Ano Vocacional no Brasil: encontro entre comissões traz expectativas para a juventude

Ano Vocacional no Brasil: encontro entre comissões traz expectativas para a juventude

Juventude e Vocação. No último dia 3 de agosto, integrantes da Comissão Episcopal para a Juventude se reuniram com membros da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada. O assunto principal foi a expectativa para o Ano Vocacional no Brasil, que terá início no próximo mês de novembro.

A reunião contou com a presença de Dom Nelson Francelino Ferreira, bispo de Valença (RJ) e presidente da Comissão para a Juventude, Dom Antônio Assis, bispo auxiliar de Belém (PA), dos assessores Ir. Valéria Leal e Pe. Antonio Ramos do Prado, sdb, Dom João Francisco Salm, bispo de Novo Hamburgo (RS) e presidente da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, Dom José Albuquerque de Araújo, bispo auxiliar da Arquidiocese de Manaus (AM), e da Irmã Maristela Ganassini, do Setor Juventude e Vocações da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB).

Inspirado pelo sínodo “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”, o Ano Vocacional tem como tema “Vocação: Graça e Missão” e lema “Corações ardentes, pés a caminho” (cf. Lc 24, 32-33), e será um momento de grande animação para toda a Igreja no país com o objetivo de ajudar cada pessoa a acolher o chamado de Jesus como graça e uma oportunidade para que os corações ardam e que os pés se ponham a caminho em saída missionária.

A juventude tem uma atenção ainda mais especial para o Ano Vocacional e a reunião entre as duas comissões foi um momento de alinhar projetos comuns. Para Dom Nelson Francelino Ferreira, o interesse é criar parcerias e projetos que possam movimentar o Brasil inteiro através de ações com a juventude, em especial na construção do projeto de vida dos jovens.

“Animados pela exortação pós-sinodal Christus Vivit, onde o Papa Francisco relaciona  juventude e vocação, buscamos na reunião várias iluminações tendo em vista a vivência do Ano Vocacional pelos jovens, contribuindo para que a juventude esteja sempre atenta a ouvir o Senhor e respondê-lo com toda generosidade que a caracteriza”, conta.

Para a Irmã Maristela Ganassini, o encontro entre as comissões foi oportunidade de confirmar a transversalidade do tema vocação para a Igreja. 

“Esse alinhamento estreita as relações para que possamos caminhar juntos como uma Igreja em sinodalidade. A reunião foi como que um ‘aperitivo’ desse caminho sinodal com um diálogo agradável que enriquece, fortalece e, principalmente, nos anima”, diz.

Dom João Francisco Salm acredita na expectativa de que o Ano Vocacional seja um passo importante na tomada de consciência de cada cristão do que significa vocação. 

“Assumimos o compromisso de empenhar os esforços de todas as pastorais, movimentos, organismos entre outros na vivência desse Ano Vocacional. Com a Comissão da Juventude temos uma afinidade por se tratar dos jovens, que têm tudo com a descoberta da vocação, do encontro com Jesus Cristo, de pensar no futuro… O Ano será para toda a Igreja momento de dinamismo que gera vida porque a vocação é algo que não para nunca, porque somos sempre resposta ao chamado de Deus, que continuamente vai nos atraindo, independente da idade de cada um”, explica o bispo.

O 3º Ano Vocacional da Igreja no Brasil será celebrado de 20 de novembro de 2022 a 26 de novembro de 2023. A iniciativa comemora os 40 anos do primeiro ano temático dedicado à reflexão, oração e promoção das vocações no país.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email