Encontro Estadual de Lideranças reúne ex-coordenadores do Ministério Jovem da RCC em Minas

Publicado em 28 de fevereiro de 2013 Por Seja o primeiro a comentar!
Encontro Estadual de Lideranças da RCC, em Santa Luzia (MG)

Encontro Estadual de Lideranças da RCC, em Santa Luzia (MG)

No último fim de semana (24 e 24/02) a cidade de Santa Luzia (MG), que faz parte da  Arquidiocese de Belo Horizonte, foi cenário para o Encontro Estadual de Lideranças 2013 (EEL). O evento, promovido pelo Ministério Jovem da Renovação Carismática Católica (RCC), teve como objetivo analisar as tarefas de evangelização das dioceses no ano passado e projetar as ações para os próximos meses. Marcado por momentos de oração, escuta, formação, o EEL marcou a apresentação da nova coordenação estadual e trouxe uma grande surpresa aos participantes: a reunião dos ex-coordenadores do Ministério desde sua implantação em 1990.

O EEL iniciou na manhã de sábado (23) com uma pregação ministrada pelo membro do núcleo estadual, Ocimar Rufino. Ele recordou a caminhada da juventude carismática mineira durante os últimos anos, citou as promessas de Deus e celebrou a chegada de um novo tempo, no qual se vê o cumprimento de todas elas. “Assim, como a terra é preparada, recebe a semente, aguarda a chuva no tempo oportuno, o que plantamos cresceu e deu bons frutos, chegou o momento da colheita”, proclamou com base na Palavra de Marcos 4, 26-29.

Já o ex-coordenador estadual do MJ, Wiliam de Paula, também membro do núcleo, abordou a temática do discipulado jovem para as lideranças. A abordagem passou pelo entendimento do discipulado de Jesus com os primeiros discípulos, pelo chamado que Ele faz hoje à juventude ministeriada e como isso deve acontecer no pastoreio nas dioceses. O pregador destacou ainda a necessidade de uma visão estratégica e eclesial ampliada para a liderança e, sobretudo, cultiva o sentimento de pertencimento à obra, a consciência do chamado.

Setor Juventude

O evento contou também com a participação do Padre Sebastião Correa, assessor da Juventude Leste II da CNBB. Para a liderança carismática, o sacerdote falou dos projetos da Igreja, do Setor Juventude, de toda expectativa para a Jornada Mundial e da Campanha da Fraternidade 2013. “A Igreja está atenta aos jovens, que hoje tem muitas faces, várias expressões e desafios grandes, como trabalho e estudo. A vida espiritual precisa encaixar-se em suas rotinas,” disse.

Olhar para a base

Durante a tarde de sábado as dioceses puderam partilhar suas realidades, dificuldades e ações que deram certo. Cada diocese mostrou os trabalhos desenvolvidos em suas realidades e os passos que conseguiram dar em relação ao planejamento estratégico do MJBRASIL. A principal meta, com relação ao projeto “Aqui tem jovem, aqui tem fogo!”, foi bem avaliada pelo núcleo que considera a média de 10 por centro para 2012 foi cumprida.

Em meio a tudo viu-se ainda grandes desafios para a juventude trabalhar nos Grupos de Oração mistos, que no geral abrem pouco as portas para os sentinelas. Há também realidades diocesanos em reestruturação, como uma das arquidioceses do Estado, Montes Claros.  “Temos um grande desafio: pastorear os Grupos de Oração, levantar uma liderança jovem e implantar o ministério nas paróquias,” apontou o novo coordenador Haron Nascimento.

Encontro das gerações

O domingo foi de grandes surpresas. Motivados pelas palavras de direcionamento de Daniele Almeida, foram reunidos os ex-coordenadores estaduais do Ministério Jovem, resgatando a história, fazendo memória das lutas, sonhos e comprovando a continuidade de um trabalho que ultrapassou gerações.

Estavam presentes desde a primeira coordenadora, Alessandra Louise (1990-1993), passando por Pollyanna Lara (1994-1998), Giovanio Aguiar (1999-2001), Kely Alves (2007-2009) e Wiliam de Paula (2010-2012). Faltaram apenas o Gilberto Venâncio Luiz (2005-2006), que não compareceu por motivos pessoais e Maria Aparecida Gonçalves (2002-2004), a Cida, que se encontra enferma, na cidade de Governador Valadares.

Emocionados, os ex-coordenadores falaram de suas experiências enquanto pastores, animaram os presentes a persistirem e valorizarem o momento em que estão sendo chamados a modificarem o mundo e rezaram pela nova coordenadora, Danielle Almeida. “O sentimento é inexplicável ao ver a primeira coordenadora do MJ, que ainda era a Secretaria Marcos, rezando pela Daniele é compreender o quanto Deus cuidou desse Ministério, o qual somos vocacionados” declarou Kely Alves.

Para a coordenadora atual, Daniele Almeida, o momento foi profético. “Isso não aconteceu por acaso, Deus quer resgatar nossas raízes, reforçar a fidelidade de um povo e continuar nos abençoando nesta construção contínua de um mundo melhor”, destacou.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais