Dom Vilsom: ‘Dedicar tempo, energias e recursos financeiros à juventude’ pede o Sínodo

Dom Vilsom: ‘Dedicar tempo, energias e recursos financeiros à juventude’ pede o Sínodo

 

No calor da divulgação da Exortação Pós Sinodal Christus Vivit (cujo link encontra-se abaixo nesta matéria) dirigida aos jovens e a todo povo de Deus pelo papa Francisco, o bispo de Imperatriz (MA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Vilsom Basso, fala sobre o que as Igrejas, comunidades e paróquias podem fazer para acolher a mensagem do papa e as deliberações do Sínodo dos Bispos de 2018.

Segundo o religioso, para acolher a mensagem do Sínodo e viver a opção pelos jovens as comunidades precisam dedicar tempo, energias e recursos financeiros. “O desafio agora é acolher, apoiar, ouvir e escutar a juventude em nossas comunidades. Tudo que pudermos fazer, com certeza, ainda será pouco. Porque a juventude é o hoje, o amanhã e o futuro de nossa Igreja”, disse.

Para dom Vilsom, o gesto tem que partir, em primeiro lugar, dos bispos, dos padres e das lideranças. “É preciso dedicar tempo, atenção e apoiar todas as causas juvenis em nossas comunidades. É o caminho que o papa Francisco e o Sínodo dos bispos nos pedem”, disse. O bispo reforça que o documento final do Sínodo afirma que todos os jovens estão no coração de Deus e que é hora da Igreja torna-los parte de seu coração.

O bispo reconhece que já há uma grande caminhada da Igreja na América Latina que, em 1979, em Puebla, fez a opção pelos jovens no continente e a partir da qual muitas experiências foram vividas e escritas. Contudo, reforça que o desafio agora é continuar escrevendo esta história, demonstrando amor especial e carinho para a juventude.

Exortação Apostólica Cristo Vive – “Ele a nossa esperança e a mais bela juventude deste mundo! Tudo o que toca torna-se jovem, fica novo, enche-se de vida. Por isso as primeiras palavras, que quero dirigir a cada jovem cristão, são estas: Ele vive e quer-te vivo!” Assim começa a Exortação Apostólica pós-sinodal “Christus vivit” do papa Francisco, assinada segunda-feira, 25 de março, na Santa Casa de Loreto, e dirigida “aos jovens e a todo o povo de Deus”. No documento, composto por nove capítulos divididos em 299 parágrafos, o Papa explica que se deixou “inspirar pela riqueza das reflexões e diálogos do Sínodo dos jovens”, celebrado no Vaticano em outubro de 2018.

Por CNBB

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email