família e Vida. A primeira reunião deste grupo deveria ter sido realizada em Roma, de 6 a 7 de abril de 2020, mas devido à pandemia de Covid-2019 ocorreu de forma online.

Primeiro encontro do Observatório Internacional da Juventude (Foto – Reprodução: Fazenda da Esperança).

Lucas Ricardo Marçal Ramos, 23 anos, membro da Fazenda da Esperança, é o representante brasileiro neste grupo.

“Estávamos ansiosos pelo nosso primeiro encontro em Roma, mas devido à pandemia fizemos de forma online. A expectativa era grande e mesmo o Cardeal Kevin Farrell fez questão de marcar presença e dizer que a Igreja conta com nossa colaboração. Fica até difícil explicar em palavras o que significa participar deste Organismo, mas tenho consciência que é uma grande responsabilidade e uma missão particular que Deus me confiou. Não tenho dúvidas que é uma oportunidade de colaborar com o Santo Padre e com o Dicastério por meio das diversas experiências que a nossa Pastoral Juvenil já realiza em todo nosso país. Estou disposto e gostaria muito que as juventudes do Brasil pudessem se sentir representadas”, diz Lucas.

Além de ser Família da Esperança, Lucas também é @Conectado – ele conta que descobriu seu caminho vocacional através de uma matéria no site Jovens Conectados.

Como surgiu o ‘Corpo Consultivo Internacional da Juventude’?

O ‘Corpo Consultivo Internacional da Juventude’, também chamado de “Observatório”, tem como principal tarefa apoiar o Santo Padre e o Dicastério em sua missão, a fim de ajudar muitos outros jovens ao redor do mundo a encontrar Cristo, “companheiro e amigo da juventude” (ChV 34).

Lucas participou do primeiro encontro online (Foto-Reprodução Fazenda da Esperança).

O Documento Final do Sínodo de 2018, dedicado aos jovens, solicitou que “a atividade do Escritório da Juventude no Dicastério para os Leigos, a Família e Vida fosse fortalecido, principalmente através da constituição de um órgão para representar os jovens em nível internacional” (nº 123). Em outubro de 2019, o Dicastério criou o Corpo Consultivo Internacional da Juventude (International Youth Advisory Body – IYAB), nomeando 20 jovens de diferentes partes do mundo, com base nos conhecimentos adquiridos durante o processo sinodal. Suas Conferências Episcopais foram consultadas e deram uma opinião favorável. Lucas é o único brasileiro.

Na prática eles podem apresentar ao Dicastério as ideias e iniciativas dos jovens, suas expectativas, os tópicos de que se preocupam; trabalhar em estreita colaboração com o Dicastério na análise de questões relacionadas à Pastoral Juvenil e outros tópicos importantes na vida dos jovens; e ainda encontrar formas e meios eficazes de comunicar aos jovens os conteúdos e projetos.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email