INTEGRA: mais de 500 jovens conectados na comunhão e na fraternidade!

Publicado em 9 de julho de 2020 Por Seja o primeiro a comentar!

No último sábado, 04 de julho, aconteceu o INTEGRA – Encontro de membros do Setor Diocesano de Juventude. O evento que aconteceu de forma on-line, contou com mais de 500 jovens, que estiveram conectados e refletiram sobre a importância do Setor Diocesano da Juventude – SDJ.

No primeiro momento do INTEGRA, o Padre Antônio Ramos do Prado, assessor externo da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude – CEPJ, retomou o processo histórico do Setor Juventude e sua identidade.  A jovem Mariana Helena, do Movimento Treinamento de Liderança Cristã (TLC), membro da Coordenação Nacional de Jovens (CPJN-CEPJ) esteve presente, e ajudou a esclarecer dúvidas, além de partilhar a sua experiência do Setor Diocesano de Juventude em Campinas-SP.

“O primeiro encontro de lideranças jovens dos setores juventudes de diversas dioceses do Brasil foi surpreendente! É essencial reunir todas essas juventudes para que entendam a grandeza de nossa Igreja e a nossa importância nessa missão de fé. Tantas pessoas reunidas e dedicadas ao trabalho com as juventudes pelo Brasil, todas essas pessoas participando do encontro, foi uma alegria imensa! Saber que são tantos os que anseiam conhecer mais sobre a estruturação do setor juventude, sobre a organização da Igreja e sobre os próximos passos que precisamos tomar na evangelização, mesmo que tenhamos feito isso à distância, nos anima a continuar trabalhando apesar de qualquer adversidade. Uma Igreja em saída vai atrás de sua missão, seja ela onde for. Desta vez, a Igreja estava on-line, reunindo-se com as juventudes de maneira única e, ao mesmo tempo, plural!”, partilhou Mariana.

Interação e animação mesmo a distância!

O chat do Youtube ficou animado! Foram muitas as partilhas sobre o que estava sendo vivenciado. Também surgiram dúvidas, a maioria delas voltadas para a modo de se começar o SDJ  e quem deve acompanhar os jovens nos regionais. As respostas partiam da interação: os próprios jovens e assessores que estavam participando do encontro, respondiam as dúvidas dos colegas, demonstrando a disposição em partilhar a vida e a beleza de participar deste espaço.

No segundo momento do encontro, Dom Nelson Francelino, Bispo da Diocese de Valença-RJ e Presidente da CEPJ, falou para os jovens do INTEGRA, reforçando que a nossa juventude é plural e diversa.

“O setor juventude deve se tornar pluralidade, trabalhar na unidade. Não podemos reduzir o conceito de sinodalidade apenas à um movimento – é papel do SDJ insistir em um ecumenismo que incentive os mais diversos carismas. Na sinodalidade todos temos espaço, inclusive os jovens feridos, temos o dever de chamá-los, estar com eles”.

Dom Nelson ainda enfatizou a importância deste encontro com os diversos carismas.  “Estarmos no meio  de uma pandemia, acende nosso coração e nos desperta a aprender a respeitar a especificidade de cada expressão. Com humildade tenho que bater palma para cada trabalho realizado, para cada iniciativa”, disse.

Reflexão sobre a Sinodalidade!

Para Irmã Valéria Andrade Leal, assessora interna da CEPJ, a sinodalidade é um processo de participação, não um evento, é mais que isso, é caminhar juntos, valorizar os carismas que o Espírito Santo concede. A assessora, também lembrou que todo jovem é responsável pela Evangelização. “Devemos assumir juntos, ser corresponsáveis. Cada jovem se identifica com um grupo, movimento, mas o nosso objetivo é fazer Cristo resplandecer em cada uma dessas estruturas, assim, todos iremos crescer e os nossos grupos também”, afirmou.

Encerrando o INTEGRA, Dom Nelson pediu que os jovens sejam a base nas dioceses, que tenham diálogo com os bispos e, que trabalhem na unidade, juntos, o plano de cada  setor juventude como nos pede o Projeto IDE.

Por Valeska Montenegro, da Redação do Jovens Conectados.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais