Juventude franciscana se reúne em Xaxim/SC para a MFJ 2020

Juventude franciscana se reúne em Xaxim/SC para a MFJ 2020

A cidade de Xaxim, no Oeste Catarinense, será “invadida” nesta terça-feira, 28 de janeiro, por 800 jovens franciscanos, que se inscreveram para participar da sétima edição das Missões Franciscanas da Juventude (MFJ 2020), um evento que se tornou internacional ao sediar conjuntamente a Serata Laudato Si, evento cultural da Ordem dos Frades Menores que promove a mensagem da Encíclica Laudato Si sobre o cuidado da Casa Comum, escrita pelo Papa Francisco. O evento, que termina no domingo, 2 de fevereiro, acontece na Paróquia São Luiz Gonzaga, assistida pelos franciscanos da Província da Imaculada Conceição, no ano em que comemora 80 anos de fundação.

Esses jovens, oriundos de todo o território da Província Franciscana da Imaculada Conceição (de Santa Catarina ao Espírito Santo), viverão este evento evangelizador, formativo e celebrativo. Inúmeras oficinas abordarão questões relativas ao serviço de Justiça, Paz e Integridade da Criação, de modo que estas Missões serão fortemente marcadas pelas questões da ecologia, da justiça, da migração, do respeito à natureza, do bem viver e da simplicidade, valores tão próprios do carisma franciscano e tão urgentes e necessários para os nossos tempos.

O evento reúne dois momentos marcantes do Pontificado do Papa Francisco: a Igreja em saída e o cuidado da Casa Comum. Por isso, o tema e o lema serão: “E Deus viu que tudo era muito bom” e “Guardiões das relações com Deus, com o próximo e com a casa comum”. Para o coordenador do Serviço de Animação Vocacional da Província, Frei Diego Melo, que também é responsável pelo serviço provincial de Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC), uma das grandes expectativas é quanto à temática e o aprofundamento da Encíclica Laudato Si.

“Nossos jovens já estão se aprofundando, através da leitura e estudo em grupos desse documento, de modo que a Missão será a coroação de uma caminhada feita ao longo desse semestre nas bases e nos grupos de jovens”, adianta o frade.

Para este evento, a formação franciscana e ecológica prima a qualidade. A primeira palestra terá o Coordenador do Justiça, Paz e Integridade da Criação da Ordem Frades Menores, Frei Jaime Campos, que virá de Roma para ajudar a juventude a entender a importância desse serviço para a nossa Igreja e sociedade. A segunda palestra é da antropóloga e leiga franciscana, Moema Miranda, que acaba de retornar do Sínodo em Roma. Ela vai abordar o tema “Laudato Si para os nossos dias, bem como as suas consequências práticas em nossas vidas”. A terceira palestra terá Igor Bastos, que é o coordenador no Brasil do Movimento Católico Global pelo Clima e também é da Jufra (Juventude Franciscana), para falar sobre a importância de os jovens assumirem o protagonismo na evangelização.

“Nossos assessores (palestrantes) são nomes de referência nacional e internacional, o que qualificará ainda mais a profundidade das discussões e reflexões. Assim, a grande novidade dessa Missão é exatamente colocarmos em pauta, de modo mais enfático, a discussão sobre essa dimensão evangelizadora de nossa fé e que nem sempre é tão valorizada em nossas igrejas e comunidades. Evidentemente que, por se tratar de uma Missão Juvenil, essas temáticas também serão abordadas através da música, da dança, do teatro, das místicas e de tantas outras atividades, de modo que tudo seja transmitido de modo atrativo, interativo e jovial. E aqui se insere a Serata Laudato Si, que é um evento promovido pela Cúria Geral da Ordem dos Frades Menores”, explica Frei Diego.

O autor e diretor do musical “Francisco de Assis”, Ciro Barcelos, conhecido nacional e internacionalmente, vai apresentar em Xaxim o “Auto de São Francisco”. Nessa peça, ele retomará e adaptará partes do seu musical “Francisco de Assis” e do “Eco-Show”. “Creio que a presença do Ciro Barcelos na MFJ, além de ser o coroamento da Serata Laudato Si, mostrará aos jovens que é possível, a partir das diferentes profissões e caminhos, viver e divulgar o carisma franciscano. Certamente, será um bonito testemunho do trabalho de evangelização realizado com qualidade e profissionalismo”, acredita Frei Diego.

Segundo Frei Diego, sediar esse evento internacional, mostrará aos jovens e à Província que estamos em sintonia com um grupo muito grande de pessoas de todo o mundo que acreditam e lutam pelos mesmos valores. “Em tempos de divisões e polarizações, reafirmar a unidade e a parceria torna-se um ato profético e necessário”, ressalta o frade.

Serata Laudato Si

A “Serata Laudato Si”, a que Frei Diego se refere, é um evento cultural que promove a mensagem da Encíclica Laudato Si, sobre o cuidado da Casa Comum, escrita pelo Papa Francisco. Ela irá acontecer pela terceira vez depois do lançamento da Encíclica Laudato Si. A primeira foi em Roma e a segunda na Cidade do Panamá. O objetivo é conscientizar sobre a crise climática, através da arte, da cultura e da música, bem como proporcionar um espaço de conversão ecológica em favor das gerações futuras.

A terceira edição da “Serata Laudato Si” será organizada conjuntamente com as Missões Franciscanas da Juventude e o departamento de Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC) da Ordem dos Frades Menores. A promoção e a vivência dos valores da Encíclica Laudato Si é o que tem fortalecido essas organizações em um trabalho conjunto para organizar essa nova versão da “Serata Laudato Si”.

As Missões Franciscanas da Juventude são um evento promovido pela Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, voltado para jovens que desejam vivenciar um tempo forte de oração, reflexão e missão de solidariedade e encontro com as mais variadas periferias geográficas e existenciais.

A Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC) é um departamento da Ordem dos Frades Menores que se empenha para que estes valores mencionados sejam parte da vida e missão dos franciscanos. Por meio da opção pelo cuidado da criação, promovem diversas ações e contribuições com subsídios para a Família Franciscana, para Igreja e para a sociedade civil.

É possível necessitar de pouco e viver muito, sobretudo quando se é capaz de dar espaço a outros prazeres, encontrando satisfação nos encontros fraternos, no serviço, na frutificação dos próprios carismas, na música e na arte, no contato com a natureza, na oração. A felicidade exige saber limitar algumas necessidades que nos entorpecem, permanecendo assim disponíveis para as múltiplas possibilidades que a vida oferece” (LS 223).

Por: Setor de Comunicação – Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email