Reze com São Jorge, O guerreiro de Deus!

Publicado em 23 de abril de 2018 Por Seja o primeiro a comentar!

Existem em nossa Igreja muitos santos estigmatizados pela cultura, pelo misticismo religioso. Um destes grandes santos de nossa Igreja é São Jorge o guerreiro de Deus. A Igreja não só o reconhece como guarda a sua memória litúrgica hoje no dia 23 de abril, celebra-se o martírio deste soldado fiel. Quando a Igreja celebra a vida de um santo, ela celebra a Páscoa de Cristo vivida nas virtudes heroicas deste filho que agora participa da vitória de Cristo Jesus. Eles fazem parte das maravilhas que Deus operou por Cristo na salvação de todos os homens. Jesus Cristo continua pela força do Espírito Santo a vencer nos seus santos, por isso, ao celebrarmos os santos, não estamos em primeiro lugar pedindo a sua intercessão, mas nos admiramos pelo que Deus fez neles. Talvez você já tenha tido resistência a este santo pela sua imagem diferente ou pelas coisas que você ouviu, por isso, é preciso conhecer a verdade sobre São Jorge, o guerreiro de Deus!

São Jorge, do século V d.C., é um santo militar, porque era romano. Diante da perseguição do império romano Diocleciano aos cristãos, Jorge não suportou ver tantos martírios; e a população que estava sendo martirizada não negava Jesus Cristo. O soldado Jorge, olhando para a questão do martírio e vendo-se diante da morte dos cristãos, decidiu ser cristão e aceitou a Jesus Cristo. São Jorge foi martirizado na Palestina, em 303, e decapitado. A partir da morte de São Jorge, muitos cristãos começaram a ser devotos dele. Muitas casas na palestina, na Terra Santa trazem no cimo de suas casas a imagem de São Jorge Guerreiro.


Por que, no Brasil, São Jorge é associado a outras crenças?

Porque, como ele é um santo guerreiro, atribui-se a São Jorge a vitória na luta contra um dragão. Porém, é preciso ficar claro que o dragão simboliza as paixões mundanas e também o próprio satanás.

Qual a relação de São Jorge com o dragão?

Muitos diziam que São Jorge, por ser um guerreiro, iria vencer o mal e libertar as pessoas do demônio, ou seja, o do dragão. Essa luta do santo com o dragão simbolizava que Jorge podia ser invocado como intercessor para vencer o inimigo, aquele que ataca as nossas paixões, que quer nos levar à perdição. “A festa de hoje, renova a alegria pascal e, como pedra preciosa, faz brilhar com a beleza do próprio esplendor o ouro em que se engasta. Jorge foi transferido de uma milícia para outra, porque deixou o cargo de oficial de um exército terreno para se dedicar à milícia cristã. Nesta, como valente soldado, começou por libertar-se dos bens terrenos, distribuindo-os aos pobres; assim, livre e desembaraçado, revestido com a couraça da fé, lançou-se na linha de frente do combate como valoroso guerreiro de Cristo. Inflamado pelo fogo do Espírito Santo e invencivelmente protegido pelo estandarte da cruz, São Jorge combateu de tal modo contra o rei iníquo que, vencendo este enviado de Satanás, derrotou o chefe de toda iniqüidade e estimulou os soldados de Cristo a lutarem com valentia”. (São Pedro Damião, bispo).

Por isso, ele usava como auxiliar o seu companheiro de batalha, o seu cavalo, pois ele era da cavalaria, agora da cavalaria de Cristo. Essa se manifesta como uma grande resistência a sua imagem. O dragão simboliza as forças do mal, que São Jorge guerreava com tanto fervor. Já no século IV era venerado na palestina, onde foi construída uma igreja em sua honra. Seu culto propagou-se pelo oriente e ocidente desde a Antiguidade.

No Novo Testamento, o Apocalipse ressalta que o dragão perseguiu a mulher [Nossa Senhora] e a Igreja; São Jorge veio combater esse dragão para proclamar o nome de Cristo. O São Jorge que a Igreja Católica invoca e pede por sua intercessão é aquele que foi martirizado pelo nome de Jesus Cristo.

Oração a São Jorge Guerreiro:

Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge. Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem, nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se quebrem sem ao meu corpo, amarrar.

São Jorge, cavaleiro corajoso, intrépido e vencedor; abre os meus caminhos. Ajuda-me a conseguir um bom emprego; faze com que eu seja bem quisto por todos: superiores, colegas e subordinados. Que a paz, o amor e a harmonia estejam sempre presentes no meu coração, no meu lar e no meu serviço; vela por mim e pelos meus, protegendo-nos sempre, abrindo e iluminando os nossos caminhos, ajudando-nos também a transmitirmos paz, amor e harmonia a todos que nos cercam. Amém.

(Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e 1 Glória ao Pai.)

Oração da Igreja: Ó Deus, celebrando o vosso poder, nós vos pedimos que São Jorge seja tão pronto em socorrer-nos, como o foi em imitar a paixão do Senhor. Por Nosso senhor Jesus cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém

São Jorge Guerreiro de Deus rogai por nós!

Clique em comentários e deixem os seus pedidos de orações.

Minha benção fraterna.

Padre Luizinho, Com. Canção Nova.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais