“A Juventude ocupa um lugar central no pensamento e no coração de Francisco”, diz Monsenhor Catelan no XVI ENRDJ

Publicado em 10 de setembro de 2020 Por Seja o primeiro a comentar!

“Implicações Pastorais da Exortação Apostólica Pós-Sinodal Christus Vivit foi o tema do XVI ENRDJ (Encontro Nacional de Responsáveis Diocesanos de Juventude e Adultos que Trabalham com Jovens). O encontro online, realizado no dia 4 de setembro, contou com a participação do Mons. Antônio Luiz Catelan.

A abertura e a oração inicial foram conduzidas pelos assessores da Pastoral Juvenil, Irmã Valéria Andrade Leal e Pe. Toninho. “Peçamos a luz do Espírito Santo para a nossa ação pastoral, para nossa atuação com todas as juventudes das mais diversas expressões do nosso Brasil”, disse Irmã Valéria.

Ao iniciar sua fala Monsenhor Catelan, que é da Diocese de Umuarama/PR, destacou que a juventude ocupa um lugar central no coração do Papa Francisco. “A Christus Vivit evidencia os vários aspectos ligados à juventude presentes no magistério do Papa Francisco, podemos concluir que ela ocupa um lugar central no pensamento e no coração de Francisco. Ele ter convocado um Sínodo sobre a juventude e a vocação não foi apenas para acolher um tema sugerido pela maioria, ela (a juventude) sempre esteve ali desde o início de seu pontificado”, ressaltou Mons. Catelan.

Monsenhor Catelan escolheu falar de dois pontos da Christus Vivit para essa formação com assessores adultos: a centralidade do Querigma e a Pastoral Sinodal.

“Desde a Evangelii Gaudium Papa Francisco destaca as transformações na Pastoral Juvenil causadas pelas mudanças sociais, e na Christus Vivit ele reforça que “os jovens já não encontram lugar nas estruturas ordinárias, não encontram respostas para suas preocupações, necessidades, problemas e ferimentos”, ao que o pontífice propõe a escuta: “Devemos nós adultos ouvi-los com paciência, compreender suas preocupações ou suas reivindicações, e aprender a lhes falar na linguagem que eles entendem”. São três elementos importantes considerados pelo Papa Francisco”.

Os participantes do encontro puderam também interagir pelo chat e enviar perguntas para serem respondidas pelo Monsenhor Catelan.

Também marcou presença no evento Dom Nelson Francelino, presidente da CEPJ, que falou sobre o protagonismo juvenil e o Pacto pela Vida e Pelo Brasil, assinado no último dia 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, pela CNBB e por outras cinco organizações civis, entre elas a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

No encerramento do encontro, Padre Toninho agradeceu a participação de todos. “É uma alegria encontrar nossos irmãos e irmãs neste espaço virtual para aprofundar nosso conhecimento. Que Deus continue abençoando o ministério de assessoria em cada expressão juvenil em cada Diocese, em cada Regional, e assim possamos fazer com que o Reino de Deus aconteça nos vários cenários da nossa sociedade”. Ao final Dom Nelson concedeu a benção para o encerramento do encontro.

Por Juliana Cuani –  da redação do Jovens Conectados.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais