Pastoral da Juventude realiza 22ª Romaria em São Paulo

Publicado em 14 de setembro de 2016 Por Seja o primeiro a comentar!

 

Inspirada nas palavras do Papa Francisco, celebração tem como tema “Façamos  Florescer a Civilização do amor”

A Pascartaz-22a-romaria-pjtoral da Juventude (PJ) do Regional Sul 1, que compreende todo o estado de São Paulo, se reúne no próximo domingo, 18,  para a realização da 22ª Romaria Estadual da Juventude, na Praça da Sé, na capital paulista. Estima-se a participação de pelo menos 5 mil jovens, vindos dos grupos de base da PJ de todo o estado, para comungar do Evangelho pregado por Jesus Cristo, em uma grande celebração Mariana. O evento terá início às quatro horas da manhã, com a concentração na praça.

A Romaria acontece cada ano em uma região diferente do estado. Em sua 22ª edição, o encontro dos jovens que buscam fazer “florescer a Civilização do Amor”, como convida o Papa Francisco, será na Praça da Sé, um dos pontos históricos e de lutas mais conhecidos da cidade de São Paulo, onde fica a Catedral Metropolitana de São Paulo, a Catedral da Sé. O local escolhido para a realização do evento não foi definido por acaso. A praça da Sé é um ambiente onde vivem muitas pessoas, em situação de rua, que são marginalizadas pela sociedade. A praça também é espaço onde demonstrações artísticas gritam pelo amor e contra a exclusão.

Além da missa e momentos de mística preparadas pela juventude, o encontro também contará com uma caminhada pela região central da cidade para pautar a luta pelos jovens e por aqueles que são oprimidos e excluídos da sociedade.

Nesse encontro o objetivo da pastoral é, além de celebrar a presença de Maria, propagar a “Igreja em saída” que é pedida pelo Papa Francisco, sendo uma Igreja Católica atuante e que rompe os muros dos templos para evangelizar e levar para todos o Jesus libertador, lutando por justiça e igualdade.

Rezando junto com a Negra Mariama (Nossa Senhora de Aparecida), a PJ quer renovar seu compromisso pela busca da igualdade, unindo a espiritualidade com a realidade, construindo assim a chamada Civilização do Amor. A pastoral conta com a Igreja em sintonia nesse momento importante de sua caminhada, tanto em oração como em presença, para realizar o Reino de Deus na Terra.

Por Francielly Melo

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais