Celebremos Pedro, Paulo e Francisco!

Publicado em 1 de julho de 2018 Por Seja o primeiro a comentar!

Um domingo solene e muito especial! A Igreja celebra hoje o martírio de São Pedro e São Paulo, solenidade que também nos remete a profissão de fé de Simão, filho de Jonas, pela qual é desvendado o conteúdo autêntico da realeza messiânica de Cristo. Ao ouvir a afirmação do Apóstolo, declara Jesus: E eu digo Tu és Pedro e sobre esta Pedra edificarei a minha Igreja(Mt. 16,18)!

Pedro, torna-se naquele momento, o responsável por confirmar os seus irmãos na fé e conduzir a comunidade nascente, tendo em suas mãos a guarnição das chaves da Igreja de Cristo. O simples pescador, que passou a pescar homens para Jesus, é escolhido para ser o primeiro Papa da Igreja.

Mas, além de celebrarmos a memória deste grande santo, somos convocados a rezar por aquele que hoje o sucede na condução da Igreja: o Santo Padre, o Papa Francisco. Este, pela graça edificante de Deus,  permanece firme na missão de ser Pedra, Rocha que exprime a segurança da fé, apascentando o Povo de Deus com profunda dedicação e caridade.

Em todos os pronunciamentos e gestos do Papa Francisco, vemos o enorme carinho de Deus para com a humanidade, o acolhimento e o amor constante, que abraçam não somente a comunidade dos cristãos católicos, mas é testemunho para homens e mulheres de diversas culturas e diferentes credos. Vemos isto de forma expressiva nos esforços do Sumo Pontífice para a vivência da paz, para o acolhimento aos imigrantes, na presença fraterna junto aos pobres e em tantos outros momentos, em que suas atitudes comunicam a força de Cristo atuante na história.

“Na realidade os dois são como um só”, disse Santo Agostinho, mostrando a unidade e o vínculo de amor que une as figuras de Pedro e Paulo. Hoje, parafraseando este santo doutor da Igreja, podemos dizer que, na “realidade os três são como um só”:  a  firmeza de Pedro, a parresia de Paulo e a ternura de Francisco, que nos fazem amar a Igreja e anunciar o Evangelho de Cristo. Tudo isto é para nós motivo de celebrar, com profunda alegria, as virtudes de Pedro, Paulo e Francisco!

Por Maurício Alves, do Jovens Conectados.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais