Jornada Diocesana da Juventude 2015 em Itabuna

Jornada Diocesana da Juventude 2015 em Itabuna

itabuna-cartaz-dnjHoje, dia 06, Itabuna viverá um clima diferente, quando dezenas de jovens vindos de diversas cidades do interior da diocese local estarão reunidos a outras centenas de jovens itabunenses para iniciarem as celebrações pelo Dia Nacional da Juventude (DNJ).

A abertura acontecerá na noite de sexta-feira, às 19 horas, com a Celebração Eucarística presidida pelo assessor eclesiástico do Setor Juventude, padre Acácio Alves, com a participação diversos padres da diocese, na Capela da Ação Fraternal de Itabuna, local do evento. O evento segue até domingo, dia 08.

Após a Santa Missa, os jovens peregrinos serão acolhidos por famílias itabunenses de diversas paróquias da cidade. Na manhã de sábado, a partir das 8h, os jovens participarão de uma intensa programação com oficinas, workshops, momentos louvor e oração, shows musicais, palestras, plenárias e debates. Organizada pelo Setor Juventude da Diocese de Itabuna, o evento terá como tema “Juventude Construindo uma Nova Sociedade”, proposto pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), para celebração do Dia Nacional da Juventude 2015.

Segundo o assessor eclesiástico para o Setor Juventude, Acácio Alves, o DNJ é a realização de um encontro que celebra as diversas juventudes no contexto da Igreja. Ele ressalta que o tema do encontro foi pensado também para celebrar os 30 anos da Pastoral da Juventude no Brasil. “Este é um momento em que a Igreja de Itabuna é chamada a volver o seu olhar para a nossa juventude e suplicar a Deus por ela, por vezes tão sofrida e machucada, a fim de ajudá-los a vencer e não deixar morrer seus sonhos e esperanças de construir e promover dias melhores”, afirmou.

Para o coordenador diocesano do Setor Juventude, Paulo Santana, o DNJ é uma oportunidade de incentivar e valorizar o protagonismo juvenil na construção de uma sociedade mais justa e igualitária para todos. “Para mudar às diversas realidades que destoam do Reino anunciado por Jesus Cristo, é necessário que todos, e cada um, assumam o seu papel como discípulos-missionários no anuncio do evangelho e testemunhando com a própria vida em sociedade nas questões que dizem respeito à ética, à moral e à promoção do bem comum. Resgatar e promover tais valores são  intrínsecos ao papel da juventude”, elucidou.

Por Erivaldo Bomfim, da Pastoral da Comunicação

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email