Em Roma, tudo pronto para a beatificação de João Paulo II

Publicado em 6 de abril de 2011 Por Seja o primeiro a comentar!

JPII

 

A informação foi dada hoje em Roma, na Sala de Imprensa vaticana, em entrevista da qual participaram o cardeal Agostino Vallini, vigário-geral de Sua Santidade para a diocese de Roma; o padre Federico Lombardi, SJ., diretor da Rádio Vaticano e da Sala de Imprensa da Santa Sé; o padre Cesare Atuire, gerente da Obra Romana de Peregrinações; Dom Marco Frisina, diretor do Escritório de Liturgia do Vicariato de Roma; e o padre Walter Inser, encarregado do Gabinete de Comunicação do Vicariato de Roma.

Embora a conferência tenha sido principalmente sobre os aspectos práticos, o cardeal Vallini quis recordar a dimensão espiritual do evento. “Os santos são o Evangelho encarnado – disse -, como João Paulo II, que o demonstrou focando a sua fé em Deus”. E acrescentou: “Ele falou até com o seu silêncio e nos ensinou inclusive a morrer e viver em uma época em que é discutida a eutanásia”.

Três celebrações

No sábado, 30 de maio, acontecerá a vigília de oração no Circus Maximus, que terá um tom universal, mas também muito romano, e da qual todos podem participar”, explicou o cardeal.

Entre outros eventos, nesta vigília – explicou sua eminência – haverá depoimentos como o do cardeal Stanislaw Dziwisz, secretário particular do Papa durante 27 anos, do ex-porta-voz do Vaticano, Joaquín Navarro Valls, e da freira Marie Simon Pierre, que obteve a cura milagrosa do Mal de Parkinson, milagre que fundamentou a causa de beatificação de João Paulo II.

“Na parte final – indicou o cardeal Vallini -, teremos a alegria de contar com a presença do Santo Padre, que, conectado do Palácio Apostólico, rezará a oração final e dará a bênção apostólica a todos os participantes.”

Dom Frisina acrescentou que “nessa noite estarão abertas oito igrejas do centro histórico, no trajeto que vai do Circus Maximus até São Pedro, em uma noite branca das igrejas”.

Missa de beatificação

A liturgia será realizada no domingo. A comunhão será distribuída na Praça de São Pedro por 500 sacerdotes, e outros 300 o farão na Via da Conciliação.

E nas igrejas conectadas com telões para acompanhar a missa, será possível comungar nesse momento. Na Via da Conciliação e em áreas adjacentes, serão instalados 14 telões.

Após a missa, a Basílica de São Pedro será aberta; no altar da confissão estará, no caixão fechado, o corpo de João Paulo II, que será venerado em primeiro lugar pelo Papa e pelos cardeais. Em seguida, será aberta ao fluxo de peregrinos e fiéis, e permanecerá aberta enquanto houver pessoas.

Financiamento

O cardeal Vallini quis lembrar que o erário público não deve pagar o evento. “O financiamento será feito com a ajuda das instituições, bancos, etc., e com um esforço da nossa parte.”

O prelado recordou que, no site do evento, as informações estão em cinco idiomas e reafirmou que “o JPII Pass não é um bilhete para as celebrações. Por outro lado, envolve uma série de serviços que incluem acesso gratuito ao transporte público, passeios, lugares pack lunch, outras informações e gadgets“.

“Ainda há espaço disponível em Roma, inclusive nas instituições religiosas. Além disso, a região do Lácio disponibilizou um acampamento montado na área de Fiumicino, para os jovens”, disse.

Onde informar-se

Nos pedágios de entrada de Roma, haverá grupos de voluntários que darão as indicações. E no site oficial (http://www.jpiibeatus.org) estão todas as informações; lá se pode comprar o Special JPII Pass, que permite, entre outras coisas, o transporte gratuito.

O Pe. Lombardi acrescentou que “o canal 105 da Rádio Vaticano vai fornecer informações a cada 15 minutos, em diferentes línguas”.

Outro desafio do evento – disse o padre Wanted Inser – é contar aos adolescentes quem foi João Paulo II, e os próprios jovens o farão.  Para isso, foi apresentada a iniciativa “Sentinelas Digitais“, que se refere ao uso das redes sociais.

“Nós quisemos – acrescentou – aceitar este desafio emocionante e lançar um novo projeto, justamente durante a beatificação de João Paulo II, usando o conhecido portal Pope2You, do Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais, que, por seu caráter, é destinado aos jovens.

Haverá também exposições e o Museu Vaticano estará aberto até a meia-noite.

Da Agência Zenit – Foto de Todd Ehlers

Leia também:

Beatificação de João Paulo II terá portal especial para os jovens

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais