Cardeal Rylko celebra missa pelos 447 anos do Rio e participa de reunião no Governo

Publicado em 2 de março de 2012 Por Seja o primeiro a comentar!

missadomrilko

“Estou onde bate o coração dessa grande e maravilhosa cidade. Rezamos pelas intenções do Santo Padre Bento XI e pela próxima JMJ no Rio de Janeiro, em 2013 para que produza abençoados frutos nas vidas dos jovens do Brasil e do mundo inteiro”, disse Dom Rylko.

O cardeal presidiu a Santa Missa, concelebrada pelo presidente do Comitê Organizador Local (COL) da JMJ Rio2013 e arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, pelos bispos auxiliares Dom Paulo Cezar e Dom Antonio Augusto Dias Duarte, pelo presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, Dom Eduardo Pinheiro, pelos sacerdotes responsáveis pelos setores do Comitê Local e da comissão da CNBB.

No início da celebração, Dom Rylko e Dom Orani parabenizam a população do Rio de Janeiro, representada pelas autoridades públicas, pelos 447 anos de sua fundação.

Ele recordou que por ocasião das JMJs a Igreja revela ao mundo o seu rosto jovem e cheio de alegria e impulso missionário, ressaltando que, para o Papa Bento XVI, elas são uma cascata de luz e de esperança.

Palácio Guanabara

“Se Deus é brasileiro, o Papa é carioca”. O Cardeal Stanislaw Rylko, presidente do Pontifício Conselho para os Leigos (PCL), pode não conhecer a célebre frase de João Paulo II em sua visita ao Rio de Janeiro em 1997, mas, com certeza, algo parecido deve ter passado pela cabeça dele hoje ao contemplar a beleza da cidade do Rio de Janeiro do alto do Corcovado e, mais ainda, ao receber a camisa da seleção brasileira, grafada com o nome dele, no Palácio Guanabara.

O presente foi dado ao Cardeal, e também ao arcebispo do Rio de Janeiro Dom Orani João Tempesta, pela Secretária Estadual de Esporte e Lazer, Márcia Lins, durante a reunião dos Comitês Organizadores Central e Local da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) com os representantes das Comissões da Prefeitura, Governo do Estado, Governo Federal, Assembléia Legislativa e Câmara Municipal, instituídas para cuidar dos preparativos da cidade para a JMJ Rio2013.

Durante o encontro, as comissões apresentaram um balanço dos trabalhos que estão sendo realizados nas mais diversas áreas (logística, transporte, segurança) para garantir que a JMJ Rio2013 seja a maior de todos os tempos. O Cardeal elogiou a cooperação e o emprenho dos órgãos públicos em prol da Jornada. Ele afirmou que cada jovem que vier ao Rio deve retornar à sua casa com a alegria de uma vida renovada pela experiência com o amor de Cristo.

Entre os presentes na reunião, estavam: a secretária Nacional de Juventude, Severine Carmem Machado, representando ministro Gilberto Carvalho; o deputado estadual e presidente da ALERJ, Paulo Mello, a chefe da Polícia Civil Marta Rocha, chefe do Gabinete do Prefeito, Luiz Antonio Guaraná, o secretário municipal de Conservação, Carlos Osório, entre outros.

Coletiva

O Cardeal Rylko e os demais membros do PCL encerram sua visita ao Rio nesta sexta-feira, dia 2. Na programação deste último dia, haverá uma coletiva de imprensa na sede do Comitê Local da JMJ Rio2013, no edifício João Paulo II, na Glória. Na ocasião, ele e o arcebispo do Rio farão um balanço destes cinco dias de visitas e responderão às duvidas sobre a JMJ Rio2013.

Após a coletiva, eles irão almoçar com o prefeito Eduardo Paes, no Palácio da Cidade. O Cardeal retorna à Roma no final da tarde desta sexta.

Veja a íntegra da homilia de Dom Stanislaw Rilko:

Homilia da Missa no Santuário Cristo Redentor do Corcovado

1º de março de 2013

 Dirijo uma cordial saudação a Sua Excelência Dom Orani João Tempesta, Arcebispo do Rio de Janeiro, aos seus bispos auxiliares e a todo o Comitê Organizativo da próxima Jornada Mundial da Juventude do Rio 2013. De coração saúdo também o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBBDom Eduardo Pinheiro, com os seus colaboradores. É com alegria ainda que parabenizamos a população da cidade do Rio de Janeiro, aqui representada pelas autoridades públicas, no aniversário de sua fundação. Não poderia deixar de saudar de modo muito particular os jovens brasileiros, importantíssimos protagonistas deste grande evento.

A Igreja no Brasil está vivendo um tempo especial de graça. Cada Jmj é um grande dom de Deus para toda a Igreja, e em particular para a Igreja que a acolhe, neste caso a Igreja do Brasil. Por ocasião das Jmj’s a Igreja revela ao mundo o seu rosto jovem, cheio de alegria e impulso missionário. Para o Papa Bento XVI, estas são uma “cascata de luz e de esperança”.

No centro de cada Jmj encontra-se a pessoa de Jesus Cristo. É sobretudo Cristo que os jovens querem encontrar. Por isto, a estátua do Cristo Redentor do Corcovado é tão importante. Ela nos recorda aquilo que é essencial em cada Jmj: os braços abertos de Cristo, prontos a acolher com um amor infinito todos os jovens do mundo.

Em sua primeira visita ao Brasil, em 1980, o Beato João Paulo II, do alto do Corcovado anunciava Cristo, único Nome que pode salvar (cf. At 4,12 e RH 10) e proclamava que a única finalidade que a Igreja, e com ela o Papa, tem diante dos olhos e no coração, é que cada pessoa possa encontrar-se com Cristo (cf. RH 13)[1].

Sim, queridos irmãos e irmãs, os braços abertos e estendidos de Cristo Redentor são um sinal eloquente do amor com o qual Deus nos amou em seu Filho Jesus. Este, “tendo amado os seus, … amou-os até o fim” (Jo 13, 1), dando a sua vida na cruz.

Atualmente está acontecendo no Brasil a peregrinação da Cruz das Jmj’s. É impressionante a sua força atrativa! Nela, milhares de jovens em todos os continentes têm descoberto a verdade fundamental para suas vidas, que somente em Cristo, morto e ressuscitado há salvação e redenção. Esta Cruz é como um “arado” que prepara o terreno para a semeadura da palavra de Deus durante cada Jmj, e de modo especial preparará o terreno da “Terra de Santa Cruz”, primeiro nome dado ao Brasil.

O encontro pessoal com Cristo Redentor é, por sua vez, inseparável do encontro com a sua Igreja. A Jmj alimenta nos jovens a consciência de ser parte integrante da Igreja, dá-lhes a certeza de não estarem sozinhos. A importância e a intensidade do evento fazem descobrir o «caráter planetário da fé e o significado universal da pertença religiosa»[2], põe em evidência a vitalidade da Igreja e a sua extraordinária capacidade de mobilizar e de agregar as jovens gerações mesmo na sociedade pós-moderna, já difusamente secularizada. A geração das Jjm’s tem aprendido que seguir Jesus na fé quer dizer caminhar com Ele na comunhão da Igreja, que não se pode separar Cristo da sua Igreja!

Nestes dias tivemos a oportunidade de trabalhar intensamente com o Comitê Organizativo de preparação da Jmj. Ficamos muito impressionados com o trabalho do Comitê: com a sua generosidade, o seu empenho, entusiasmo e profissionalismo. Parabéns! Ficamos também tocados com a ótima colaboração existente entre o Comitê Local e a Conferência Episcopal, assim como com as autoridades civis. Tudo isto faz-nos ter ótimas expectativas quanto ao bom êxito da Jmj do Rio em 2013. Queremos manifestar a todos vós, hoje, em nome do Santo Padre, a nossa profunda gratidão!

Gostaria agora de dirigir-me particularmente aos jovens brasileiros. A alegria de vocês ao receberem a notícia de que a próxima Jmj seria realizada no Rio de Janeiro marcou a todos que puderam acompanhar a celebração final da última edição deste grande evento, em Madri. Nunca esqueçam que vocês ocupam um lugar privilegiado no coração de Cristo e no coração da Igreja. Vocês são não somente um objeto do esforço missionário da Igreja, mas também seus protagonistas indispensáveis! É em vocês que a Igreja reencontra continuamente a capacidade de maravilhar-se diante do Mistério e o entusiasmo que leva a objetivos sempre novos. Vocês encontram-se na idade por excelência da busca da verdade, do bem, da beleza, da justiça e da solidariedade. Nunca deixem de buscar estes altos ideais! E não percam a oportunidade que a Jmj lhes oferece de colocá-los em prática, através da hospitalidade que poderão oferecer a todos os vossos amigos, provenientes das mais diversas partes do mundo.

Caríssimos jovens, procurem engajar-se na preparação da Jmj com a generosidade que lhes é própria. Há uma grande necessidade do empenho de todos vocês nos diferentes serviços e nos mais diversos campos do voluntariado. A Igreja conta com vocês! Cristo conta com vocês! Caríssimos, Jesus Cristo os espera, e de braços abertos deseja encontrá-los em julho de 2013!

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais