Cruz e Ícone de Maria na Prelazia do Xingu (PA)

Publicado em 18 de outubro de 2012 Por Seja o primeiro a comentar!

xingu_botefe1

Esta peregrinação iniciou na Paróquia Nossa Senhora Aparecida-(Placas), seguindo à Paróquia Nossa Senhora de Fátima (Uruará), depois à Paróquia Imaculada Mãe dos Pobres (Medicilândia) e conduzida na manhã do dia 8 de outubro à Paróquia Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo (Brasil Novo).

Em todas estas paróquias recebeu homenagens das comunidades eclesiais de base e da juventude, foram momentos de profunda demonstração e profissão de fé em Jesus Cristo, veneração a Maria e evangelização da Juventude com palestras e orações em preparação, dinâmicas, procissões, orações, contemplação, adoração,momentos de oração com os jovens e com as famílias conduzidos pelos jovens e pastoral familiar e celebrações eucarísticas.
No mesmo dia 8/10, na parte da tarde, a Cruz e o ícone de Nossa Senhora da JMJ foi conduzida em carreata à sede da Prelazia do Xingu – Altamira, acolhidos às 18:00h pelas Comunidades Eclesiais de base de Altamira e juventude na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro recebendo uma homenagem dos jovens e palavras do pároco desta paróquia. 
Após esta homenagem os símbolos JMJ foram conduzidos em peregrinação luminosa pelas ruas de Altamira, perpassando pela Paróquia Imaculada Conceição, acolhidos pelo Pároco desta paróquia, receberam a segunda homenagem realizada por um coral de crianças da catequese, um momento de contemplação e adoração a Cruz, uma homenagem a Nossa Senhora e um histórico da caminhada da juventude feito pelos jovens.

A peregrinação pelas ruas continuou após a homenagem conduzindo os símbolos à Catedral- Paróquia Sagrado Coração de Jesus, acolhidos na Praça Pio XII receberam a terceira homenagem pelos fiéis, pela Banda do 51º Batalhão Infantaria e Selva que executou o hino Nacional e por um grupo de teatro jovem da Paróquia Imaculada Conceição que encenou o Bom Samaritano na realidade do jovem atual, seguindo de Celebração Eucarística.

Missa
xingu_botefe2A Celebração Eucarística, presidida pelo Vigário Geral Pe. Vandeir Lima e co-celebrada por Pe. Frederico Tschol, Pe. Alirio Bervian, Pe. Vicente Zambello, Pe. Waldemar Pimentel, Pe. João Bosco, Pe. Loivo Aloísio e Pe. Ademir Antônio (Marabá), foi momento expressivo de fé, a iniciar pela proclamação da Carta de D. Erwin Krautler aos jovens de toda a Igreja do Xingu sobre este grande momento de renovação de compromisso e profissão de nossa fé; seguido de pedidos de perdão diante dos desafios que o mundo oferece ao jovem conduzindo-o a não testemunhar ou afastar-se de sua fé.

Depois todos agradeceram a Deus pela riqueza da juventude e do seu testemunho de fé nas nossas comunidades e em todos os setores da sociedade deste município, iluminados pela Palavra e fortalecidos pela Eucaristia, fizemos a memória da caminhada evangelizadora da juventude na Prelazia do Xingu com testemunho de uma jovem e aos pés da Cruz peregrina reafirmamos a nossa fé em Jesus Cristo comprometendo-nos com a evangelização da juventude no Xingu.

Também se realizou o envio da Cruz peregrina e do ícone de Nossa Senhora da Jornada Mundial da Juventude entregando-os ao Vigário Geral da Diocese de Marabá Pe. Ademir Antônio Gramelik, juntamente com uma lembrança da Prelazia do Xingu simbolizando a Luz do Senhor presente entre nós que os ilumine e guie acompanhando-os nesta jornada.

Após a celebração foi realizado um momento de apresentações musicais e artísticas com danças folclóricas da Amazônia e capoeira. Estes dias foram momentos expressivos de fé e comunhão.

Por Fabrício Coleny

Mensagem de Dom Erwin Krautler, Bispo Prelado do Xingu,
dirigindo-se aos jovens de sua prelazia por ocasião da passagem dos símbolos da JMJ

A Cruz é símbolo e realidade de um amor levado às últimas consequências

Jovens de toda a Igreja do Xingu,

Lamento não poder estar presente neste momento e conto com a compreensão de vocês. A minha agenda prevê nesta época do ano a visita pastoral às comunidades de Ourilândia do Norte e Tucumã. Sempre celebro o Círio de Nazaré e a festa de Nossa Senhora Aparecida com o povo do Alto Xingu.

No entanto, queria, pelo menos, deixar-lhes uma mensagem. A Cruz e a imagem de Nossa Senhora que percorrem a Terra de Santa Cruz não podiam deixar de lado a nossa Prelazia que é a maior do Brasil e unir-nos às e aos jovens de todo esse país-continente. É um momento de renovação de compromisso e profissão de nossa fé. Numa sociedade em que até hoje irmãs e irmãos nossos são excluídos por causa de raça, gênero e condições econômicas, queremos defender a igualdade de todos os seres humanos,feitos à imagem e semelhança de Deus.

Queremos um Brasil de Justiça que defende os direitos e a dignidade de seu povo, especialmente dos mais fracos e pobres. 

Queremos um Brasil, Lar para todas as famílias, em que as futuras gerações ainda encontram espaço para viver e não um meio-ambiente destruído por empreendimentos irresponsáveis e de consequencias imprevisíveis. 

Queremos um Brasil, Pátria da fraternidade solidária,
em que a vida humana e a natureza criada por Deus valem mais do que o lucro e interesses econômicos,
em que o amor vence o ódio, resolve os conflitos e extingue as hostilidades,
em que as flores – sorriso de Deus – substituem as armas
e o abraço – gesto carinhoso do ser humano – mata a violência.

A Cruz é símbolo e realidade de um amor levado às últimas consequências, até à entrega da própria vida, de fidelidade até o fim. Que esta Cruz do Senhor que veneramos e aplaudimos agora seja sinal de nosso compromisso com o Reino de Deus, de nossa dedicação generosa às causas de um mundo justo e fraterno, anunciado e inaugurado pelo Senhor Jesus.

E a imagem de Nossa Senhora nos recorde que Jesus, no alto da cruz, nos confiou a nós sua própria mãe como última expressão de seu carinho: “Eis aí, sua mãe!“
Um grande e fraterno abraço a cada uma e cada um de vocês,

seu bispo e irmão
Dom Erwin

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais