Inscrições abertas para encontro do Papa Francisco com jovens economistas e empreendedores em Assis

Publicado em 26 de julho de 2019 Por Seja o primeiro a comentar!

Um pacto no espírito de São Francisco para uma economia de hoje e amanhã justa, fraterna, sustentável e com um novo protagonismo de quem hoje é excluído. Este é o convite que o Papa Francisco faz aos jovens economistas e empreendedores para um encontro entre os dias 26 e 28 de março de 2020 na cidade de Assis, na Itália. O evento tem o nome de “A economia de Francisco. Os jovens, um pacto, o futuro”.

As inscrições das candidaturas já estão abertas e terminam no dia 30 de setembro. Podem se inscrever jovens de até 35 anos que sejam estudantes de Economia e outras disciplinas afins, empreendedores, dirigentes e outros que sejam promotores de atividades de serviço ao bem comum e uma economia justa, sustentável e inclusiva.

O interessado deve preencher um formulário online que inclui informações pessoais, um pequeno texto sobre o desejo de participar do encontro e envio do currículo. Entre os jovens cadastrados, 500 serão ainda escolhidos para participar de um pré-evento – nos dias 24 e 25 de março – com sessões de trabalho e aprofundamento dos temas que serão refletidos no evento principal com todos os jovens. O número de participantes é limitado e todas as candidaturas serão avaliadas por um comitê. Clique aqui para acessar o formulário de inscrição.

Assis: a paz e pobreza que inspiram

O local escolhido para o encontro é a pequena cidade de Assis, conhecida mundialmente por ser o local de nascimento e morte de São Francisco. Em sua mensagem para o encontro, Papa Francisco diz que se o desejo é “reanimar” a economia, não há cidade mais idônea que Assis, que há séculos é símbolo e mensagem de humanidade e fraternidade.

“Se São João Paulo II a escolheu como ícone de uma cultura de paz, a mim parece que também é um lugar que inspira um nova economia. Aqui, de fato, Francisco se despojou de cada mundanidade para escolher Deus como estrela polar da sua vida, fazendo-se pobre com os pobres, irmão universal. De sua escolha da pobreza surge também uma visão de economia que continua atualíssima. Ela pode dar esperança para o nosso amanhã, em vantagem não apenas dos mais pobres, mas da humanidade inteira”, escreveu o Santo Padre.

A cidade de Assis inteira será palco do evento. Os lugares mais significativos serão cenários para laboratórios, manifestações artísticas, seminários e plenárias com figuras de destaque da economia, ecologia e cultura.

Os jovens são “canteiros de esperança”

Apesar de sublinhar que é urgente e de todos o chamado a rever a mentalidade e moral para estarmos mais próximos aos mandamentos de Deus e às exigências do bem comum, Papa Francisco desejou um evento com os jovens, vendo neles o anseio de um acontecimento belo e alegre, e que eles já são a profecia de uma economia atenta à pessoa e ao meio ambiente. Como destacado na Exortação Pós-Sinodal “Christus Vivit”, e citado na mensagem para o encontro, o pontífice pede aos jovens para que sejam os “protagonistas da mudança”, visto que são aqueles que têm o futuro e podem construir um mundo melhor.

“Eu sei que vocês são capazes de escutar com o coração o grito sempre e cada vez mais angustiante da terra e dos pobres na busca de ajuda de responsabilidade, isso é, de alguém que responda e não vire o rosto para o outro lado. Se escutarem os vossos corações, se sentirão portadores de uma cultura corajosa e não terão medo de arriscar e de se empenhar na construção de uma nova sociedade”, diz o papa aos jovens.

Para Francisco, até que o atual sistema econômico-social produza mesmo que uma vítima ou tenha ao menos uma pessoa descartada, não poderemos ter a festa da fraternidade universal, desejo de Deus para todos.

Clique aqui e acesse o site oficial do encontro e aqui para ler a mensagem do Papa Francisco na íntegra, disponível em inglês e italiano.

por Adilson Jorge, do Jovens Conectados

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais