Semana Missionária espera reunir cerca de 2 mil missionários

Publicado em 19 de julho de 2017 Por Seja o primeiro a comentar!

Os preparativos para a Semana Missionária e o encerramento do  Rota 300 estão a todo vapor. Recentemente, a Comissão para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou um e-book com a programação dos encontros. A ideia é facilitar a comunicação entre os missionários que participarão dos eventos.

Para a Semana Missionária, que ocorrerá entre os dias 22 e 28 de julho, nas dioceses banhadas pelo Rio Paraíba do Sul são esperados 2.400 missionários de todo o Brasil.

“Durante a Semana os jovens rezam, abençoam as casas e famílias, visitam doentes, dependentes químicos, idosos e escolas”, afirma o assessor da Comissão para a Juventude, padre Antônio Ramos Prado.

Entre as dioceses que vão receber os missionários estão a de São José dos Campos (SP), Taubaté (SP), Mogi das Cruzes (SP), Lorena (SP), Valença (RJ), Nova Friburgo (RJ), Campos (RJ), Caratinga (MG), Juiz de Fora (MG) e Piraí-Volta Redonda (RJ).

Na ocasião, a Comissão preparou camisetas oficiais e exclusivas para a caracterização dos participantes, além disso também disponibilizou a cruz da missão jovem.

O programa conta com visitas missionárias, atividades culturais e recreativas, oração do Terço e Missas.

“Oferecemos à juventude e à Igreja no Brasil esta Semana Missionária. Que o Senhor nos abençoe e a Mãe Aparecida nos cubra com seu manto de amor”, exorta o presidente da Comissão para a Juventude, dom Vilsom Basso, Bispo de Imperatriz – MA.

Rota 300

Para coroar o encerramento do Projeto Rota 300, iniciativa que visa celebrar os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, no Rio Paraíba do Sul, no dia 29 de julho, haverá ainda uma programação especial no Santuário Nacional de Aparecida, em São Paulo.

Esta ação marcará o encerramento da Semana Missionária e também do projeto Rota 300. “O Rota 300 teve início no final de 2014, tendo como eixos missão, capacitação e estrutura de acompanhamento, guiados pela espiritualidade Mariana”, concluiu padre Antonio Ramos Prado.

Por CNBB

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais