Brasília recebe espetáculo sobre a vida de Santa Teresa d’Ávila

Publicado em 14 de maio de 2016 Por Seja o primeiro a comentar!

1ea52f60-40bd-4b26-91f5-8e29596c4637

Brasília recebe de 19 de maio a 12 de junho, de quarta a sábado às 20h e aos domingos às 18h, o espetáculo “A língua em pedaços”, que comemora do V centenário de nascimento de santa Teresa d’Ávila, santa e poetisa espanhola.

A peça, baseada em O Livro da Vida (1565), autobiografia de Teresa d’Ávila, tem o texto de Juan Mayorga, agraciado em 2013 pelo Ministério da Cultura espanhol com o prêmio de melhor texto de literatura dramática, é inédito no Brasil e tem direção de Elias Andreato.

Além de mística e poeta, Teresa d’Ávila foi uma mulher de ação, fundando 17 conventos de Carmelitas Descalças em toda Espanha.

Como acontece com toda pessoa que está à frente de seu tempo, sobretudo tratando-se de uma mulher, foi mal compreendida e perseguida por alguns setores no final do século XVI.

A Língua em Pedaços dá ao público brasileiro a oportunidade de conhecer melhor, no V centenário de seu nascimento, a vida e o pensamento daquela que é considerada uma das maiores personalidades femininas do segundo milênio.

Idealizadora do projeto, Ana Cecília Costa afirma que intuição a levou até Teresa D’Avila um ano antes da celebração do V centenário de seu nascimento. “Comprei sua autobiografia e desejava voltar a atuar em teatro. Depois da leitura, quis levá-la à cena. Me atraía o mistério de sua intimidade com Deus, a sua figura extremamente humana e atravessada pelo Sagrado. Quis que a sua palavra cheia de coragem e poesia fosse ouvida no teatro, um lugar também sacralizado e político” conta a atriz.

Teresa d´Ávila escreveu, ao lado de São João da  Cruz,  o  melhor  da  poesia ascética e mística de língua espanhola. Ambos pertencem ao chamado Século de Ouro na Espanha, época que abrange do Renascimento do século XVI ao Barroco do século XVII.

Ela é patrona dos escritores de língua espanhola e considerada um dos maiores patrimônios culturais da Espanha, sua autobiografia O Livro da Vida é o clássico literário mais lido neste país depois de D. Quixote, de Cervantes.

Para Juan Mayorga, Teresa foi uma mulher contracorrente, prematura em seu próprio tempo e no nosso. “Por isso mesmo, Teresa é necessária. Seu interesse para os dias atuais independe de crença. Mesmo um ateu, que não acredita em sua mística, pode se sentir fascinado pelo ser humano Teresa. Pode e deve sentir-se tocado por essa personagem. E sempre será menos importante o que dizemos sobre Teresa do que ela possa dizer sobre nós”, enfatizou.

008_curso_clero_arquidiocesanoInformações

Os ingressos têm o valor de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada), os clientes do Banco do Brasil ganham 50% de desconto em até dois ingressos. A duração da peça é de 60 minutos e a recomendação indicativa é 12 anos.

Local: Centro Cultural Banco do Brasil Brasília
SCES, Trecho 2, Lote 22, Brasília – DF
Maiores informações (61) 3108-7600 ou http://www.alinguaempedacos.com

Por CCBB

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais