60 mil jovens participam de Romaria que encerrou Bote Fé Belém

Publicado em 21 de outubro de 2012 Por 1 Comentário

romaria_juventude_belem

De acordo com o Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, a Romaria da Juventude acontece todos os anos dentro da programação do Círio e, neste ano, ela teve um sentido todo especial devido à presença da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora, carinhosamente Rainha da Amazônia pela população da região. “Esta é uma manifestação da juventude, que é a esperança da Igreja. Ela não podia ficar de fora”, afirmou.

O estudante Emanuel Silva, de 18 anos, participa desde adolescente da Romaria e afirma que ficou surpreso com a organização do evento deste ano, a qual julga que superou as suas expectativas. “Cada Romaria, cada Círio marca uma nova etapa em minha vida”, destacou o jovem ao ressaltar este clima de JMJ que inundou a Romaria 2012.

Com muita música e animação, os jovens percorreram 4,5 quilômetros, numa caminhada de 4h, ao som do trio elétrico e muitos disputavam o espaço para carregar a Cruz da JMJ. Já o Ícone de Nossa Senhora foi conduzido no barco – meio de transporte característico da região amazônica – que é utilizado todos os anos para recolher as promessas dos peregrinos que participam do Círio de Nazaré, sempre no segundo domingo de outubro.

Santa Missa encerra homenagens dos jovens à Virgem de Nazaré

O fim da Romaria da Juventude teve seu ponto alto com a celebração da Santa Missa, presidida por Dom Alberto, na praça da Basílica de Nazaré, onde a imagem peregrina da padroeira fica em exposição durante todo o Círio.

Em sua homilia, o arcebispo fez um paralelo entre a haste vertical da Cruz da JMJ e o trecho da Carta de São Paulo aos Colossenses – “Buscai as coisas do alto, onde Cristo está entronizado à direita de Deus” (Col 3,1) – em que ressaltou que a cruz nos aponta para o alto, ou seja, para o céu. “A coisa mais importante da sua existência é voltar-se para Deus. Tenha o seu olhar e seu coração voltados para Deus”, enfatizou Dom Alberto ao convidar os jovens a darem seu “Sim” seja numa vocação específica de vida sacerdotal ou religiosa, ou no matrimônio ou na vida paroquial.

“O mundo precisa de pessoas de fé: Bote Fé!”, exclamou o arcebispo ao recordar o Ano da Fé que a Igreja em todo mundo iniciou no último dia 11. Por fim, Dom Alberto Taveira levou a todos os fiéis reunidos a professarem sua fé de forma semelhante ao ato da Vigília Pascal, pedindo a todos que erguesse seu braço direito. “Tome posse do que você acabou de professar”, concluindo convocando a todos ao compromisso com a caminhada cristã.


Romaria da Juventude: umas das 11 romarias do Círio*

A homenagem dos jovens à Rainha da Amazônia teve início em 2001 e ocorre na tarde do tarde do sábado posterior ao Círio. A procissão é animada por um trio elétrico e representa um momento forte de animação, louvor, alegria e de encontro de diversos movimentos, pastorais, comunidades e grupos que trabalham com evangelização da juventude.

A organização desta procissão é feita pela Basílica Santuário de Nazaré e catequeses das paróquias. Tradicionalmente, o Arcebispo de Belém sempre acompanha também o percurso e, ao fim da romaria, celebra a Missa na praça da Basílica de Nazaré.

 

Por Gracielle Reis
Foto: Ana Elaine Nascimento

Mais notícias do Bote Fé Belém
.: Uma cruz simples e de pouca beleza: a história dos símbolos da JMJ que não deixa de atrair milhares
.: Cruz da JMJ chega em abrigo de hansenianos visitado por João Paulo II
.: “Nosso rio é nossa rua”: cruz da JMJ chega às comunidades ribeirinhas do Pará

+ Fotos

 

*Com informações do Portal Círio de Nazaré

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais