Jornada da Juventude Católica da Diocese de Petrópolis reúne em Magé mais de cinco mil jovens

Jornada da Juventude Católica da Diocese de Petrópolis reúne em Magé mais de cinco mil jovens

Com palestra do missionário e cantor católico, Dunga e missa presidida pelo Bispo da Diocese de Petrópolis, Dom Gregório Paixão (OSB), teve inicio na noite da última quinta-feira (26), a Jornada Diocesana da Juventude 2018 (JDJ/2018), na cidade de Magé, com organização do Decanato São José de Anchieta, que reúne as paróquias localizadas nos municípios de Magé Guapimirim. A Jornada termina somente domingo, com a realização do Adorai, reunindo em Magé mais de cinco mil pessoas.

Bispo da Diocese de Petrópolis, Dom Gregório Paixão (OSB), presidiu a missa de abertura do evento.

Os jovens, representando todas as paróquias da Diocese e de outras reuniões, começaram a chegar por volta das 17h, fizeram o credenciamento e em seguida foram para a quadra da Igreja Nossa Senhora da Piedade, onde assistiram e participaram da pregação de Dunga e em seguida a Santa Missa presidida por Dom Gregório Paixão.

Fundador do PHN (Por Hoje Eu Não Vou Mais Pecar) Dunga evangeliza por meio da música e pregação. Em sua pregação, ele disse que “todos temos problemas. Seja quais forem, devemos crer que temos um Deus que é maior que nós e que nos dá  força para continuar. Devemos ter paciência, aguardar o tempo de Deus. Porém, aguardar fazendo algo concreto. Aguardar a conversão do filho, mas perdoando-o diariamente. Amando a quem está em depressão, mostrando o quanto ela é importante”.

Dom Gregório Paixão começou sua homilia cumprimentando todos aqueles que estavam presentes na JDJ. Aproveitando o dia de Sant’Ana e São Joaquim, pais de Nossa Senhora, quando é celebrado o Dia dos Avós. Dom Gregório Paixão falou sobre a importância dos avós, lembrando inicialmente sua convivência com sua avó quando era menino. Ele comparou os avós à Igreja e disse que a “Igreja tem a sabedoria dos antigos” e estimulou os jovens a ouvirem aqueles que tem mais experiência, ressaltando a importância de darem testemunho e de viverem conforme os ensinamentos de Cristo.

Dom Gregório Paixão falou também da importância da Jornada Diocesana da Juventude, que é uma experiência muito bonita, pois é o momento do encontro entre os jovens que participam, vindo de várias regiões da Diocese e de outros locais, e as famílias acolhedoras. É um momento, segundo o bispo, do testemunho do acolhimento, da troca de experiências e da vivência evangélica de vivermos como irmãos em Cristo.


A Jornada Diocesana da Juventude surgiu de uma proposta do bispo diocesano, Dom Gregório Paixão (OSB), durante a Jornada Mundial da Juventude, na cidade do Rio em 2013, que sentiu em seu coração o desejo de realizar na Diocese de Petrópolis algo semelhante para os jovens. A partir desta inspiração, em 2015 aconteceu a primeira edição, sendo realizada no Decanato São Pedro de Alcântara.

Por: Ascom Diocese de Petrópolis

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email