Herói de gibi, ator, 9 idiomas: 33 curiosidades sobre a vida de São João Paulo II

Herói de gibi, ator, 9 idiomas: 33 curiosidades sobre a vida de São João Paulo II

Nesta data em que comemoramos o aniversário natalício de São João Paulo II, o Jovens Conectados reuniu 33 curiosidades sobre o Papa que teve um dos maiores pontificados da história da Igreja. Confira!

1 – Aos 15 anos quase morreu por um disparo acidental

Um amigo lhe mostrou uma arma, a qual acreditava estar descarregada. Foi quando durante uma brincadeira este amigo apertou o gatilho e disparou bem perto de Karol. Felizmente (ou milagrosamente), a bala não o tocou.

2 – Foi o primeiro papa polonês

O primeiro a vir de um país comunista, o primeiro a entrar em uma sinagoga, o primeiro a entrar em uma mesquita, o primeiro a receber uma delegação oficial da Igreja Ortodoxa Grega desde o cisma de 1054 e o primeiro e único a ser atingido por um tiro e dar entrada num hospital público.

3 – Teve uma “namorada” judia durante sua juventude

Seu nome era Ginka Beer, era “uma bela judia, com lindos olhos e cabelos, magra, uma excelente atriz”. Embora não possamos descrever com precisão o vínculo entre Karol Wojtyla e Ginka, ela foi primeira e possivelmente a única com quem ele teve uma relação romântica.

4 – Aos 21 anos de idade já tinha perdido todos seus familiares diretos

Sua mãe morreu quando ele tinha 8 anos devido a algumas complicações durante um parto, seus três irmãos morreram durante sua infância e seu pai morreu de um ataque cardíaco, quando ele tinha 21 anos.

5 – Foi atropelado por um caminhão nazista durante a Segunda Guerra Mundial

Em fevereiro de 1944, enquanto voltava do trabalho para sua casa, foi atropelado por um caminhão alemão. Os oficiais alemães pararam e, ao ver que estava inconsciente e gravemente ferido, detiveram um automóvel para usá-lo como ambulância e levá-lo ao hospital. Ficou internado durante duas semanas. A terrível experiência e sua surpreendente recuperação confirmaram sua vocação ao sacerdócio.

6 – Foi detido por soldados nazistas e fugiu escondendo-se atrás de uma porta

Em agosto de 1944, durante um levantamento polonês, soldados nazistas invadiram a sua cidade a fim de prender todos os homens jovens. Ao entrar em sua casa, escondeu-se atrás de uma porta. Os soldados revistaram sua casa, mas não o encontraram e foram embora. Em seguida, escondeu-se na casa do seu Arcebispo, onde permaneceu até o final da guerra.

7 – Participou do Concílio Vaticano II como Bispo e ajudou a escrever vários documentos

Colaborou na redação do texto final de Dignitatis humanae, o Decreto sobre a liberdade religiosa, e Gaudium et spes, a Constituição Pastoral sobre a Igreja no mundo atual.

8 – Pessoa mais admirada do mundo

Uma pesquisa feita nos Estados Unidos indicou que o mais cativante na sua figura era o sorriso, a devoção mariana, o domínio de várias línguas e o amor pelas crianças e pelos pobres. Em outra pesquisa com estudantes de Portugal, Espanha e América Latina, foi apontado em primeiro lugar como a pessoa mais admirada do mundo.

9 – Sua comida favorita 

João Paulo II gostava de comer frutas no café da manhã, pastel cozido polonês, pierogi, tradicionalmente recheado com batata, chucrute, carne moída, queijo e frutas secas. (Fonte: livro, “Buon appetito, Guardia Svizzera”)

10 – Atos de Amor

Batizava em sua capela privada os filhos dos seus mais modestos colaboradores.

11 – Foi herói de um gibi de Marvel na década de 1980

Assim como ele, a Beata Madre Teresa de Calcutá e São Francisco de Assis também protagonizaram livros de histórias em quadrinho.

12 – Homenagem nas Alturas

Uma montanha do Polo Sul recebeu o nome do papa João Paulo II em homenagem aos seus 25 anos de pontificado.

13– É o quarto Papa com o título de “o Grande”

Embora o título não seja de maneira oficial e é apenas pelo uso popular, somente outros três papas na história mereceram tal honra: São Leão Magno (440 até 461), São Gregório Magno (590-604), e São Nicolau Magno (858-867).

14 – Dedicado, chegava a trabalhar por até 16 horas por dia, e já foi descrito como um “vulcão de energia”.

Quem conhecia João Paulo II de perto, dizia que ele tinha uma capacidade incrível de realizar múltiplas tarefas ao mesmo tempo. Era o tipo de pessoa capaz de conversar enquanto lia um livro.

15 – Seu santo patrono era São Carlos (Karol) Borromeu

Embora tenham vivido em épocas diferentes, os dois estão unidos por ter histórias parecidas que o próprio São João Paulo II ressaltou em sua audiência de 4 de novembro de 1981.

A primeira semelhança está no nome, pois “Karol” Wojtyla em português é “Carlos”, nome com o qual São João Paulo II foi batizado. Outras semelhanças são que ambos sofreram tentativas de assassinato, participaram de Concílios e compartilharam o amor pelos pobres e doentes.

16 – Bateu recordes e obteve importantes conquistas

O Papa São João Paulo II foi o primeiro Pontífice não italiano desde Adriano VI (1522-1523). Do mesmo modo, foi quem fez mais viagens, somando 129 países; e quem mais realizou beatificações e canonizações – 1.340 beatos e 483 santos. Também foi o primeiro a visitar uma sinagoga, a Casa Branca (Estados Unidos) e Cuba.

17 – Foi um grande diplomata

Durante seu pontificado, São João Paulo II aumentou o número de nações que contam com relações diplomáticas com a Santa Sé. Passou de 85 países em 1978 para 174 em 2003.

Isso incluiu os Estados Unidos (que previamente só tinha status de delegação), a União Europeia, a Ordem Militar Soberana de Malta e a maioria das nações do antigo bloco comunista. Além disso, estabeleceu “relações de natureza especial” com a Federação russa e a Organização para a Libertação da Palestina.

18 – Criou a Jornada Mundial da Juventude

Seu amor pelos jovens o impulsionou a iniciar em 1985 as Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ). Nas 19 edições da JMJ celebradas ao longo de seu pontificado, foram reunidos milhões de jovens de todo o mundo.

Além disso, sua atenção para com a família se manifestou com os encontros mundiais das famílias, inaugurados por ele em 1994.

19 – Tinha dois doutorados

Em 1948, obteve o doutorado em teologia pela Pontifícia Universidade de Santo Tomás de Aquino, com uma tese sobre o tema da fé nas obras de São João da Cruz.

Em 1953, obteve o doutorado em filosofia pela Universidade Católica de Lublin, com uma tese intitulada “Avaliação da possibilidade de fundar uma ética católica sobre a base do sistema ético de Max Scheler”.

20 – Comeu bolo de rolo em Recife

Em 1980, o bolo de rolo foi servido na visita do Papa João Paulo II ao Recife. Dizem que, se não fosse pecado a gula, ele teria comido uma caixa inteira. Isso ninguém sabe ao certo, mas o que todo mundo sabe é que as iguarias do Brasil são irresistíveis.

21 – Promulgou o Catecismo da Igreja Católica

Promulgou o Catecismo Universal da Igreja Católica, fruto do sínodo especial de bispos de 1985 dedicado ao Concílio Vaticano II. Também reformou o Código de Direito Canônico, o Código de Cânones das Igrejas Orientais e reorganizou a Cúria Romana.

Além disso, entre seus documentos magisteriais estão incluídos 14 encíclicas, 15 exortações apostólicas, 11 constituições apostólicas e 45 cartas apostólicas.

Papa São João Paulo II tornou cardeal o arcebispo argentino Jorge Mário Bergoglio, nosso Papa Francisco.

22 – Sua beatificação foi a mais rápida dos tempos modernos

São João Paulo II faleceu em 2 de abril de 2005. No dia 28 do mesmo mês, o Papa Bento XVI dispensou o tempo de cinco anos de espera após sua morte para iniciar a causa de beatificação e canonização.

A causa foi aberta oficialmente pelo Cardeal Camillo Ruini, vigário geral para a Diocese de Roma, em 28 de junho de 2005. O Papa Bento XVI o beatificou em 1º de maio de 2011 e o Papa Francisco o canonizou, junto com João XXIII, em 27 de abril de 2014.

23 – Antes de ser ordenado padre, Karol Wojtylla foi ator de teatro e jogador de futebol.

Também trabalhou numa indústria química e numa mina. Apaixonado por teatro, mesmo quando não participava de algumas peças, fazia questão de acompanhar os ensaios.

Em uma ocasião, quando um dos atores desistiu de uma apresentação em cima da hora, o jovem Karol se ofereceu para substituí-lo, afinal já sabia todas as falas. Assim, salvou um grupo inteiro do fiasco que a apresentação poderia ter sido.

24 – Praticou esportes durante muito tempo, como montanhismo, remo e esqui, seu esporte predileto e que continuou praticando até os 73 anos de idade.

25 – Ao escolher o nome de João Paulo II, o novo papa Karol Wojtyla foi o primeiro papa a escolher o mesmo nome de seus dois antecessores: Paulo VI e João Paulo I.

Karol foi eleito papa depois de um dos mais rápidos papados da história da Igreja Católica Apostólica Romana. Seu antecessor, João Paulo I, ocupou o trono de São Pedro por somente um mês. Já seu pontificado durou 27 anos, sendo um dos mais longos da história. Consta que os únicos papas que tiveram pontificado mais duradouro foram Pio IX (31 anos) e São Pedro (34 anos).

26 – João Paulo II foi o primeiro papa a rezar em uma mesquita.

27 – Além do polonês e italiano, João Paulo II sabia falar fluentemente outros 9 idiomas

Inglês, espanhol, grego, russo, francês, português, alemão, ucraniano e latim. Chegou a fazer pronunciamentos em quase 90 línguas.

28 – João Paulo II foi um dos líderes que mais viajou na história, visitando cerca de 130 países e mais de mil cidades.

Contados os dias, foi como se tivesse ficado fora do Vaticano durante dois anos e três meses. Estima-se que ele tenha percorrido mais de 1,2 milhão de km ao longo dos anos. É basicamente o mesmo que ir e voltar da Lua três vezes!

29 – Escreveu 14 encíclicas, 15 exortações, 11 constituições e 46 cartas apostólicas.

Se tudo o que foi escrito por Karol fosse reunido em volumes, existiria o equivalente a 20 bíblias. Durante seu pontificado, escreveu em média 3 mil páginas por ano.

30 – Beatificou 1.340 pessoas e canonizou mais de 450 santos, uma quantidade maior que todos os seus predecessores nos cinco séculos passados.

Uma vez, durante uma entrevista, João Paulo II falou sobre o dia mais feliz da sua vida: foi quando canonizou a irmã Faustina como a primeira santa do novo milênio.

31 – Se encontrou com 17,5 milhões de pessoas em 1.164 audiências semanais. Durante seu papado, mais de mil chefes de Estado e de Governo passaram pelo Vaticano.

Foi a pessoa mais vista da história da humanidade – estima-se que pelo menos 500 milhões de pessoas tenham visto João Paulo II de pertinho.

32 – Ao todo, João Paulo II realizou quatro visitas ao Brasil, sendo três delas oficiais.

A primeira visita ocorreu em 1980 quando participou do Congresso Eucarístico Nacional, beatificou José de Anchieta e esteve em Aparecida para consagrar solenemente o Santuário Nacional. Em 1991 na segunda visita João Paulo II foi a Salvador visitar Irmã Dulce e também beatificou Madre Paulina. Na sua terceira passagem pelo Brasil, em 1997, a visita realizou-se por ocasião do II Encontro Mundial com as Famílias, realizado na cidade do Rio de Janeiro.

33 – A beatificação de João Paulo II foi um evento sem precedentes, uma vez que nos últimos mil anos da história da Igreja Católica nenhum papa beatificou seu antecessor.

Que nesta ocasião de seu 101° aniversário natalício, possamos suplicar a sua intercessão pelos jovens do mundo inteiro.

São João Paulo II, rogai por nós.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email