Jovens de Pinheiro (MA) se alegram com peregrinação dos símbolos da JMJ

Publicado em 30 de abril de 2012 Por Seja o primeiro a comentar!

bote_fe_pinheiro

A caminhada com a Cruz dos Jovens e o Ícone de Maria seguiu para a Igreja Matriz de Turilândia com uma grande participação do povo e com um sol quente, mas todos firmes na caminhada. Na chegada houve acolhida com cantos, danças e orações. Os símbolos seguiram então para para as áreas pastorais de São Jorge de Areia Branca e São Paulo Apóstolo em Serrano do Maranhão e para as paróquias de São Sebastião em Bacuri e do Santíssimo Salvador em Apicum–Açu, sempre com grande presença de paroquianos.

Durante a vigília, os jovens da Paróquia de São João Batista em Cururupu ficaram com os símbolos na praça da cidade.

No dia seguinte, os símbolos foram para pelas ruas da cidade, com pararas em escolas e no presídio, debaixo de um sol escaldante das 10h. Na tarde do dia 24, houve apresentações, músicas e orações dos membros das paróquias ali reunidas. As 18hs foi celebrada uma missa seguida de uma vigília organizada pela Renovação Carismática.

A Fazenda do Amor Misericordioso, onde 40 jovens dependentes químicos se tratam, foi o primeiro destino da Cruz e do Ícone no dia 25. Os símbolos foram levados para a capela onde foi feita uma celebração com depoimentos e musicas cantadas pelos jovens, emocionando os membros da Pastoral da Sobriedade e convidados. NA cidade de São Bento, os presos da delegacia se emocionaram e rezaram próximos aos símbolos da JMJ. Logo em seguida foram levados para a praça publica onde houve shows com a participação das paróquias e artistas locais. Às 18h foi celebrada a missa pelo pároco de São Bento, padre João Batista Franzoni. Logo em seguida foi realizado um show com padre Ribamar Rodrigues da Paróquia de Pinheiro.

A Cruz e o Ícone chegaram à cidade de Pinheiro, na ponte José Sarney. Na caminhada para a paróquia, a peregrinação passou pelo Hospital Regional Dr. Antenor Abreu e a emoção vinda por todos de uma senhora numa cadeira de rodas em querer tocar nos símbolos, demonstrando publicamente sua fé, e lutando com as dificuldades.

As 10h da manha do dia 26, houve três missas em diferentes locais da cidade de Pinheiro. No fim da última missa, a queima de fogos encantou a todos ao som de “Emanuel”, hino da Jornada de 2000 na Itália, logo em seguida noite cultural com apresentações das paróquias e shows com Pe, Ribamar Rodrigues. As 23h, houve Via Sacra da Ressurreição com velas acesas em direção a Igreja Imaculada Conceição no centro da cidade, cada parada dramatizada por uma comunidade da paróquia.

O último dia de peregrinação por Pinheiro começou com uma missa com a presença dos internos da Fazenda do Amor Misericordioso onde cantaram as musicas da missa e a assembléia emocionada se despedia dos símbolos. No fim da missa, os símbolos foram desmontados e seguiram rumo a Arquidiocese de São Luis.

Com informações de Arthur Aurélio Abreu Silva

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais