IV Encontro Nacional para Jovens de Movimentos reúne líderes jovens na união pela diversidade de carismas

IV Encontro Nacional para Jovens de Movimentos reúne líderes jovens na união pela diversidade de carismas

No último dia 30 de outubro, a Pastoral Juvenil realizou o IV Encontro Nacional de Jovens de Movimentos Eclesiais. O encontro reuniu cerca de 70 jovens líderes de movimentos católicos que se juntaram, de forma on-line, para discutir questões referentes ao futuro das ações de evangelização.

O tema do encontro foi bastante explorado ao longo dos momentos. “Vós, unidos, tendes uma força admirável” é uma motivação de Papa Francisco aos jovens em sua Exortação Apostólica “Christus Vivit” e muito se falou sobre a união dos movimentos que, apesar de tantas diferenças de ação e carisma, formam juntos uma grande força evangelizadora da Igreja. Lucas Galhardo, membro do movimento de Schoenstatt e parte da equipe da Comissão Episcopal para a Juventude da CNBB levantou essa reflexão com os presentes.

Os jovens também puderam pensar em suas missões de vida juntamente a Dom Amilton Manuel da Silva, CP, que trouxe a vida de São José como exemplo a ser seguido, especialmente neste ano dedicado a ele.

Padre Antônio Ramos do Prado, SDB, assessor externo da Comissão Episcopal para a Juventude, explicou aos participantes do encontro como funciona a Pastoral Juvenil e permitiu que os presentes tirassem suas dúvidas.

Durante o encontro, os jovens líderes também tiveram a oportunidade de conversarem, trocarem experiências de seus movimentos, conhecerem espiritualidades diferentes e refletirem sobre o futuro da ação evangelizadora.

Irmã Valéria Andrade Leal, assessora da Comissão, finalizou o momento explanando um pouco sobre a cartilha “Novos tempos, novos desafios”, um material produzido pela Pastoral Juvenil que visa orientar os grupos juvenis a como agir e se motivar nas ações pós-pandêmicas.

Vinícius Raposo e Mariana Ignácio, responsáveis pelos movimentos na Coordenação da Pastoral Juvenil Nacional e organizadores do evento, avaliaram o momento de forma positiva. “Como é bom ver as diversas realidades que existem em nossa Igreja e mais belo ainda é poder vê-las reunidas em um mesmo lugar. Ao organizar o encontro, ia acompanhando as inscrições e cada novo participante, a cada novo movimento que se faria presente, meu coração se enchia de alegria”, declarou Vinícius. “Estarmos unidos na adversidade do momento que estamos vivendo e na diversidade de carismas que temos, é uma bela forma de ser jovem e ser Igreja! Me sinto privilegiada em participar desse evento, mas sobretudo de estar unida aos movimentos eclesiais para a maior glória de Deus”, afirmou Mariana.

 

Por: Movimentos Juvenis - Coordenação Nacional da Pastoral Juvenil - CNBB.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email