O que me renova: uma boa Confissão!

Publicado em 1 de março de 2020 Por Seja o primeiro a comentar!

O que me renova: Uma boa Confissão!
Uma boa confissão! Ah, uma boa confissão… Isso sim sempre nos renova! Renova o nosso interior, a nossa vida inteira… Num curto espaço de tempo, somos preenchidos de uma paz imensa, fruto do perdão do Senhor.

Diz-nos o Papa Francisco, na Exortação Apostólica “Christus Vivit” (123):  “Olha os braços abertos de Cristo Crucificado, deixa-te salvar sempre de novo. E quando te aproximas para confessar teus pecados, acredite firmemente em sua misericórdia, que te liberta da culpa. Contempla seu sangue derramado com tanto carinho e deixa-te purificar por ele. Assim, poderás renascer sempre de novo”. Nas palavras do Papa, enxergamos que é o próprio Senhor que nos chama ao Sacramento da reconciliação e insiste em nos chamar porque quer nos renovar.

Tens medo de se confessar? Ou mesmo vergonha? Vou dizer-te algo: O Senhor nos encoraja a sermos valentes e a enfrentarmos os nossos medos, inclusive o da confissão! É preciso saber, antes de tudo, que o perdão de Deus não se esgota para todo aquele que se arrepende de seu pecado, pois Ele não quer a morte do pecador, mas que ele volte e tenha vida (Ez 18,23). Depois, o Sacramento da reconciliação nos impele a uma revisão de vida (exame de consciência), para observarmos o que fizemos que desagradou ao Senhor e ao seu projeto de vida para nós e isto é um ganho enorme, pois podemos mudar os nossos caminhos e alinhar nossos planos aos planos de Deus.

Então é isso, Confissão pra hoje! Num ímpeto de vontade, dizer para si mesmo: “Vou fazer meu exame de consciência, procurar o padre e me confessar!”. Sua Quaresma começará de um jeito novo. Sua vida, na verdade, será toda renovada, pois se confessar é ser abraçado por um Amor que não se esgota. E quem não quer um abraço desse? Cristo te espera na pessoa do sacerdote, no confessionário, naquela igreja que você sempre entra para rezar… Vá ao encontro Dele, pois isto, com certeza, vai te renovar.

Por Maurício Lucena, da Redação do Jovens Conectados.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais