19 coisas sobre o Papa Francisco que você não sabia

Publicado em 13 de dezembro de 2019 Por Seja o primeiro a comentar!

O 13 de dezembro é uma data especial para o Papa Francisco, pois é o dia em que celebra a sua ordenação sacerdotal; 50 anos.

Afinal, quem é o sacerdote para o Papa Francisco? A resposta está nos inúmeros discursos e homilias pronunciados nesses cinco anos de magistério. Contudo em uma recordada entrevista ao jornal argentino “A Voz do Povo”, o Papa Francisco contou uma série de coisas que eram pouco ou nada conhecidas sobre sua vida. Confira a seguir:

1. Não assiste televisão

“Não assisto televisão desde 1990 (demora para responder). É uma promessa que fiz à Virgem do Carmo na noite de 15 de julho de 1990”.

2. Não navega na Internet

“Nada”. Assim respondeu quando lhe perguntaram se navegava em Internet.

3. Nunca viu o Messi jogar

Nunca viu o famoso craque do Barcelona Lionel Messi jogar. Quando perguntaram como Papa se considera, um Messi (atacante) ou um Mascherano (defesa da seleção argentina), Francisco revelou que não assiste futebol e somente conhece Messi porque o visitou no Vaticano. “Messi veio duas vezes para cá e nada mais, não o vi (jogar)”.

4. Acompanha o time de San Lorenzo através de um guarda suíço

Nunca deixou de ser torcedor do San Lorenzo, equipe argentina campeã da Taça Libertadores de 2014, mas não vê os jogos de sua equipe porque não assiste televisão. Entretanto, mantém-se informado sobre a liga argentina graças a “um guarda suíço que a cada semana me informa os resultados e sua posição na tabela”.

5. Dorme 6 horas por noite e lê antes de dormir

“Tenho um sonho tão profundo que deito na cama e durmo rapidamente. Durmo seis horas. Normalmente me deito às nove e leio até aproximadamente às dez, quando meus olhos começam a lacrimejar, apago a luz e me levanto sozinho às quatro, é o relógio biológico”.

6. Faz uma sesta

Dormir seis horas não bastam. “Depois preciso da sesta. Tenho que dormir entre 40 minutos e uma hora, tiro meus sapatos e deito na minha cama. Durmo profundamente e também acordo sozinho. Os dias que não durmo a sesta, sinto falta deste momento”.

7. Não chora em público

“Não choro em público. Em duas ocasiões cheguei ao meu limite, mas pude parar a tempo. Estava muito comovido, inclusive caíram algumas lágrimas, mas me fiz de bobo e depois de um momento passei a mão no meu rosto”. “Lembro de uma situação, da outra não. Recordo que estava relacionada com a perseguição dos cristãos no Iraque. Estava falando disso e me comovi profundamente” ao “pensar nas crianças”.

Papa Francisco / Fotografías: Compañía de Jesús y ACI Prensa – Daniel Ibañez

8. Precisa estar com as pessoas

“Não posso viver sem as pessoas, não sirvo para ser monge, por isso fiquei morando aqui (na Casa Santa Marta). Esta é uma casa de hóspedes, há 210 quartos, vivem aqui 40 pessoas que trabalham na Santa Sé e os outros são hóspedes, bispos, padres, leigos, que passam por aqui e ficam hospedados. E isso me faz muito bem. Ficar aqui, comer no refeitório, onde estão todas as pessoas, celebrar a Missa onde quatro dias por semana vem gente de fora, das paróquias… Eu gosto muito disso. Eu me tornei padre para estar com as pessoas. Agradeço a Deus que isso continue sendo assim”.

9. Considera-se cidadão “de alma”

O Papa assegura: “Sempre gostei de andar pelas ruas. Quando era Cardeal, adorava caminhar pelas ruas, andar de ônibus, metrô. Adoro a cidade, sou cidadão de alma”. E explicou que “não poderia viver na roça”. Talvez, por isso ainda sinta saudades de sair pela rua sem preocupações. “Disso sim eu tenho saudades, da tranquilidade de caminhar pelas ruas. Ou ir a uma pizzaria e comer uma boa pizza”.

10. Um só pulmão

O Pontífice argentino vive há mais de 50 anos somente com um pulmão. O outro foi removido em 1948, quando ele ainda era jovem, devido a uma infecção. O jornalista e biógrafo oficial do Papa, Sergio Rubin, disse que Francisco ficou um pouco mais lento por isso, mas que ele tem boa saúde e se sente bem. Especialistas dizem que hoje seria raro remover um pulmão, já que há antibióticos que poderiam tratar a maior parte das infecções no órgão, mas antigamente os remédios não eram tão fortes.

11. Interesse por Química

Um dos cinco filhos de uma dona de casa com um ferroviário italiano que emigrou de Turim para a Argentina, Bergoglio sonhava em ser químico quando era jovem, e chegou a completar um curso técnico. Mas, aos 21 anos, optou pelo sacerdócio e, em 1958, entrou para a Companhia de Jesus. Foi ordenado sacerdote em 1969 e, durante o período da ditadura argentina, ascendeu ao comando provincial dos jesuítas.

AFP PHOTO / TIZIANA FABI

12. Teve uma Namorada

Quando era jovem, antes de descobrir sua vocação religiosa, Jorge Mario Bergoglio teve uma namorada. O casal gostava de dançar tango. O futuro papa chegou a escrever uma carta para a garota pedindo sua mão em casamento, quando os dois tinham apenas 12 anos. Ela recusou a proposta.

13. Poliglota

Francisco fala três línguas: espanhol, italiano e alemão.

14. Chefe de Estado do Vaticano

266º Papa da história – Jorge Mario Bergoglio nasceu em 17 de dezembro de 1936, em Buenos Aires, na Argentina. Como Papa, escolheu o nome Francisco para homenagear São Francisco de Assis, o padroeiro da Itália. É o 266º Papa da Igreja Católica e atual Chefe de Estado do Vaticano.

(CNS photo/Paul Haring) (March 13, 2013) See POPE-ELECT March 13, 2013.

15. Eleição demorada…

Francisco foi eleito em março de 2013 por um conclave que durou 27 horas e quatro escrutínios.

16. Um chef?
Mario gosta de preparar a própria comida. Aprendeu a cozinhar com a mãe, quando ainda era criança.

(Photo by Giuseppe Ciccia/Pacific Press/LightRocket via Getty Images)

17. Viveu no Chile e na Alemanha

Ele construiu sua carreira eclesiástica na Argentina, exceto por dois breves períodos vividos no Chile e na Alemanha, onde estudou.

18. Um Papa de estreias

Francisco foi o primeiro Papa jesuíta, o primeiro Papa não-europeu desde o século VIII e o primeiro a substituir um Papa que renunciou o cargo em mais de 600 anos.

19. Primeira viagem internacional no Brasil

Jornada Mundial da Juventude Rio 2013, sua primeira viagem internacional.

Com informações: acidigital.com

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais