Celebração abre atividades da Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude 

Publicado em 10 de janeiro de 2020 Por Seja o primeiro a comentar!

Uma missa celebrada na última terça-feira, dia 7, pelo bispo auxiliar da arquidiocese de Curitiba e um dos membros da Comissão Episcopal Pastoral para a juventude (CEPJ), dom Amilton Manoel, deu início à Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude (ANPJ), que acontece na diocese de Erexim até domingo, dia 12. Cerca de 120 jovens de todo o país participaram da celebração no Santuário de Nossa Senhora de Fátima.

Em sua homilia, o bispo destacou o bonito caminho jubilar que a Pastoral da Juventude (PJ) vem construindo no seu processo de celebração dos 50 anos e saudou a todos presentes, afirmando que a PJ é um serviço à juventude.

“Que alegria estar com vocês neste início da Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude. Um marco na Igreja do Brasil, sobretudo quando tratamos do tema Juventude. Uma parada importante nesta caminhada de 50 anos da Pastoral da Juventude do Brasil. Aprochega! Mais do que um jeito de falar destas terras é a proximidade que nos torna cúmplices de uma nova história, uma proximidade que, neste momento nos enche gratidão, alegria e desejo de comprometimento maior com a vida. Aprochega! É a energia boa do encontro”, disse.

Ao longo da fala, Dom Amilton ressaltou, a partir dos três anúncios do Papa Francisco para os jovens na exortação “Christus Vivit”, os desafios da PJ para os próximos 50 anos: “A Pastoral da Juventude, nestes 50 anos, não tem feito outra coisa senão expressar que o amor consiste mais em obras que em palavras. O Papa nos brindou, no mês de março de 2019, com uma exortação para os jovens que aponta alguns desafios, no contexto da cultura urbana e dos novos areópagos da sociedade moderna, como: Jovens com perda de sentido da vida, a drogadição e jovens encarcerados”, completou.

O Secretário Nacional da Pastoral da Juventude, Davi Rodrigues, recordou todas as parcerias no processo de construção da ANPJ e destacou a importância de reunir todos os regionais na primeira ampliada nacional que acontece na região sul do país.

“Reunir pessoas de todos os regionais do Brasil por si é um ato profético, o testemunho do esforço que cada um fez para estar aqui é sinal do reino entre nós. Rumo aos 50 anos, em tempo jubilar, ousemos sonhar novos marcos referenciais para a vida da pastoral”, animou o secretário.

Na mística do aprochegar os delegados foram acolhidos com a mateada, que representa a tradição local, momento de partilha, comunhão e reencontro. O dia foi encerrado com a mesa de abertura composta pela secretária diocesana da PJ de Erexim, Rocheli Koralewski, o secretário regional da PJ Sul 3, Felipe Toniolo, o bispo auxiliar de Curitiba, dom Amilton Manoel, assessora nacional da Comissão Episcopal para juventude, Irª Valéria Andrade, o Vigário Geral da diocese de Erexim, Pe. Cleocir Bonetti, que também leu carta enviada pelo Administrador Diocesano, Pe. Antônio Valentini Neto, e o secretário nacional da PJ, Davi Rodrigues.

Por Wesley Alexandre – Fotos Gabriela Zoti e Helô Nascimento

Teias de Comunicação Pastoral da Juventude

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais