Observatório Internacional da Juventude se reúne pela primeira vez

Publicado em 18 de maio de 2020 Por Seja o primeiro a comentar!

Os membros do chamado “Observatório Internacional da Juventude” se reuniram pela primeira vez em uma reunião online, no sábado, 16 de maio, com a presença do Cardeal Kevin Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, Família e Vida. A primeira reunião deste grupo deveria ter sido realizada em Roma, de 6 a 7 de abril de 2020, mas devido à pandemia de Covid-2019 ocorreu de forma online.

Primeiro encontro do Observatório Internacional da Juventude (Foto – Reprodução: Fazenda da Esperança).

Lucas Ricardo Marçal Ramos, 23 anos, membro da Fazenda da Esperança, é o representante brasileiro neste grupo.

“Estávamos ansiosos pelo nosso primeiro encontro em Roma, mas devido à pandemia fizemos de forma online. A expectativa era grande e mesmo o Cardeal Kevin Farrell fez questão de marcar presença e dizer que a Igreja conta com nossa colaboração. Fica até difícil explicar em palavras o que significa participar deste Organismo, mas tenho consciência que é uma grande responsabilidade e uma missão particular que Deus me confiou. Não tenho dúvidas que é uma oportunidade de colaborar com o Santo Padre e com o Dicastério por meio das diversas experiências que a nossa Pastoral Juvenil já realiza em todo nosso país. Estou disposto e gostaria muito que as juventudes do Brasil pudessem se sentir representadas”, diz Lucas.

Além de ser Família da Esperança, Lucas também é @Conectado – ele conta que descobriu seu caminho vocacional através de uma matéria no site Jovens Conectados.

Como surgiu o ‘Corpo Consultivo Internacional da Juventude’?

O ‘Corpo Consultivo Internacional da Juventude’, também chamado de “Observatório”, tem como principal tarefa apoiar o Santo Padre e o Dicastério em sua missão, a fim de ajudar muitos outros jovens ao redor do mundo a encontrar Cristo, “companheiro e amigo da juventude” (ChV 34).

Lucas participou do primeiro encontro online (Foto-Reprodução Fazenda da Esperança).

O Documento Final do Sínodo de 2018, dedicado aos jovens, solicitou que “a atividade do Escritório da Juventude no Dicastério para os Leigos, a Família e Vida fosse fortalecido, principalmente através da constituição de um órgão para representar os jovens em nível internacional” (nº 123). Em outubro de 2019, o Dicastério criou o Corpo Consultivo Internacional da Juventude (International Youth Advisory Body – IYAB), nomeando 20 jovens de diferentes partes do mundo, com base nos conhecimentos adquiridos durante o processo sinodal. Suas Conferências Episcopais foram consultadas e deram uma opinião favorável. Lucas é o único brasileiro.

Na prática eles podem apresentar ao Dicastério as ideias e iniciativas dos jovens, suas expectativas, os tópicos de que se preocupam; trabalhar em estreita colaboração com o Dicastério na análise de questões relacionadas à Pastoral Juvenil e outros tópicos importantes na vida dos jovens; e ainda encontrar formas e meios eficazes de comunicar aos jovens os conteúdos e projetos.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais