Passagem dos símbolos da JMJ na diocese de Valença (RJ)

Publicado em 10 de maio de 2013 Por Seja o primeiro a comentar!

A diocese de Valença (RJ) recebeu os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), entre os dias 28 de abril e 05 de maio.


Na ocasião, dom Francisco Biasin, bispo de Barra do Piraí/Volta Redonda falou da alegria pela passagem dos símbolos em sua diocese reunindo multidões no “Bote Fé – Volta Redonda” realizado no dia 27 de abril na ilha São João. Dom Elias Manning, bispo da diocese de Valença acolheu os símbolos na entrada da cidade sede da diocese, na comunidade São Francisco de Assis, Paróquia Nossa Senhora Aparecida. Multidões acompanharam a carreata até o centro da cidade. Na igreja Matriz de Nossa Senhora Aparecida, foi meditada uma dezena do terço mariano e logo após os símbolos saíram em procissão para a Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Glória, local onde aconteceu a missa de acolhida dos símbolos, presidida por dom Elias Manning e concelebrada por vários padres da diocese. Após a missa aconteceu o “Bote Fé – Valença”, marcado por um show católico com a banda Mensagem Brasil e pelo cantor Eugênio Jorge, da comunidade Canção Nova.

No dia 29 de abril os símbolos saíram em peregrinação pela diocese. Visitaram o município de Rio das Flores, onde o Legislativo Municipal decretou o dia 29 de abril como Dia Municipal da Juventude. Após, passaram pela Paróquia Santa Rosa de Lima, Asilo São Vicente, Fundação Educacional Dom André Arcoverde, onde houve a manifestação de fé dos jovens estudantes valencianos envolvendo colégios públicos e privados e os universitários do Centro de Ensino Superior de Valença (CESVA).

Os símbolos seguiram em peregrinação para a Paróquia de São Sebastião do Monte D’Ouro e ao fim da tarde seguiram para a Paróquia de São Sebastião do Rio Bonito em Pentagna. Estes percorreram as comunidades da paróquia e no fim da noite seguiram para a Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus em Parapeúna, onde foram recebidos com grande entusiasmo. Durante a permanência em Parapeúna, os símbolos visitaram a Paróquia de Nosso Senhor dos Passos em Rio Preto-MG, paróquia da Arquidiocese de Juiz de Fora (MG) .

Já no dia 30 de abril, a peregrinação seguiu para o distrito de Santa Isabel do Rio Preto, Conservatória e Juparanã visitando comunidades, colégios e hospitais com grande participação dos fiéis. Em Juparanã houve uma Vigília e missa no dia 01 de maio celebrando o dia do trabalhador.

Na cidade de Vassouras, houve concentração a partir das 8h na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, no Centro. Depois, grande número de fieis participou de uma carreata pelas ruas da cidade. Os jovens levaram os símbolos até a matriz, onde aconteceu a Santa Missa para celebrar este momento de fé.

Para padre Abimar Oliveira de Moraes, responsável pela Pastoral da Juventude em Vassouras, “A passagem dos Símbolos é uma grande confirmação de que todos os esforços que temos feitos em nossa diocese em prol da JMJ são mais do que válidos. Estes três primeiros dias têm sido de grande benção para nossos fieis, em especial para os jovens. Temos certeza de que este Ano da Fé produzirá muitos e especiais frutos em nossas terras”, afirma.

Os símbolos seguiram no final da tarde para o município de Levy Gasparian onde foram recepcionados na praça da cidade e logo após seguiram em procissão para a igreja matriz, onde aconteceu a missa.

Após saírem de Levy Gasparian, os sinais da JMJ seguiram para a cidade de Três Rios, onde foram recebidos por um mini trio elétrico e foram levados ao centro da cidade, com uma bonita carreata. No centro, as três paróquias da cidade se uniram e realizaram o “Bote Fé Três Rios” com uma celebração de acolhida e show católico com banda local na praça central da cidade.

Os símbolos pernoitaram na Matriz de São Sebastião e, no dia 4 de maio, seguiram para o distrito de Anta, município de Sapucaia, onde aconteceu uma celebração de acolhida e Vigília durante toda a noite.

Na manhã do dia 5 de maio, último dia dos símbolos na diocese, estes seguiram para a Paróquia de Santo Antonio em Sapucaia, onde aconteceu uma missa e logo após seguiu-se em carreata até o distrito de Jamapará.

Na comunidade Santa’Anna em Jamapará, a comunidade acolheu os símbolos com muita alegria e homenagearam a equipe da peregrinação, dom Elias, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar do Estado Rio de Janeiro. Após a homenagem os símbolos seguiram para o CIEP de Jamapará onde houve a despedida destes da diocese, causando grande emoção em todos os presentes.

A peregrinação seguiu então para o município de Sumidouro, diocese de Nova Friburgo, onde dom Elias entregou os símbolos a dom Edney Gouvêa.

O coordenador diocesano de pastoral, monsenhor Edilson Medeiros de Barros, avaliou a passagem dos símbolos na diocese. “Para o povo de Deus em nossas comunidades, a passagem da Cruz Peregrina e Ícone de Nossa Senhora já é a Jornada Mundial da Juventude acontecendo”, declarou.

– “Estou feliz com a passagem dos Símbolos da Jornada pela nossa diocese; pude perceber que foi um momento de sentir a manifestação da fé de nosso povo, pessoas que não estão participando no dia a dia de nossas igrejas, mas são católicas. Foi um momento para o despertar na fé”, afirmou dom Elias, bispo diocesano.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais