Minha amiga Chiara Luce

Publicado em 29 de outubro de 2014 Por Seja o primeiro a comentar!

chiarax

Conheça mais sobre sua história e como ela tem influenciado a vida de milhares de jovens

A vida da jovem beata italiana Chiara (Luce) Badano inspira milhares de jovens no mundo. Tendo sua memória litúrgica no dia 29 de outubro, data de seu nascimento, ela praticava esportes, gostava de viajar, fazer amigos, era amante das artes, dona de um sorriso doce, vontade de mudar o mundo e coração entregue a Jesus.

Membro do Movimento dos Focolares, Chiara estava sempre em oração e buscava encontrar “Jesus Abandonado” nos pobres, deficientes, drogados, nas pessoas que a sociedade deixava à margem e esquecia.

Aos 17 anos, durante uma partida de tênis, sentiu uma dor no ombro esquerdo, tão forte que não conseguiu segurar a raquete. Exames clínicos e internamentos revelam o triste diagnóstico: um câncer raro.

Conhecida a notícia e voltando para casa, pediu à mãe que não lhe fizesse perguntas. Passados 25 minutos de silêncio e entrega, venceu a graça: “Agora podes falar, mãe”, enquanto ao seu rosto volta o sorriso luminoso de sempre. Disse o seu sim a Jesus, e não mais voltou atrás.

Fruto dessa entrega, ela nunca desanimou perante a doença e sempre dizia “Se assim o queres, Jesus, também eu o quero”. Mesmo nos momentos de dor, acolhia e ouvia todos os que dela se aproximavam; fazia seus gestos de amor por Jesus Abandonado, embora houvesse fragilidade e o empecilho imposto pelo câncer.

Em 7 de outubro de 1990, aos 18 anos foi encontrar seu maior tesouro: Jesus Cristo. E aos jovens deixou uma mensagem de esperança e coragem: “Gostaria de lhes passar a chama como nas Olimpíadas, porque a vida é só uma e vale a pena gastá-la bem”.

Devoção

Ilze atualiza a fanpage da Beata no Brasil

Ilze atualiza a fanpage da Beata no Brasil

No Brasil, especialmente após a Jornada Mundial da Juventude Rio de Janeiro, na qual ela foi uma das intercessoras, a devoção à beata se espalhou. Um dos meios utilizados para disseminar a luz de Chiara foram as redes sociais. A capixaba Ilza Maria, conheceu a história de Chiara através do programa Revolução Jesus, em 2012, e logo depois leu sua biografia.

Naquele momento, a mãe passava pelo câncer e a história da jovem a ajudou caminhar com fé. “Muito do meu amadurecimento quanto à morte, sofrimento foi pela intercessão da Chiara. Quando minha mãe veio a falecer no ano seguinte, eu não sei como seria se eu não tivesse mergulhado profundamente na vida da Chiaretta, nisso, eu senti em meu coração a vontade de fazer uma fanpage, visto, que não havia uma página brasileira”, conta.

Para ela, a identificação dos jovens com a vida de Chiara se deve à sua coragem em enfrentar a doença, dando seu sim absoluto a Deus, testemunhando de que é possível ser santo nos dias de hoje e sobretudo, o amor transmitido de forma simples e profunda.

A preparação para a festa da beata aconteceu de forma intensa, através de uma novena, a mesma que é rezada no mundo todo, com a mobilização de milhares de jovens. “Tivemos a graça de uma participação intensa dos amigos devotos, que nos enviaram fotos de seus altares e de grupos que rezaram juntos a novena e hoje dia 29, algumas paróquias celebram a festa, com a Santa Missa”, diz.

Testemunhos

Passados 24 anos de sua morte, a luz de Chiara, ilumina milhares de jovens no mundo todo, que a seu exemplo encontram forças para carregar suas cruzes, serem fiéis no cotidiano e perseverarem no Evangelho.
Conheça o testemunho de alguns deles espalhados por todo o Brasil.
Amar sempre

Luciana, em encontro com Rugero e Maria Teresa, os pais de Chiara

Luciana, em encontro com Rugero e Maria Teresa, os pais de Chiara

Não me lembro quando foi a primeira vez que ouvi falar da Beata Chiara Luce, mas conheci melhor a história dela por conta da JMJ Rio 2013, porque ela era uma das intercessoras, e durante o evento, fui ver o testemunho dos pais dela e um musical. Me lembro o quanto me chamou atenção quando o pai dela disse que rezou por 11 anos para Tereza, sua mãe, engravidasse. Pensei, nossa, rezou 11 anos e depois tudo o que aconteceu, quanta provação. Ai, neste ano, eu ia para a Itália e fiquei sabendo que encontraria com os pais dela. Nem podia imaginar o quanto isso mudaria minha relação com a Clarinha. A experiência de conversar com os pais dela, ver a maneira como eles falam da filha e, principalmente, da intensa relação que mantém com a filha, mesmo com ela na eternidade, me tocou muito. Voltando ao Brasil e partilhando sobre a vida da Chiara sempre com meu amigo, que me proporcionou esse encontro, só intensificou ainda mais a minha relação com ela. E hoje, o que tenho e o que mais toca em relação a Clarinha é nosso amor comum a Deus, a Eucaristia, e que o mais importante de tudo é AMAR, mesmo que não seja recíproco, mesmo que você tenha medo, mesmo que você esteja na dificuldade, o AMOR supera tudo, até porque no mínimo você já tem o AMOR de DEUS, que preenche.
Luciana Martins, São Paulo SP

Um exemplo
Aprendi com Chiara Luce a sacralidade e fidelidade à vontade de Deus! A frase dela que traduz isso é: “Lo vuoi Tu, lo voglio anche’io”, ou seja, ” Se Tu queres, eu também quero!”. Lembro sempre dela como exemplo de amor pela juventude!
Vanessa Robaskievicz, Ponta Grossa PR

Santos de hoje
Chiara Luce é um exemplo de esperança de que podemos ser santos nos dias de hoje. Era uma garota simples, com dores e alegrias típicas de todos nós jovens. Sempre que me lembro de sua vida, sinto um grande impulso de recomeçar e seguir a Deus.
Nathalia Borges, Belém PA

Entrega a Deus
Com o testemunho de vida da Beata Chiara, aprendi a dar o meu “sim” a Deus nos momentos mais difíceis. Pois como diz a Sagrada Escritura: “Entrega a tua vida ao Senhor. Confie nEle. E tudo Ele o fará
Riad Ribeiro, Rio de Janeiro RJ

jessicaMinha amiga
Conheci a Chiara e logo me identifiquei, porque assim como ela também tenho um câncer raro. Eu também amo esportes, tenho muitos amigos e mesmo com as dificuldades estou sempre confiando em Deus. Bastou assistir o documentário e ler o livro, para que nós duas nos tornássemos grandes amigas, já que temos histórias muito parecidas. Já recebi muitas graças pela intercessão da Chiara. Gostaria de contar uma que aconteceu recentemente: na véspera do aniversário de morte dela, minha mãe sonhou com uma moça que dizia querer me dar um presente; no sonho, minha mãe sugeriu um livro, pois gosto muito de ler, mas a “moça” disse que não, que daria outro presente. Quando minha mãe me contou o sonho e me falou as características dessa menina, eu logo mostrei a foto da Chiara e ela ficou arrepiada dizendo que era a mesma pessoa. No dia anterior meu médico tinha receitado um suplemento, mas estávamos sem condições para comprar e ninguém sabia dessa necessidade. Passados algumas horas, um senhor veio até a minha casa e entregou o suplemento sem nenhuma explicação. Lembrei da promessa da Chiara no sonho e fiquei muito feliz. A beata Chiara me ensina a ser sempre grata, mesmo com dores e as inúmeras internações, sou feliz, porque assim como ela, tenho sempre o amor de Jesus.
Jéssica Salgado, Anápolis GO

Tempo de amar
Todos aqueles que caminham para Deus tem em seu horizonte algo que os guia, que os eleva e que os faz lembrar o tempo todo o quão preciosa é essa busca. Chiara Luce tem sido a luz que me mostrou nos momentos mais difíceis o quanto é preciso encontrar-nos outros nosso próprio Jesus. Doar ao próximo amor tal que se assemelha ao amor que temos por Jesus. Quando ouvi da boca de Chiara Luce que “temos uma vida só e é preciso usá-la bem” me dei conta de que o único momento que tenho para amar o próximo é agora. Assim, caminhar em busca da santidade com Chiara me mostra que em pleno Século XXI a santidade que deve ser alcançada coletivamente. Essa é a graça que ela me traz e que compartilha sem segredos.
Rafael Volpe, São Paulo SP

1901849_945837242098095_2913397661144641537_nToda de Deus
Chiara Luce me ensina a ser toda de Deus sendo inteiramente jovem! Amando cada pessoa que vejo, me esforçando nos estudos, buscando praticar esportes, me relacionando com amigos e família. Ela me inspira ser melhor a cada dia, nas rotinas e sutilezas da vida. Tornando sagrado aquilo que, aos olhos de muitos é algo simples e corriqueiro como, por exemplo, um verdadeiro e profundo sorriso ao desejar bom dia.
Letícia Cristina, Juiz de Fora MG

 

Cinco minutos
Com Chiara Luce, aprendi a ser mais fiel à Vontade de Deus, desde as coisas mais simples até as mais difíceis. Pude reconhecer que tudo é Amor de Deus. Há uns anos atrás descobri que minha mãe estava com um câncer, e precisaria fazer uma cirurgia muito delicada, ‘ela tem grandes chances de não suportar a cirurgia’, nos disse o médico. Naquele momento me senti como Chiara Luce quando descobriu a sua doença, como ela, eu também tive uns cinco minutos de silêncio, mas não era um silêncio somente de se calar, mas de no coração sentir a possibilidade da perda e com uma única pergunta na cabeça: “Por que Deus?” Acho que foram os piores e mais bonitos cinco minutos da minha vida. Tentei com todas as minhas forças entender qual era a Vontade de Deus para minha família naquele momento e, naquela dor poder dar um sim convicto como Chiara havia feito, um sim repleto de amor e alegria. Foi muito difícil. No final do dia, contei a história de Chiara para minha mãe e ela me disse que precisava ser forte como ela e que deveríamos rezar para que fosse assim, que esse momento só fosse de alegria, nada além disso. A serenidade dela e a disponibilidade de também fazer a Vontade de Deus me converteram. Um mês depois minha mãe faleceu, não chegou a fazer a cirurgia, naquele momento só sentia de dizer como Chiara, “Se tu queres Jesus, eu também quero!”, sentia uma paz muito grande, porque assim como Chiara tinha experimentado esse Amor de Deus. E desde então, tem sido assim.
Valesca Montenegro, São Paulo SP

Por: Maria Amélia Saad

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais