Testemunho matrimonial, um bom caminho para o acompanhamento vocacional!

Publicado em 13 de agosto de 2019 Por Seja o primeiro a comentar!

Terça-feira é dia de falarmos sobre “Nossa Vocação”! E hoje, a série especial do Jovens Conectados, apresenta o testemunho de Tatiana e Ronaldo, um casal que, por meio de seu estado de vida, sua missão na Igreja e seu testemunho, ajudam muitos jovens a se descobrirem vocacionalmente.

Tatiana e Ronaldo de Melo moram na cidade do Rio de Janeiro e são membros da Comissão Arquidiocesana de Pastoral familiar. Nesta missão, deparam-se com muitos jovens que desejam responder ao chamado de Deus, mas ainda se encontram com muitas dúvidas sobre suas vocações. Uma forma que encontraram para oferecerem este auxílio, foi vivendo bem e testemunhando a vocação a que foram chamados, o matrimônio.

“Na nossa atuação pastoral, a gente procura através do testemunho da nossa vocação, uma vocação bem vivida – você saber: ‘eu me encontrei enquanto pessoa, eu descobri que o sentido da vida é me dar para a salvação do meu cônjuge, da minha família’… – a gente procura testemunhar isso para os jovens, para ajudar você que ainda está com dúvida na descoberta da sua vocação”, afirmou Tatiana.

>>Tatiana e Ronaldo de Melo falam sobre sua caminhada vocacional para o matrimônio e como ajudam os jovens no despertar vocacional. Confira no vídeo:

Buscar a “nossa efetiva vocação”

O “casal de Melo” faz um alerta: Não se deve partir para uma vocação só porque não se encontrou noutra. “Você não é padre só porque não casou, ou vice-versa. Deus tem um plano para nós, e no nosso caso, foi o matrimônio. A gente também passou, na nossa juventude, pela dúvida, “será que eu vou ser sacerdote?”. Até durante o nosso namoro, a gente já partilhou isso… mas mesmo com essas dúvidas a gente teve a oportunidade de juntos conhecer e Deus revelou maravilhosamente”, concluiu Ronaldo.

Casar: Vocação de todos nós!

Mas como assim? E as pessoas que são chamadas a serem celibatárias? Os sacerdotes? As religiosas? Tatiana explica! “Vamos contar um segredinho: Na verdade a vocação de todos nós é casar, é o amor, é a comunhão, é o compromisso. A pergunta que a gente tem que se fazer não é ‘se minha vocação é casar ou não’, mas a pergunta correta é ‘com quem eu devo casar?’ Com uma pessoa? Ou com a Igreja? Ou com Jesus Cristo? Com o povo de Deus? Com a missão para qual Deus me chama? Esta deve ser a nossa grande pergunta. E esta pergunta, não se preocupe, Deus vai te dar a resposta!”, declarou.

Nossa série continua semana que vem! Fique ligado, a final não podemos nos cansar de refletir sobre “Nossa Vocação”!

Por Maurício Lucena, do Jovens Conectados. 

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais